segunda-feira, 3 de agosto de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Política / Índio da Costa fala da transformação da Floresta da Cicuta em reserva particular

Índio da Costa fala da transformação da Floresta da Cicuta em reserva particular

Matéria publicada em 5 de fevereiro de 2016, 19:05 horas

 


Índio da Costa: ‘Passei a acreditar que para preservar a Floresta, seria melhor ela se tornar uma RPPN’

Índio da Costa: ‘Passei a acreditar que para preservar a Floresta, seria melhor ela se tornar uma RPPN’

Sul Fluminense e Brasília – O deputado federal Índio da Costa (PSD) afirmou em entrevista ao DIÁRIO DO VALE que o pedido para a apresentação do projeto de lei que transforma a Área de Relevante Interesse Ecológico (Arie) da Cicuta em Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) partiu da secretaria de Meio Ambiente da Prefeitura de Barra Mansa, que, ainda segundo Índio, estaria atendendo a uma sugestão do próprio Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

DIÁRIO DO VALE – O senhor conhece a Floresta da Cicuta? Já esteve no local?
Índio da Costa – Conheço a Floresta da Cicuta e sua importância para os Municípios de Barra Mansa e Volta Redonda. Quando Secretário de Meio Ambiente do Estado, lutei pela preservação de todas as áreas verdes e depois de ouvir a secretaria de meio ambiente de Barra Mansa, que me solicitou apresentar este projeto de lei, passei a acreditar que para preservar a Floresta, seria melhor ela se tornar uma RPPN.

DV – Em que o senhor acha que a transformação da Floresta da Cicuta em RPPN vai contribuir para a melhor preservação daquele local?
IC – As RPPNs garantem a preservação e fiscalização das áreas asseguradas por leis.

DV – O projeto de lei que o senhor apresentou nesse sentido se baseia em sugestão e informações de alguma entidade ou liderança política do Sul Fluminense? Se sim, de quem?
IC – Recebi uma solicitação da Secretaria de Meio Ambiente de Barra Mansa, para dar entrada no Projeto de Lei. Existem ambientalistas de renome que apoiam a transformação para RPPN, além de entidades ambientais dos municípios do Entorno, visando sempre o melhor para a Floresta.

DV – Se foi o próprio ICMBio que pediu ao senhor que apresentasse o projeto, que argumentos eles usaram para embasar o pedido?
IC – Foi a secretaria de Meio Ambiente de Barra Mansa, onde ficam 85% da floresta, que me solicitou. Segundo a secretaria, o ICMBio sugere a mudança da categoria. E, como a Arie Floresta da Cicuta foi criada por um decreto federal, sua mudança só seria possível através de um projeto de lei federal. Fico ao dispor da população para melhor escutá-los sempre que desejarem.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

11 comentários

  1. Avatar

    Onde estava os políticos da cidade
    , quando se deu a privatização.

  2. Avatar

    Cabe ao prefeito de BM esclarecer o envolvimento da SME, segundo sua excelência DPF (“…”), Não creio que a população de Barra Mansa apoie tamanho disparate.

  3. Avatar

    Confesso q nem terminei de ler a materia apos ter lido a primeira pergunta e a resposta…

    A pergunta era se o cara conhecia a floresta se ja esteve no local… Falou, falou e n respondeu a pergunta.

  4. Avatar

    Barra Mansa entrou para se vingar de Volta Redonda…
    Temos que pensar como região e não como munícipio.
    Não foi criado o Parque Estadual da Pedra Selada.
    É só criar também o Parque Estadual da Reserva da Cicuta.

  5. Avatar

    Índio quer apito senão o pau vai comer…..

  6. Avatar

    A função da floresta da CICUTA é social e não econômica.Se cedida para siderúrgica, só servirá para descartar resíduos indústriais que tentarão justificar pela necessidade de aterros e obras!
    Meio Ambiente saudável é Direito de todos e um dever do estado.
    Esse índio quer é apito!!!

  7. Avatar

    Que fiscalizaria estas terras ,com os risco de incêndio, risco de pessoas invadir? Quem, a prefeitura como; se nem buraco ela tampa na cidade e tem outra, arrumar mais despesas para população pagar para cuidar destas terras, tomara que eu esteja enganada.

  8. Avatar

    Olha tem alguém mentindo nessa história. O ICMBio diz uma coisa pra VR e outra pra BM ? Uma outra pergunta, BM tem de uma secretaria de meio ambiente estruturada com quadros técnicos altamente capazes para definir tecnicamente o que e bom ou não pro meio ambiente e para ambas as cidades ? Se essa área e comum as duas cidades no mínimo as duas prefeituras deveriam sentar pra discutir a questão, pq só agora surgiu BM nessa imbróglio ? Será que BM esta querendo dar pernada em VR ?

    • Avatar

      A maior parte da Cicuta pertence a Barra Mansa, mas sua importância reside na proximidade com a zona urbana da VR e com a CSN. Só se entra ali passando por VR…

  9. Avatar

    Esse Índio da Costa deveria limitar-se as falcatruas no âmbito do seu covil e deixar as questoes de VR com os voltarredondenses.

  10. Avatar

    Arrumaram até um índio da costa quente pra defender os interesses da CSN

Untitled Document