quarta-feira, 27 de outubro de 2021 - 10:53 h

TEMPO REAL

 

Capa / Política / Light cobra na Justiça dívida da Prefeitura de Barra do Piraí

Light cobra na Justiça dívida da Prefeitura de Barra do Piraí

Matéria publicada em 4 de setembro de 2017, 21:15 horas

 


Processo: Mario Esteves vai discutir cobranças na esfera judicial

Processo: Mario Esteves vai discutir cobranças na esfera judicial

Barra do Piraí – A concessionária de energia elétrica Light está cobrando judicialmente da Prefeitura de Barra do Piraí uma dívida de aproximadamente R$ 32 milhões. A empresa afirma que a prefeitura vem deixando de pagar três parcelamentos negociados anteriormente, incluindo débitos referentes à iluminação pública, nos meses de abril a agosto de 2017. Já a prefeitura afirma que está negociando com a distribuidora de energia elétrica desde o início do mandato do prefeito Mario Esteves (PRB), em janeiro.

Já a Light afirma que participou de quatro reuniões com Esteves, mas o município, até o momento, não apresentou nenhuma solução concreta. A prefeitura, em nota, disse que “o governo municipal está empreendendo todos os esforços para chegar a um consenso com a Light, que possibilite colocar um fim nessa bola de neve de dívidas”.

Ainda de acordo com a prefeitura, “não adianta assumir uma parcela altíssima, incompatível com o orçamento atual do município”. A nota do governo municipal, inclusive, afirma que a dívida existente se refere a esses parcelamentos negociados anteriormente: “A Prefeitura lamenta a irresponsabilidade de gestões anteriores, que fizeram parcelamentos a perder de vista, sem considerar o problema que estariam criando para o futuro. Existem parcelamentos datados de quase 10 anos atrás”, afirma a nota, acrescentando que “as contas de energia elétrica relacionadas ao exercício 2017 estão dia. Os parcelamentos feitos por gestões anteriores é que estão sendo cobrados pela Light”.

 

Prejuízo

 

Além de não receber os valores cobrados da prefeitura, a Light afirma estar tento prejuízo com o recolhimento de Imposto sobre Circulação de Mercadorias (ICMS) e outros tributos cobrados na conta de energia elétrica de Barra do Piraí; a perda seria de cerca de R$ 13 milhões.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

4 comentários

  1. corta o fornecimento
    igual fazem conosco

  2. E o senhor prefeito querendo um carrão blindado kkkkkkkkkkk ., esse nunca mais ganhara nada kkkkkk

  3. agafjgjjkWantuil fortes Silvério

    Enquanto isso, Em Barra do Piraí , Há fantasma ganhando salário improdutivo, Só para fazer joguinho políticos….

  4. “gestores públicos” assim mesmo com as iniciais minúsculas que só sabem fazer dívidas e mais dívidas para nós. E tem eleitor que aplaude, apoia e torna a votar.

    Só para lembrar: o Samuca deixará uma dívida ainda maior do que os 1,2 BI deixada pelo Neto.

Untitled Document