sábado, 8 de agosto de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Política / Índio da Costa apresenta projeto que autoriza Cicuta a se tornar RPPN da CSN

Índio da Costa apresenta projeto que autoriza Cicuta a se tornar RPPN da CSN

Matéria publicada em 29 de dezembro de 2015, 19:56 horas

 


Deley e Jerônimo criticam projetoque atende a CSN e afirmam que momento para discussão é inoportuno por conta da crise econômica

Alteração: proposta da CSN foi encampada pelo deputado Índio da Costa (Foto: Divulgação)

Alteração: proposta da CSN foi encampada pelo deputado Índio da Costa (Foto: Divulgação)

Volta Redonda – Já está em tramitação na Câmara dos Deputados um projeto que autoriza a recategorização da Floresta da Cicuta de ÁRIE (Área de Relevante Interesse Ecológico) para RPPN (Reserva Particular do Patrimônio Natural). A proposta foi apresentada pelo deputado federal Índio da Costa (PSD) e provocou reações em políticos do Sul Fluminense, que se aliaram aos movimentos sociais e ambientais contra a mudança.

A alteração na categoria da mata inicialmente foi proposta pela direção da CSN em documento enviado ao ICMBio (Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade) em fevereiro. Da mesma forma, o pedido seguiu para o Ministério do Meio Ambiente. A ideia da CSN é que a alteração viesse em forma de decreto, mas após mobilização da sociedade o próprio Governo Federal decidiu que a mudança teria de ser feita por projeto de lei.

– Desde então ficamos observando para saber quem encamparia a posição da CSN no Congresso Nacional. A CSN é uma empresa de muitos argumentos e com certeza eles foram usados para convencer o autor da proposta. Gostaria apenas que antes o deputado Índio da Costa tivesse escutado o outro lado, que tomasse conhecimento da posição da sociedade do Sul Fluminense – disse Deley de Oliveira (PTB), que já se manifestou contra o projeto.

Deley disse ainda que continuará na luta para tentar evitar as demissões na CSN. “Uma coisa não tem nada a ver com a outra. Na segunda-feira estive com o Ministro do Trabalho para tentar amenizar os impactos da crise na empresa. Vamos ajudar no que for preciso, mas a crise não pode ser usada para retirar direitos dos trabalhadores ou para prejudicar ainda mais a cidade”, ressaltou Deley.

Análise do projeto

O vereador José Jerônimo Teles Filho (PSC) afirmou que a apresentação do projeto neste momento é inoportuna.

– É um momento no qual todas as forças da cidade se concentram a tentar ajudar a empresa a superar a crise econômica. Aí me aparece essa. Não podemos deixar influenciar e tratar as duas coisas (Cicuta e demissões) de maneira diferenciada. Vamos analisar o projeto e tentar derrubá-lo com nossos argumentos e a força da população – afirmou Jerônimo.

O vereador destacou ainda que já leu o projeto de Índio da Costa que é interessante agendar um encontro com o deputado. “O nome da CSN não aparece uma só vez, apesar de todos saberem quem fez a proposta original. A questão da Cicuta vem sendo debatida desde abril, já foram realizadas três audiências públicas e dezenas de reuniões técnicas. Em nenhuma delas vi o deputado”, disse Jerônimo.

O vereador lembrou que com a ameaça de demissões e exposição da crise na empresa, um dos mais fortes argumentos usados em apoio à recategorização da Cicuta foi derrubado. “Nos disseram que a recategorização seria benéfica para desonerar os cofres federais. Só que ao que tudo indica e a própria CSN anda espalhando, há uma crise forte na empresa. Então, essa discussão é no mínimo inoportuna para o momento”, destacou.

