domingo, 17 de outubro de 2021 - 18:42 h

TEMPO REAL

 

Capa / Política / Jordão anuncia medidas de ajuste fiscal

Jordão anuncia medidas de ajuste fiscal

Matéria publicada em 2 de janeiro de 2017, 22:16 horas

 


Em sua primeira entrevista coletiva, prefeito destaca fim de isenções fiscais e novas medidas administrativas para conter custos

Aviso: Prefeito informa que precisará tomar medidas duras para reequilibrar finanças

Aviso: Prefeito informa que precisará tomar medidas duras para reequilibrar finanças

Angra dos Reis – Em seu segundo dia no novo mandato, nesta segunda-feira (2), o prefeito de Angra dos Reis, Fernando Jordão (PMDB) deu sua primeira entrevista coletiva. Ele falou sobre os desafios que irá enfrentar, juntamente com sua equipe, e das medidas de ajuste fiscal que terá que fazer em sua gestão. Fernando Jordão estava acompanhado do vice-prefeito, Manoel Parente, de seus secretários e do presidente da Câmara Municipal, o vereador José Augusto.
O novo prefeito, que apesar de recém-empossado é velho conhecido da população angrense e inicia seu terceiro mandato à frente da prefeitura, destacou que grande parte do que tinha para dizer a população já sabe: ele e sua equipe receberam a prefeitura em uma situação muito difícil. Segundo os números apresentados pelo prefeito, a dívida deixada pela gestão anterior ultrapassa os R$ 300 milhões. Ele explicou que, para tirar a gestão pública municipal desta situação de crise, está adotando medidas em duas vertentes: uma para aumentar a arrecadação e a outra para cortar os custos da máquina.
Fernando Jordão lembrou que quando assumiu a prefeitura pela primeira vez, em 2001, a receita de Angra era de R$ 99 milhões e, ao final de sua gestão como prefeito, ela havia aumentado para R$ 900 milhões. Ele afirmou que a única empresa cuja isenção dos encargos tributários municipais será mantida é a Brasfels.
— Mesmo no caso do estaleiro Brasfels, nós vamos discutir com a empresa a necessidade de geração de empregos e de que esses empregos sejam oferecidos aos angrenses. E não haverá isenção para mais ninguém. É hora de todo mundo contribuir um pouco para Angra se reerguer — defendeu Jordão.
Sobre contenção de custos, ele destacou a redução de 800 cargos comissionados nos quadros da prefeitura, uma decisão dele prontamente entendida pela maioria dos vereadores. O novo prefeito também determinou a suspensão de pagamentos a fornecedores e prestadores de serviço por, no mínimo, 30 dias, enquanto se apura os valores precisos da dívida do município.
— As medidas são duras, mas elas visam reverter a receita da prefeitura para a saúde e um melhor atendimento — explica o prefeito.
Outras medidas anunciadas foram auditoria na folha de pagamento; suspensão de pagamentos de horas extras (fora casos muito excepcionais, mediante autorização do próprio prefeito); retorno do horário normal de expediente nas repartições da prefeitura (8h30 às 17h); decreto de calamidade financeira do município de Angra dos Reis; retorno dos funcionários de carreira cedidos para outros órgãos e instituições com ônus para a prefeitura; fechamento do atendimento ao público em alguns setores da prefeitura até dia 9, para um balanço da situação financeira da gestão municipal (somente serviços essenciais funcionarão normalmente).
— Todos esses desafios são o que nos move. Se eu tivesse medo, teria ficado na minha casa, não estaria aqui — disse Jordão. O prefeito adiantou que será concedida uma nova entrevista coletiva após o dia 9 deste mês, para divulgar o que está sendo apurado da situação financeira.

 

Prefeito pede apoio de servidores

 

