sexta-feira, 3 de julho de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Política / Jonas Marins cria sala para coordenar combate ao aedes aegypti

Jonas Marins cria sala para coordenar combate ao aedes aegypti

Matéria publicada em 11 de fevereiro de 2016, 20:23 horas

 


Esforço conjunto: Jonas convocou diversos setores da prefeitura para combaterem juntos o mosquito da dengue

Esforço conjunto: Jonas convocou diversos setores da prefeitura para combaterem juntos o mosquito da dengue

Barra Mansa – O prefeito de Barra Mansa, Jonas Marins (PC do B), criou nesta quinta-feira, dia 11, a Sala Municipal de Coordenação e Controle para o Enfrentamento à Microcefalia, baseado em decreto publicado no Diário Oficial da União. A Sala visa gerenciar ações de mobilização e combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, chikungunyae zika vírus. A reunião de criação aconteceu no gabinete do prefeito e contou com a participação de secretários municipais, coordenadores e diretores de diversos setores da prefeitura.
Durante a reunião, o coordenador de Vigilância em Saúde Ambiental, Igo de Freitas, apresentou um relatório sobre os casos de dengue e zika vírus no país. De acordo com os dados, de 1º a 25 de janeiro deste ano foram registrados 3.954 casos de dengue no Brasil. No mesmo período de 2015, esse número era 2.584. Em Barra Mansa houve um óbito causado pela doença, no último ano. Já o zika vírus chega a marca de 4.783 casos notificados no país, sendo que 76,7% (3.670) continuam em investigação.
“Vemos notícias o tempo todo sobre os casos de microcefalia no país e, este é o momento de conscientizar o pessoal da secretaria municipal de Saúde e toda população. Na realidade, não temos nada palpável, pois faltam informações e sobram dúvidas sobre este assunto. Temos quatro óbitos por zika vírus no país. Essa situação é triste para o Brasil e também para Barra Mansa”, destacou o secretário municipal de Saúde, Luiz Antônio Almeida Viana.
Para Jonas, é preciso travar uma guerra contra o Aedes aegypti. “Esta é uma reunião extraordinária, devido a urgência de sair às ruas e combater o mosquito. Nossa preocupação é muito grande e acredito ser um dever de todos lutar contra o Aedes. Convocamos diversas secretarias e setores da prefeitura para, juntos, traçarmos ações eficazes em nosso município”, enfatizou o prefeito, acrescentando que os gestores não irão desanimar.

Mutirão

Durante o encontro ficou definida a primeira ação da Sala Municipal contra o mosquito. Na próxima quarta-feira, dia 17, uma força-tarefa vai percorrer as ruas do bairro Vila Maria para combater o Aedes aegypti. O prefeito vai se reunir com líderes do bairro nesta segunda-feira, dia 15, para uma reunião de mobilização. A ideia é que, além de funcionários de várias secretarias, a população participe deste mutirão. No dia 25 é a vez do bairro Ano Bom receber o mutirão contra o mosquito.
“Não podemos deixar um mosquito como este nos vencer. Precisamos trabalhar com a prevenção e a preocupação não pode ser apenas do governo municipal. Acredito que cada cidadão pode e deve colaborar com esta verdadeira guerra que está sendo travada a partir de agora”, disse o coordenador de Resíduos Sólidos do Saae BM (Serviço Autônomo de Água e Esgoto), José Ribamar Leal.
A Susesp (Superintendência de Obras e Serviços Públicos) também está engajada nesta causa. Nesta sexta-feira, dia 12, cerca de 300 funcionários da superintendência irão participar de uma capacitação sobre o mosquito causador da dengue, chikungunyae zika vírus. O objetivo é tornar cada funcionário um agente multiplicador de informações.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document