'Jerônimo: ‘Vamos analisar o projeto e tentar derrubá-lo'

‘Jerônimo: ‘Vamos analisar o projeto e tentar derrubá-lo’ (Foto: Divulgação)

Projeto prevê pesquisas e passeios,
mas extingue conselho consultivo

O projeto do deputado federal Índio da Costa (PSD) afirma que após a recategorização de ÁRIE (Área de Relevante Interesse Ecológico) para RPPN (Reserva Particular do Patrimônio Natural), a Floresta da Cicuta só poderá ser utilizada para o desenvolvimento de pesquisas científicas e visitação com objetivos turísticos, recreativos e educacionais.
Por outro lado, a proposta considera que: “Instituída a RPPN a que se referem os artigos anteriores, fica o ICMBio autorizado a promover o encerramento das atividades e a extinção do Conselho Consultivo da ARIE Floresta da Cicuta.

Índio é presidente estadual do
PSD e ex-secretário do Ambiente

A briga em Brasília em torno do projeto de lei que prevê a recategorização de ÁRIE (Área de Relevante Interesse Ecológico) para RPPN (Reserva Particular do Patrimônio Natural) da Floresta da Cicuta promete ser acirrada. Autor da proposta, o deputado federal Índio da Costa é atualmente o presidente do PSD estadual.
Além disso, Índio da Costa foi Secretário Estadual do Ambiente durante parte do Governo Cabral e também do Governo Pezão. O posto agora está nas mãos do deputado estadual André Corrêa, que já esteve em Volta Redonda em reuniões com os movimentos sociais e ambientais, justamente para discutir questões ligadas à CSN. Entre elas, claro, a Floresta da Cicuta.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

24 comentários

  1. Avatar
    EU MORRENDO DE RIR

    DEIXEMOS A FLORESTA DA CICUTA FECHADA MESMO. AGORA ESSE VEREADORZINHO QUE SE MANIFESTOU, NÃO TEM COMPETÊNCIA NEM PARA TRABALHAR EM PROL DO BAIRRO ONDE MORA (BELA VISTA), QUE DIRÁ PELA CIDADE. PARA COM ISSO. VAI SER MAIS ÚTIL EM OUTROS DEPARTAMENTOS. FALEI E ESTÁ FALADO.

  2. Avatar

    Rolou um ” incentivo” pra esse Dep. Índio da Costa! Esses são os nossos políticos realmente interessados em resolver os problemas do povo. Chega dia 03 de Outubro todo mundo esquece, não vote em candidato ruim, pesquise a vida prégressa e analise a ficha dele, verifique em sites de transparência pública

  3. Avatar

    Deixa o Benjamin continuar a criar os cavalos de raça dele lá em paz, enquanto isso os burros de carga morrem de trabalhar dentro da CSN…

  4. Avatar

    A ARIE da Floresta Cicuta criada pelo DECRETO Nº 90.792, DE 09 DE JANEIRO DE 1985, deveria ficar como está. A CSN que tem interesse em criar uma RPPN em seu Entorno com isso a Unidade ficaria protegida e seu Entorno ficaria protegido.
    Esta área que está no entorno devera ser reflorestada e apreciada pelos munícipes de Barra Mansa e Volta Redonda onde os mesmo participariam junto como o ICMBio da fiscalização e o Estado INEA juntos entrariam com o Reflorestamento das áreas do entorno

  5. Avatar

    A ARIE da Floresta Cicuta criada pelo DECRETO Nº 90.792, DE 09 DE JANEIRO DE 1985, deveria ficar como está. A CSN que tem interesse em criar uma RPPN em seu Entorno com isso a Unidade ficaria protegida e seu Entorno ficaria protegido.
    Esta área que está no entorno devera ser reflorestada e apreciada pelos munícipes de Barra Mansa e Volta Redonda onde os mesmo participariam junto como o ICMBio da fiscalização e o Estado INEA juntos fariam o Reflorestamento das áreas do entorno

  6. Avatar

    Quem é Índio da Costa para fazer projeto e decidir alguma coisa sobre área de preservação entre VR e BM… É claro que esse deputado da capital nunca pisou aqui ou sebe o quanto o povo desta região tem sofrido com a poluição causada pela CSN. Ai o tal deputado faz um projeto que só atende aos interesses da CSN, que todos daqui sabem muito bem que não preserva nada e nunca se preocupou com o meio ambiente. A floresta da Cicuta tem que ser uma Unidade Federal de responsabilidade do ICMBio. Se o deputado Índio da Costa tivesse realmente boas intenções viria até aqui na região debater com a sociedade local quais seriam as melhores meditas a serem tomadas para preservação da Cicuta. Da forma que o deputado fez ficou claro que só quer defender a posição que o dono da CSN defende.

