quinta-feira, 9 de julho de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Política / Nelson Gonçalves propõe sessão da Alerj pelos 40 anos do Voltaço

Nelson Gonçalves propõe sessão da Alerj pelos 40 anos do Voltaço

Matéria publicada em 12 de fevereiro de 2016, 18:26 horas

 


Deputado diz que data será propícia para reunir nomes que ajudaram a escrever a história do time

Histórica: Prefeito Nelson Gonçalves (de camisa estampada) posa com uma das primeiras formações do Voltaço

Histórica: Prefeito Nelson Gonçalves (de camisa estampada) posa com uma das primeiras formações do Voltaço

Rio e Volta Redonda – O deputado estadual Nelson Gonçalves (PSD) protocolou na na Alerj (Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro) um requerimento para a realização da Sessão Solene pelos 40 Anos de Fundação do Voltaço Futebol Clube. Segundo Nelson, que não esconde a paixão pelo time da cidade, essa data será propicia para reunir nomes importantes que ajudaram a escrever a história desse time, que aniversariou no último dia 09 de fevereiro. Segundo o parlamentar, o time tem “uma história de orgulho, tradição e sucesso que merece ser relembrada e comemorada”.
O evento, a ser agendado pelo Legislativo Estadual, deverá ainda proporcionar aos amantes do futebol e da história, uma verdadeira viagem no tempo. Isto porque, o acervo preparado pelo deputado Nelson Gonçalves, a ser apresentado nesta sessão solene, é vasto.
Ao falar da história de fundação do time o parlamentar garante, por exemplo, que não se pode esquecer a ousadia e empenho do ex-prefeito Nelson Gonçalves, que conseguiu em apenas 70 dias construir o Estádio Raulino de Oliveira, além de fundar um time de futebol, cumprindo com isso, exigência da CBD, hoje atual CBF, para que a cidade pudesse participar dos campeonatos Carioca e Nacional de Futebol.
– Com a fusão dos estados da Guanabara com o Rio de Janeiro, em 1975, meu pai foi procurado pelo presidente da CBD, Heleno Nunes, que indagou se a cidade possuía um time e um campo de futebol e, mesmo sem nada disso, ele disse que sim, e foi quando o município recebeu um prazo de 90 dias para oficializar tanto o estádio, quanto o time, projetos que se tornaram realidade após dias e noites de trabalho – recordou o deputado Nelson Gonçalves.

Um pouco de história

O Estádio Raulino de Oliveira, antes de 1976, era apenas um campo de futebol, sem nenhuma infraestrutura para receber o público. Transformar esse espaço em um estádio que pudesse receber grandes nomes do futebol brasileiro não foi tarefa fácil. Pelo contrário: a obra exigiu dedicação intensa dos trabalhadores e do então prefeito Nelson Gonçalves, que acompanhou passo a passo os serviços. O resultado: Um estádio completamente novo, com capacidade para 25 mil pessoas, em complexo inovador, para a ocasião.
Paralelo à construção do Estádio Raulino de Oliveira, o prefeito Nelson Gonçalves tinha outra missão: compor um time de futebol. Junto com um grupo de apoiadores essa tarefa também não foi fácil. Entre os obstáculos a serem vencidos pelo prefeito estava o fato de que parte do grupo defendia que o time deveria se chamar Flamengo de Volta Redonda.
Outra vertente defendia ainda que este novo time deveria ter as cores vermelha, amarela e preta. Propostas estas duramente rebatidas pelo prefeito Nelson Gonçalves, que desejava mais: um time que tivesse o perfil da cidade, o nome da cidade e fosse defendido e amado pelos moradores de Volta Redonda.
— A idéia era criar um time em que os voltarredondenses se identificassem, um time que despertasse paixões pelo futebol, orgulho pela camisa e pela cidade — enfatizou o deputado Nelson Gonçalves, lembrando que após muita discussão o então prefeito conseguiu aprovar o nome de Volta Redonda Futebol Clube. “Meu pai acreditava que o Voltaço traria muitas alegrias para o estádio e para a população da cidade”, completou o deputado, acrescentando “com o estádio e o time, Volta Redonda poderia receber grandes nomes do futebol como Zico, Romário, Rivelino, entre outros, permitindo a nossa população assistir bem perto de casa esse espetáculo que é o futebol brasileiro.

