quinta-feira, 2 de dezembro de 2021 - 15:45 h

TEMPO REAL

 

Capa / Política / MPRJ requer suspensão da Torcida Jovem do Flamengo dos estádios pelo prazo de um ano

MPRJ requer suspensão da Torcida Jovem do Flamengo dos estádios pelo prazo de um ano

Matéria publicada em 13 de março de 2015, 09:53 horas

 


O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) ajuizou, na quinta-feira (12), ação civil pública (ACP) requerendo a suspensão da Torcida Jovem do Flamengo – incluindo seus membros e associados – dos estádios, pelo prazo de um ano. A ACP está respaldada no inquérito civil nº 105/2015, instaurado pela promotora de Justiça Glícia Pessanha Viana Crispim, em auxílio à 4ª Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva de Defesa do Consumidor e do Contribuinte da Capital, para apurar atos de violência ocorridos no dia 31 de janeiro de 2015, momentos antes da partida entre Macaé e Flamengo.

De acordo com informações remetidas pelo Grupamento Especial de Policiamento em Estádios (Gepe) ao MPRJ, integrantes da Torcida Organizada do Flamengo invadiram o Estádio Cláudio Moacyr de Azevedo, furtaram pertences e aterrorizaram jogadores e membros da comissão técnica, além de agredirem fisicamente o goleiro Ricardo Berna, antes da partida. Fatos que foram comprovados por meio de vídeos postados na Internet.

O documento também cita episódios ocorridos no dia 01 de março, por ocasião da partida entre Flamengo X Botafogo, na estação de metrô de São Cristóvão, onde um integrante da Torcida Jovem do Flamengo foi preso portando uma arma de fogo e drogas. “Fato que demonstra à sociedade a intenção de utilização do referido armamento em confronto com outras torcidas organizadas”, descreveu a promotora na ação, que explica, ainda, que a Torcida Jovem do Flamengo – assim como outras torcidas organizadas – é signatária de Termo de Ajustamento de Conduta firmado pelo MPRJ com a intervenção do Ministério do Esporte e da Polícia Militar, tendo assumido o compromisso de cadastrar e excluir seus membros violentos, além de estar sujeita à medida de banimento em caso de envolvimento em episódios violentos.

Na semana passada, o MPRJ obteve junto ao Juizado do Torcedor e Grandes Eventos a suspensão da Torcida Organizada Young Flu e da Torcida Organizada Força Jovem do Vasco. A decisão do juiz Marcello Rubioli determinou o afastamento por um ano dos locais em que se realizem eventos esportivos, em todo território nacional, sob pena de multa de R$ 20 mil por integrante identificado e/ou por evento.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

2 comentários

  1. Sou flamenguista, mas concordo com a punição e digo mais deveriam era extinguir essa torcida… Por diversas vezes presenciei esta mesma torcida agredir torcedores COMUNS por se manifestarem contra algum jogador, principalmente em jogos CHAMADOS de “JOGOS DE TORCIDA ÚNICA”, por ser contra times pequenos torcidas pequenas que NÃO tem RIXA contra eles, aí eles brigam contra torcedores COMUNS…

  2. Já passou da hora.Se não punir direito vai ficar muito estranho,já que as outras foram.

Untitled Document