domingo, 20 de setembro de 2020 - 04:24 h

TEMPO REAL

 

Capa / Política / Modelo de gestão hospitalar de Volta Redonda foi desenvolvido pelo MPRJ

Modelo de gestão hospitalar de Volta Redonda foi desenvolvido pelo MPRJ

Matéria publicada em 5 de agosto de 2020, 16:24 horas

 


Prefeitura adotou projeto Bússola_Gestão Hospitalar (B_GH), desenvolvido pelo Laboratório de Inovação do MPRJ

Volta Redonda – O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) teve seu projeto Bússola_Gestão Hospitalar (B_GH), desenvolvido pelo Laboratório de Inovação (Inova/MPRJ), adotado pela Prefeitura de Volta Redonda como parte de suas políticas de saúde e gestão hospitalar, executadas por Organizações Sociais (OSs). A medida foi publicada em decreto municipal. O B_GH tem por objetivo promover a abertura, o monitoramento e a comunicação de dados críticos da gestão hospitalar.

O projeto-piloto abrigou em seu escopo o Hospital Estadual Adão Pereira Nunes (HEAPN), em Duque de Caxias, e o Hospital São João Batista (HSJB), em Volta Redonda. Com a pandemia do novo coronavírus (Covid-19), o Inova/MPRJ redirecionou seus esforços para dar suporte às demandas da Força Tarefa de Atuação Integrada na Fiscalização das Ações Estaduais e Municipais de Enfrentamento à COVID-19 (FTCOVID-19/MPRJ).

Assim, no HSJB, foram coletados mais de 13 anos de dados dos sistemas de gestão e prestação de serviços da unidade. Os dados estão sendo explorados e organizados pelo Inova/MPRJ e seus parceiros. Após essa experiência, a Prefeitura de Volta Redonda decidiu estender a abrangência do B_GH para toda a rede municipal de alta complexidade, por meio do decreto municipal n. 16.219, de 29 de junho de 2020.

Na prática, o projeto passa a ser instrumento integrante da política pública de saúde e gestão hospitalar executadas por OSs no município. Além disso, se torna obrigatória a inclusão, em futuros editais e contratos de gestão de OSs para a área de saúde, de cláusula determinando que as mesmas deverão se submeter às regras do projeto e também aderir ao Bússola_Gestão Hospitalar.

Inova/MPRJ

Criado em 2019 pelo procurador-geral de Justiça, Eduardo Gussem, o Laboratório de Inovação do MPRJ (Inova/MPRJ) baseia sua atuação na utilização de inteligência artificial e no uso da pesquisa, ciência de dados e tecnologia para estabelecer uma cultura de colaboração e coparticipação da sociedade com o Parquet fluminense. Formado por uma equipe multidisciplinar, o órgão também trabalha com o conceito de trazer para dentro do MPRJ uma visão cidadã, gerando, a partir desta interlocução, soluções para os desafios enfrentados pelo Estado. Entre os projetos desenvolvidos está o Impacta, programa de inovação aberta que permite especificar o desafio que o órgão público quer ver solucionado e o resultado que ele espera, o Fagulha, que estimula o espírito inovador de agentes internos e externos, convidando-os a trabalhar com a equipe do Laboratório, o Bússola _ Gestão Hospitalar, que objetiva assegurar o registro de informações hospitalares em formato aberto e com frequência próxima ao tempo real, e o Bússola _Baía de Guanabara, desenvolvido em parceria com o Grupo de Atuação Especializada em Meio Ambiente (GAEMA/MPRJ) para monitorar os acordos firmados entre MPRJ, CEDAE e Governo do Estado do Rio, referentes às obras de saneamento na Bacia da Baía de Guanabara.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document