>
quarta-feira, 22 de junho de 2022 - 18:09 h

TEMPO REAL

 

Capa / Política / Mario Esteves proíbe rodeios e vaquejadas

Mario Esteves proíbe rodeios e vaquejadas

Matéria publicada em 22 de junho de 2022, 18:09 horas

 


Foto: PMBP
Mario Esteves afirma que não tem graça assistir ao sofrimento de animais

Barra do Piraí – O prefeito de Barra do Piraí, Mario Esteves, que é conhecido por defender a causa dos direitos dos animais, assinou na terça-feira, 21, um decreto que proíbe a realização de rodeios e vaquejadas no município. De acordo com o documento ficam permitidos os eventos como exposições agropecuárias, provas hípicas, copas de marcha, procissões religiosas, desfiles civis ou militares, desde que não esses não apresentem quaisquer tipos de maus-tratos aos animais.

Nos últimos anos, vem crescendo entre os ativistas da causa animal o apelo, a nível nacional, pelo fim dos rodeios. Médicos veterinários, juristas e técnicos apontam que a prática da vaquejada é extremamente cruel com os bovinos, sujeitando-os a estresse extremo, maus-tratos, risco de fraturas, contusões, mutilações e óbito.

Responsável pela implantação do maior projeto público de bem-estar animal do Sul Fluminense, com quatro unidades móveis de castração funcionando num município de 100 mil habitantes, Mario Esteves aderiu ao clamor de protetores, concordando que as vaquejadas apresentam uma série de riscos à vida dos animais.

“Vivemos num mundo globalizado, em que se fala até em metaverso, com uma pluralidade de manifestações culturais e de entretenimento que nunca se viu antes na história. Não vejo justificativa para continuar, em pleno 2022, achando divertido assistir ao sofrimento dos animais. É algo que não cabe, precisamos dar esse passo e evoluir como seres humanos. Tortura contra animais não tem graça”, defendeu o prefeito.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Untitled Document