Conquistas

Assim como o jogo de estreia onde o Voltaço, no dia 14 de março de 1976, venceu o Botafogo por 3 a 2, no Estádio Raulino de Oliveira, a história do time da Cidade do Aço, foi de muito sucesso. O ano de criação desse time foi, sem dúvida, um dos melhores. Logo após esta partida, com uma linda vitória sobre o Botafogo, o Voltaço, foi novamente aclamado pela torcida que já não media esforços pelo amor ao time do aço.
Desta vez, a demonstração de carinho, foi no Estádio Moça Bonita, em uma partida contra o Bangu, onde a torcida amarelo e preta invadiu o Estádio para prestigiar o novo time. E as manifestações de carinho não pararam. Mesmo ato se repetiu em um novo jogo, no Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, em partida do Voltaço contra Fluminense, onde a torcida após a disputa também invadiu o gramado e aplaudiu o desempenho do time da Cidade do Aço. Toda essa manifestação de carinho revelou, e ainda revela, que este time, foi criado para ficar na história da Cidade do Aço.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

11 comentários

  1. Avatar
    É BRINCADEIRA NÉ...

    Não inventei mentira, nem tão pouco falei sem saber. O estádio era um puleiro, e hj é maravilhoso. Nenhum prefeito jamais fez o que o Neto fez pela cidade. O VOLTAÇO é show mas o trabalho de reviver a história não é do deputado. O DEPUTADO TEM QUE SE DETER NÃO EM ENCHER LINQUIÇA MAS EM PROCURAR VER O QUE ESTÁ ACONTECENDO COM OS APOSENTADOS DO ESTADO, O QUE O GOVERNADOR ANDA FAZENDO. Quanto as homenagens, deixa para sect. de cultura ou dirigentes do clube. VAI TRABALHAR DIREITO SENHORES DEPUTADOS.

  2. Avatar

    Parabéns Deputado pela homenagem. Voltaço sem dúvida é importante para a história de nossa cidade. Precisamos toda ter carinho com o nosso Voltaço. Qd aos demais problemas todos os políticos, incluindo o deputado, mas TB todos os cidadãos. Respeitar a história do Voltaço não é ser indiferente aos demais problemas. Agora aproveitar qualquer fato para chorar e reclamar qd muitos não fazem sua parte é apequenar o espiríto. Respeitem meu Voltaço. E verdadeiramente lutem pelos demais problemas que vivemos. Pensando no que os outros erraram mas TB no que nós estamos errando. O Brasil está muito ruim mas a culpa não é só dos políticos.

  3. Avatar

    Faltando trabalho para o nobre deputado.
    Aumento a aliquota do icms, prejudicando os empresários, mas
    sempre fazendo coisas inúteis em prol dos cidadãos.
    Parabéns !!!

  4. Avatar

    Tanta coisa mais importante pra ser discutida na ALERJ! O povo reclama da situação no Brasil, mas quando o assunto é carnaval e futebol esquecem de tudo!

  5. Avatar

    Tudo bem que temos vários problemas, mas qual o problema do Deputado propor uma sessão homenageando o Voltaço que afinal de contas faz parte da vida da cidade. Isso não vai arrancar pedaço pô. Acho importante sim deixar marcado a data, afinal são 40 anos. Agora Romildo, você é voltaço ou não é meu caro sai de cima desse muro meu filho.Os outros que estão criticando dá pra saber que não torce pelo V.Redonda,ou não gostam do Deputado, mas você! obs: tem outro Observador na área que não é o original.

  6. Avatar

    …PARABÉNS DEPUTADO!
    Cumprindo seu papel de representante do povo.
    Do jeito que o povo gosta.

  7. Avatar

    Acho importante também uma sessão pelos 20 anos da rodovia do contorno.
    PARABÉNS DEPUTADO!

  8. Avatar

    Blza sou fã do Voltaço e já votei no noibre Deputado ., mas aqui pra nós tem coisas mais importante pra fazer aí na Alerj né nobre Deputado ., enquanto isso os servidores estão sem salario ., a dengue esta se alastrando a passos largos ., por favor nobre Deputado ….

  9. Avatar

    Orgulho de ser Voltaco. Vitoria no Campo.

  10. Avatar

    Essa história muito bem narrada pelo nobre deputado, afirma que o Estádio General Sylvio Raulino de Oliveira foi de fato construído para o VOLTA REDONDA FUTEBOL CLUBE, mas hoje infelizmente, o imperador que o reconstruíu dando uma nova roupa ao estádio e conforto, ignora o time da cidade, dando todo apoio e conforto a times de fora, espero que um dia mais próximo, o Tricolor de Aço, possa se sentir em casa novamente.

    • Avatar

      Voltaço e Resende se enfrentaram na Ilha do Governador, embora o mando fosse do Resende, enquanto o florminense utilizou nosso estádio para enfrentar o Bonsucesso na mesma data. Realmente uma vergonha o imperador desprestigiar o time da cidade, querendo fazer média com os times da capital e que não conseguem construir um estádio. Pra piorar, custam a pagar as pessoas envolvidas nos jogos, tendo pagamentos atrasados a quase um ano.

Untitled Document