  7. Avatar

    Afinal, quem matou quem??????

  8. Avatar

    População de volta redonda, não vamos esquecer este nome : ÍNDIO DA COSTA….quase troco o “C” pelo “B”.

  9. Avatar

    Também sou favorável a manutenção do fechamento total da floresta da Cicuta. Se abrir para a população super mal educada como a brasileira, vão destruir tudo, contaminar a água, espalhar lixos e detritos, maltratar animais, tocar fogo na mata, fazer sexo nas moitas, escrever seus nomes imbecis e cafonas nas árvores, defecar e urinar área adentro. Para o bem do meio ambiente que se permaneça MUITO FECHADA. Um dia, daqui a muitos e muitos anos, quando o brasileiro tiver o mínimo de educação, pode-se pensar em abrir.

    • Avatar

      Ótima colocação. Falou tudo.

    • Avatar

      Só não concordo com a questão de fazer sexo nas moitas, neste caso sou a favor….

    • Avatar

      Ele quer fechar até para os pesquisadores. O mesmo já vem fazendo desde 2011 sendo essa a causa para o MPF interceder. Entenda!

      Antes de 2011 tínhamos visitas à floresta acompanhadas e guiadas por ambientalistas; hoje não mais.

      Com essa mudança da lei, acabará de vez. Quem viu , viu. Quem não viu, não vê mais.

    • Avatar

      Também não concordo que a mata seja escancarada à visitação pública, pelos motivos que já foram expostos pelo autor do comentário…

      Quanto ao secso na mata, tem o caboclo d’água pra dar um jeito. É tipo um Michael Myers versão tupiniquim, só que mais peludo e mais perverso…

    • Avatar

      Não estão falando da sua casa que deve ser uma zona mesmo.
      Estamos falando de um bem comum.

  10. Avatar

    De Índio só o nome. Com certeza afilhado do Cunha. Índio quer colar, índio quer apito…. E esse índio o que vai ganhar? Moro nele.

  11. Avatar

    A CICUTA TEM QUE FICAR FECHADA !!!!! SE ABRIR PARA A SOCIEDADE……VAI SER DEVASTADA…..VÃO DEIXAR LIXO …RESIDUOS…VÃO CONTAMINAR AS AGUAS !!!!
    A CSN VAI PRESERVAR !!!!

  12. Avatar

    O Dep. Índio da Costa não ouviu a sociedade de Volta Redonda e entrou na onda da CSN, depois vem pedir voto na época de eleição.Está dando um tiro no pé.

    • Avatar

      Se ela está no municipio de Barra Mansa por que vai ouvir a sociedade de Volta Redonda ?
      Be

    • Avatar

      Porque Barra Mansa é inexpressiva e não tem qualquer ligação com a Cicuta, apenas a abriga em seu teritório, lembrando que a maior parte, não toda ela… Até para entrar ali tem que passar por VR!…

      E o BMFC? Nunca mais ouvi falar…

    • Avatar

      Al Fatah,
      Em primeiro lugar é um prazer escrever para vc.
      Quanto ao BMFC, continua na mesma situação, sem ganhar nada, igual ao VR,
      porém voces tem estádio, dinheiro, mas falta torcida.
      Feliz Ano Novo.

  13. Avatar

    Este Indio virou as costas para o Brasil, ou seja o povo de VR,,,,Os anseios da população é ver as areas de terras da CSN servindo a população e nao a especulação…..Xo Indio….Xo,

  14. Avatar

    “…a Floresta da Cicuta só poderá ser utilizada para o desenvolvimento de pesquisas científicas e visitação com objetivos turísticos, recreativos e educacionais.”

    Se for assim por que mudar? Ou o deputado quer enganar os bobos?

    Alguém, além dele e dos eleitores bobos, vai acreditar que um capitalista vai permitir alguém entrar no seu terreno?

Untitled Document