Após a solenidade de posse, no domingo (1º) o prefeito de angra dos Reis, Fernando Jordão (PMDB) seguiu para a prefeitura, onde apresentou seu secretariado. O prefeito falou da alegria de estar de volta ao comando da Prefeitura e também das medidas que será obrigado a realizar para reconstruir Angra dos Reis. Fernando também fez questão de agradecer os vereadores que deixaram seus mandatos, pois os mesmos colaboraram com suas propostas, aprovando a reforma administrativa, o projeto das PPPs e o orçamento.
— Quero dizer ao povo de Angra (aqueles que aqui nasceram e aos que escolheram esta cidade como sua) que as dificuldades serão grandes, mas a população não me escolheu nas urnas para ficar aqui fazendo lamentos ou reclamando do que encontramos ou vamos encontrar na prefeitura. Trabalharemos juntos com os servidores públicos, inclusive os cedidos para outros órgãos e municípios. Ninguém vai trabalhar em outro lugar, com Angra pagando. Terá que retornar para trabalhar aqui — declarou Jordão.
O prefeito também convidou os vereadores a se juntarem a ele ba luta pela recuperação financeira da prefeitura.
— Temos um grande desafio pela frente e esse desafio é também de todos os 14 vereadores eleitos. Afinal, todos eles foram eleitos em dobradinha com minha candidatura. Os servidores públicos que enfrentaram grandes dificuldades com os atrasos de salários. Os representantes dos servidores e minha equipe de transição, representada por Marcus Veníssius, a partir de agora, meu Secretário de Governo, assinaram juntos um acordo na justiça para viabilizar os pagamentos atrasados. Por isso, eu tive que assinar um documento feito de próprio punho garantindo que honraria o pagamento desse empréstimo. Foi uma exigência do Ministério Público e da Justiça para viabilizar o acordo. Ou seja, eu sou responsável civil e criminalmente por esse empréstimo. Mas não tive medo. Nossa equipe técnica já fez um levantamento completo das finanças da Prefeitura para 2017. Nós encontramos um rombo nas contas da Prefeitura superior a 300 milhões de reais, fora a previsão de mais de 100 milhões de reais até o final do ano. Entre o que está previsto de despesas e o que efetivamente será arrecadado, a diferença é de quase 9 milhões de reais por mês. Por isso, meu apelo ao bom senso e lucidez. E meu pedido de apoio e confiança dos funcionários e de seu sindicato — frisou Fernando.
Fernando finalizou seu discurso pedindo a proteção e bênçãos a Nossa Senhora Aparecida, da qual é devoto e visita seu templo quase que mensalmente. Neste momento, ele não conseguiu contar as lágrimas e a voz embargada pela emoção.
— E pedindo licença aos que professam outras religiões, peço que Nossa Senhora de Aparecida nos dê a sua benção, nossa mãe querida, que visito todos os meses na sua catedral em Aparecida do Norte. Pois minha fé e esperança, nunca deixaram de existir. E também peço aos padroeiros de Angra dos Reis, ao glorioso São Benedito e a imaculada Nossa Senhora da Conceição, que nos abençoem, nesta nossa nova jornada — finalizou Fernando.
Após a cerimônia do Aquidabã, Fernando Jordão e Manoel Parente se encaminharam para a sede da prefeitura, onde apresentaram sua equipe de secretários. O presidente da Fundação Hospital Geral da Japuíba, Sebastião Faria de Souza, não pode comparecer à posse.

O secretariado

* Secretaria de Governo e Relações Institucionais: Marcus Veníssius Da Silva Barbosa
* Secretaria de Administração: Carlos Macedo Costa
* Secretaria de Finanças: José Carlos de Abreu
* Controladoria: Roberto Peixoto Medeiros da Silva
* Procuradoria: Rodrigo Larrosa Rocha
* Secretaria De Educação, Ciência e Tecnologia: Stella Magaly Salomão Correa
* Secretaria de Saúde: Gustavo Marcondes Villa
* Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade: Alexandre Giovanetti Lima
* Secretaria de Desenvolvimento Social e Promoção da Cidadania: Célia Cristina Amorim Silva Jordão
* Secretaria de Desenvolvimento Econômico: João Carlos Rabello
* Fundação de Turismo de Angra dos Reis: Carlos Henrique Souza de Vasconcellos
* Angraprev: Luciane Pereira Rabha
* Serviço de Abastecimento de Água e Esgoto (Saae): Paulo César de Souza
* Fundação Hospital Geral da Japuiba: Sebastião Faria de Souza

 

Prefeitura faz limpeza geral das ruas do centro da cidade

Limpeza: Equipe da prefeitura lava ruas do Centro de Angra dos Reis

Limpeza: Equipe da prefeitura lava ruas do Centro de Angra dos Reis

Cinco equipes da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade da Prefeitura de Angra dos Reis estavam em ação nas ruas por volta das 5h desta segunda (2). A intenção de Fernando foi lavar a cidade completamente, para tirar a aparência de abandono em que se encontrava o centro da cidade, justamente em um período em que o município recebe milhares de visitantes de diversas partes do Brasil e de outros países também.
As equipes foram divididas por áreas e tarefas. Enquanto uma estava no início da Rua do Comércio (Praça General Osório), varrendo, raspando o mato dos paralelepípedos, paredes e muros e esfregando os toldos com vassoura, água e sabão, outra equipe estava do outro lado da mesma rua. Um terceiro grupo atuava no Aterro do São Bento, pintando meio-fio e postes e a quarta equipe se encontrava no Parque das Palmeiras, realizando a mesma ação. A quinta equipe trabalhava com o auxílio de um caminhão Vac-All Sewer-Jet, para o trabalho de desobstrução das redes de águas pluviais, que estavam assoreadas por falta de manutenção.
O prefeito Fernando Jordão fez questão de acompanhar tudo pessoalmente. Logo assim que chegou, ele foi recebido com muito carinho pelos servidores de serviço. Quase todos pararam suas atividades para dar um abraço em Fernando e desejar-lhes as boas-vindas.
Os trabalhos contaram com caminhões pipa e um Munk, utilizado para levantar pessoas. Neste caso, foi usado para que o servidor pudesse escovar os toldos da Rua do Comércio. A água utilizada foi a bruta, retirada no horto municipal, no areal, e é imprópria para o consumo.
O secretário de Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade, Alexandre Giovanetti, disse que esta ação passará a fazer parte da rotina de trabalho da secretaria e se repetirá periodicamente, sempre no período noturno, para não atrapalhar o tráfego de veículos e o funcionamento do comércio.

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

3 comentários

  1. Sr. Paulo Cesar De Sousa. Pelo amor de DEUS, traga uma equipe de Volta Redonda, para treinar esses funcionários do SAAE. Principalmente para o Parque Mambucaba, porque nada funciona.

  2. Em Angra só faltou o neto seu secretariado estão todos na prefeitura golpe de mestre.

Untitled Document