sábado, 27 de novembro de 2021 - 21:21 h

TEMPO REAL

 

Capa / Plantão da redação / Neto propõe união do poder público e sociedade civil contra Aedes aegypti

Neto propõe união do poder público e sociedade civil contra Aedes aegypti

Matéria publicada em 26 de janeiro de 2016, 15:52 horas

 


Articulando: neto reúne diversos setores da sociedade para unir esforços contra mosquito (Foto: Divulgação)

Articulando: Neto reúne diversos setores da sociedade para unir esforços contra o Aedes aegypti

Volta Redonda – O prefeito Antônio Francisco Neto recebeu em seu gabinete ao lado do vice-prefeito Carlos Roberto Paiva, no final da tarde desta segunda-feira (dia 25), secretários municipais, presidentes de autarquias, além do major Vagner Cavalcanti, da secretaria de planejamento do 28º Batalhão de Polícia Militar; do comandante de 22º Grupamento de Bombeiro Militar, coronel Márcio Caetano; representantes da Guarda Municipal e Defesa Civil; e de entidades como a Aciap-VR (Associação Comercial Industrial e Agropastoril de Volta Redonda), CDL (Câmara dos Dirigentes Lojistas), AAP-VR (Associação dos Aposentados e Pensionistas de Volta Redonda), Sindicato do Comércio Varejista, Sindicato dos Metalúrgicos, Sider Shopping, o Falcões de Aço Motoclube e outras.

Todos foram convocados a entrarem na luta contra o Aedes aegypti, o mosquito da dengue, que também transmite os vírus Zika e Chikungunya. Volta Redonda quer ser exemplo para outros municípios contando com a experiência e a colaboração de diversos setores da sociedade para acabar com o mosquito. “Esta reunião foi a primeira de muitas, já senti falta neste grupo de representantes dos clubes sociais do município e também de membros de grupos como Lions e Rotary, que têm muito a somar e colaborar para alcançarmos o nosso objetivo”, afirmou o prefeito.

AÇÃO

A primeira ação conjunta entre o poder público e voluntários da sociedade civil já foi definida neste primeiro encontro. Um mutirão vai levar atividades de prevenção, orientação e eliminação de possíveis focos do Aedes aegypti a todos os bairros da cidade na sexta-feira (dia 29), das 8h às 10h. De acordo com Neto, entre as funções do grupo também estará anotar se o morador quer fazer descarte de algum tipo de entulho para posteriormente a Secretaria Municipal de Serviço Público (SMSP) fazer agendamento para realizar o serviço. “O objetivo é colocar mais de mil pessoas nas ruas, mesclando agentes da Vigilância Ambiental – ligada da Secretaria Municipal de Saúde – voluntários e ainda representantes de um órgão de segurança pública”, disse o prefeito.

O município foi divido em 12 setores, mas todos os bairros serão beneficiados com o mutirão. Durante a reunião ficou definido que os pontos de encontro serão as Unidades de Saúde dos bairros, onde não houver postos de saúde, as pessoas devem se dirigir à escola ou ao CRAS (Centro de Referência à Assistência Social. Mas em caso de dúvida, os locais exatos serão publicados, a partir da próxima quarta-feira (dia 27), no PortalVR.com.

Além de definir a ação para a próxima sexta-feira (dia 29), durante a reunião, o presidente do Saae-VR (Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Volta Redonda), Paulo César de Souza, fez uma explanação sobre a situação dos focos do mosquito hoje no município, confirmando que a maioria das larvas são encontradas dentro dos domicílios. Ele também apontou e deu sugestões de como cada uma das entidades presentes no encontro poderia colaborar com a diminuição da infestação do Aedes aegypti.

A ação será acompanhada de uma campanha para convidar a população a participar da luta contra o mosquito. Durante o encontro no gabinete do prefeito, os convidados conheceram o jingle da campanha, que vai acompanhar as equipes durante a caminhada na sexta-feira. Além disso, serão espalhados outdoors na cidade e também serão feitas campanhas nas rádios.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

10 comentários

  1. Pode começar tirando os entulhos de galhos e matos das praças. ..

  2. Quantas pessoas na reunião para concluir que além do seu quintal terá de cuidar também das ruas e praças abandonadas cheias de mato e lixo, obras paradas, carros abandonados em depósitos, será que a prefeitura não tem como tapar as crateras nas ruas, fechou na beira rio os acessos embaixo das pontes, enquanto permaneceu, não ví um único “guardinha” descontrolando o trânsito por alí, melhor pra nós, quando o nível voltou ao normal, só havia lama, ninguém da prefeitura apareceu para limpar a via, me sinto enganado.

  3. Tem cada cratera na rua que com essas chuvas os mosquitos vão adorar fazer uma casa com piscina nelas,
    Já que em uma tampinha ele põe ovos o que dirá em uma cratera.

    • Sim ! Vamos tampar os buracos da prefeitura ! Os buracos abertos pelo SAAE e não tampados depois ! Primeiro isso !!!!

  4. Festa a gente dá quando o dinheiro tá sobrando…
    Se a prefeitura não cuida da cidade como pedir pra população cuidar de suas casas.

  5. Fiquei confuso … Essa união ainda nao existia ????? Somente agora S.Excia acordou ???????????

  6. Enquanto isso o Belvedere está com matagal com 2 metros de altura, na rua 8. A praça está uma floresta com galhos e árvores . As ruas mais esburacadas impossível , tem que dirigir desviando de crateras o tempo todo.
    Dá vontade de não pagar IPTU, pois invés de fazer a manutenção da cidade fica dando festa de Natal, Ano Novo, Páscoa, Festa Agostina e Carnaval. Fora a Excursão em hotel 5 estrelas para a terceira idade.

Untitled Document