sexta-feira, 18 de setembro de 2020 - 20:01 h

TEMPO REAL

 

Capa / Política / Jari presta contas do mandato

Jari presta contas do mandato

Matéria publicada em 29 de setembro de 2017, 20:40 horas

 


Cerca de 200 pessoas participaram de reunião no Clube de Bocha, na noite de quinta-feira

Prestando contas: Jari fala sobre principais ações de seu mandato

Prestando contas: Jari fala sobre principais ações de seu mandato

Volta Redonda – O vereador Jari de Oliveira (PSB) recebeu cerca de 200 pessoas, na noite de quinta-feira, 26, para a primeira prestação de contas do segundo mandato no legislativo municipal. Em pauta, estavam as principais ações dele na Câmara de Vereadores como as novas leis da Tribuna Livre, que dá voz aos cidadãos durante as sessões da Casa, e da proibição do uso do cerol no município de Volta Redonda.

A reunião começou com o tema mais atual: a abstenção de Jari durante a votação da taxa de iluminação pública na sessão da última terça-feira, 24, na Câmara de Vereadores. Ele explicou que, primeiramente, fez um pedido de adiamento da votação para que a proposta fosse analisada, como foi voto vencido, preferiu abster-se de votar.

– Não posso votar contra ou a favor de um projeto sem conhecê-lo. Recebemos a proposta às 14h30 e a votação ocorreu em sessão às 15h. No caso da criação de uma taxa de iluminação pública, precisava ouvir o corpo técnico da prefeitura, os técnicos que trabalham comigo e a população. Além disso, tinha que saber os critérios adotados – argumentou Jari.

O vereador reforçou que preza pelo voto responsável e pela participação da população em suas ações. Para confirmar essa afirmação, afirmou que vai continuar nas ruas com o projeto Vereador no Bairro, que em 2016 fez 250 visitas em bairros de Volta Redonda, e neste ano já esteve em mais de 70.

O projeto prevê visita em dois bairros por semana, às segundas e quartas-feiras, das 8h30 ao meio-dia. Em local de fácil acesso, uma tenda é montada para receber os moradores. Mas, além desse espaço, parte da equipe do vereador circula pelas ruas para atingir todo o bairro.

Garantir a participação popular nas ações da Câmara de Vereadores também é o principal objetivo da Tribuna Livre, aprovada no início do mês de setembro.

— Obedecendo a critérios estabelecidos na lei, o cidadão passa a ter voz durante as sessões da Câmara — disse Jari, avisando que as regras para participar podem ser encontradas em sua fanpage ou facebook.

Também por sugestão de parte da população, o vereador criou a lei que proíbe o uso de cerol em linhas de pipas ou papagaio. Aprovada no início de agosto, a lei pretende evitar acidentes que atingem principalmente os motociclistas e ciclistas. “Esse material é capaz de provocar lesões, mutilações e até levar à morte”, disse.

O ex-vereador e ex-vice-prefeito, Carlos Roberto Paiva, padrinho político de Jari, participou da reunião e ressaltou a importância da proximidade da população no dia a dia da vida pública. “Uma das principais qualidades do vereador é ouvir a população. Quanto mais próximo das pessoas, menos erros comete o político”, acredita Paiva.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

14 comentários

  1. Avatar

    Jari fui um eleitor seu e me arrependo amargamente,o sr votou a favor da criação de imposto da iluminação pública,o sr com todo respeito que vc não merece não vale o papel que se limpa,ano que vem tem eleições tá?venha me pedir voto tá?

    • Avatar

      Eli

      Ele não votou a favor da criação desse imposto. Desta vez ele ficou em cima do muro para ver em qual lado ofereceria mais dim dim ou cargos para os eleitores que vão até o “vereador no bairro”, será?

  2. Avatar

    Apenas mais um político parasita que vive d política. A Câmara de VR tem que ter uma renovação.

  3. Avatar

    Vereador Jari , Quem o conhece confia , eu apoio , JARI para PREFEITO!!!!

  4. Avatar

    Demagogo e indeciso. Pediu tempo para analisar a cobrança de mais impostos, até mesmo de seus eleitores? O que estava querendo ganhar?

    E o aumento da conta de água e da passagem de ônibus? O que ele fez contra? Algum eleitor dele pode nos ajudar? O que ele fez para evitar a dívida de 1,2 bilhões e as mais de 17 mil consultas médicas que não foram liberadas pelo Neto, o seu pupilo?

    Onde ele estava na prestação de contas da saúde e da PMVR, a primeira obrigação dele de FISCALIZAR?
    Nesta sexta-feira, 29/09, venceu e não foi apresentada as contas públicas do período. O que ele fez para cobrar?

    Ah, ele estava nas ruas pegando nome e telefone dos próximos cabos eleitorais, e para fazer o trabalho do presidente de associação de moradores? No bairro que resido ele entra, mas só os assessores aparecem.

  5. Avatar
    PAULO ROBERTO GUIMARAES (PAULÃO)

    ESTE TAL DE PAIVA É UMA VERDADEIRA NEGAÇÃO. SER VICE É ACOMODAR-SE E TORCER PELO PIOR.
    É COISA DE FLAMENGUISTA.

  6. Avatar
    agafjgjjkWantuil fortes Silvério

    Gente , Esse Jari é um demagogo , Só vota nele !!! Quem não conhece política……

  7. Avatar

    Parabens vereador jari pela iniciativa de fazer o pedido do adiantamento da votação ( sabemos que foi voto vencido) ate mesmo para que o povo tenha conhecimento e os outros vereadores carlinhos santana e fernando martins que votaram contra parabens ,esses sim estao com a população de volta redonda , e de se estranhar e que a maioria dos vereadores votarao a favor …. porque sera?

    • Avatar

      Carlinhos Santana e Fernando Martins votaram contra agora.

      O que eles fizeram contra o aumento na conta de água e contra o aumento da passagem de ônibus?

    • Avatar

      Carlinhos estava no manifesto contra o aumento da passagem de ônibus e convocou o diretor do SAAE na Câmara na ocasião do aumento.

    • Avatar

      Bom saber, Neandro Chaves. Mas e daí? Qual o resultado? Ele é contra ou não?

  8. Avatar

    Muito interessante a palavra do Ex Vereador e Ex Vice Prefeito PAIVA. ” Uma das principais qualidades do Vereador é ouvir a população, COISA que ele não fez como Vereador e muito menos como Vice Prefeito. Morador da Vila Santa Cecilia, nada fez de útil para o bairro. Jardins, Praças, margem dos córregos, calçadas esburacadas, bancas de Jornais ocupando mais da metade das calçadas, árvores abandonadas, etc. CANSAMOS DE RECLAMAR COM ELE.
    Não ganha mais nada, nem eleição de Síndico.

Untitled Document