quarta-feira, 21 de outubro de 2020 - 07:18 h

TEMPO REAL

 

Capa / Política / MPRJ, Conselho de Cultura e Rodrigo Furtado promovem audiência pública sobre Recreio do Trabalhador

MPRJ, Conselho de Cultura e Rodrigo Furtado promovem audiência pública sobre Recreio do Trabalhador

Matéria publicada em 22 de junho de 2020, 14:29 horas

 


Volta Redonda – O Conselho Municipal de Cultura de Volta Redonda,  o Ministério Público do Estado do Rio (MPRJ) e o vereador Rodrigo Furtado vão promover uma audiência pública online na próxima terça, 23, às 19 horas, para tratar do tombamento do Recreio do Trabalhador. Desde que a Fundação CSN anunciou no último dia 12 que fechará definitivamente o clube, o parlamentar disse ter se consternado com a notícia e imediatamente elaborou um Projeto de Lei tentando reverter a situação. “Fiquei totalmente impressionado com a notícia. Me dei conta que o Poder Legislativo deixou a desejar nesse ponto não acompanhando de perto a situação do Recreio, um lugar tão importante para a história de Volta Redonda”, lamentou Rodrigo.

Dias depois de ter aprovado seu projeto de tombamento na Câmara, o vereador articulou junto com os órgãos competentes uma audiência pública para formalizar o processo. “A audiência Pública tem como finalidade debatermos o que precisa ser acrescentado ou retirado do projeto de lei de minha autoria. Não tenho vaidades com relação a isso. O que não podemos permitir é que a CSN apague mais esse parágrafo de nossa história”, denunciou o vereador.

Ainda de acordo com Furtado, estabelecer a função social de um empreendimento da extensão do Recreio é extremamente benéfico para o município. “Vale ressaltar que Volta Redonda, em extensão territorial, é bastante pequena, o que atrapalha o desenvolvimento econômico. Sem espaços para crescer, perdemos novas fábricas e até a construção civil fica comprometida. Em contrapartida, a CSN mantém as terras inoperantes, sem cumprir com a função social exigida pela Constituição de 1988. Só o Recreio do Trabalhador tem em torno de 42 mil metros quadrados. Isso é quase um bairro de Volta Redonda”, comparou o parlamentar.

Para o presidente do Conselho Comunitário, Carlos Eduardo Gíglio, a audiência pública será uma grande oportunidade para unir iniciativas em nome de um bem comum. “A audiência tem grande importância por reunir poder publico, iniciativa privada, legislativo, judiciário e sociedade civil para buscar caminhos para solucionar a questão. O Recreio dos Trabalhadores, criado para oportunizar lazer e esporte de qualidade para funcionários da fábrica em especial e a população de maneira geral e foi vendido na privatização. É preciso encontrar uma solução para que o espaço cumpra sua função social, baseado no edital da privatização, no Estatuto das Cidades e na lei de Patrimônio Histórico”, explicou.

Segundo os organizadores da audiência, o evento será através do google meet por conta da pandemia. Os que desejarem participar, devem acessar o link https://www.facebook.com/events/584591468861539/?active_tab=about


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Avatar

    Parabéns Vereador Rodrigo Furtado, MPRJ e Conselho de Cultura!
    o Recreio e parte da nossa história, nossa cidade merece mais respeito por parte da CSN, sei que ela foi é e fundamental para nosso desenvolvimento mas, nossa população também foi é e responsável para o sucesso da empresa, nosso suor levantou a empresa…

Untitled Document