quinta-feira, 17 de outubro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Política / Pezão afirma que calendário de pagamento de salários pode ser antecipado

Pezão afirma que calendário de pagamento de salários pode ser antecipado

Matéria publicada em 13 de novembro de 2016, 18:23 horas

 


Pezão: ‘As medidas de ajuste que propusemos são estruturantes’ (Foto: Divulgação)

Pezão: ‘As medidas de ajuste que propusemos são estruturantes’ (Foto: Divulgação)

Rio – Em entrevista concedida a um jornal no sábado (12), o governador Luiz Fernando Pezão disse que o Governo do Estado trabalha para antecipar o calendário de pagamento divulgado na última sexta-feira.

– Este é o calendário possível que conseguimos estabelecer, porque estávamos há muitos dias sem pode acessar nossas contas devidos aos arrestos e bloqueios. Hoje estava reunido com a equipe econômica para ver se conseguimos alguma receita extraordinária para antecipar o calendário. Esse é o nosso esforço. Se não tivermos surpresa de nenhum arresto, vamos cumprir esse calendário. Estamos tentando antecipar multas de empresas, que aderirem ao termo de ajuste de conduta. Nossa realidade é essa, quitar a folha dos servidores à medida que as receitas entrarem no caixa – afirmou o governador.

Pezão destacou a importância da securitização de ativos para o equilíbrio dos estados.

– Acabei de conversar com o presidente Michel Temer. As medidas de ajuste que propusemos são estruturantes. O governo federal não vai ajudar, se o Estado não fizer ajustes nas suas contas. Porém, precisamos encontrar medidas mais de curto prazo. A securitização de ativos nesse momento ajuda muito. Porém, não é fácil fazer uma operação como essa rapidamente. Estou há um ano e meio lutando por isso em Brasília, pela securitização da dívida ativa, dos royalties do petróleo e ações da Cedae – destacou Pezão.

O Governo do Estado já depositou, integralmente, os salários dos servidores ativos e inativos da área de Segurança – policiais civis e militares, bombeiros e agentes penitenciários – e servidores ativos da Educação. O valor pago – R$ 1,28 bilhão – representa 62% do total da folha líquida de outubro, que é de R$ 2,1 bilhões. Os demais servidores ativos, inativos e pensionistas receberão, de forma escalonada, em até sete parcelas a partir do décimo dia útil do mês de novembro (16). Os servidores e pensionistas com remuneração menor terão seus vencimentos quitados antes daqueles com salários maiores.

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

5 comentários

  1. Avatar

    Esse Pézudo foi prefeito de uma cidadezinha minuscula. Depois foi vice do Cabral como figura decorativa. Amiguinho da Dilma, vivia defendendo ela. Agora diz q não sabia da crise econômica desse estado incompetente. Pede pra saír, renuncia e vai cuidar da sua saúde. Não tem capacidade de governar o estado nesse momento caotico, cujos principais responsaveis foram seu partido, o PMDB e o partido da sua amiguinha, PT.

    • Avatar

      Não fala merda, cabeça. Quem governou o Rio foi o PMDB e ninguém mais. Vc deve ser mais uma dessas teleguiadas do jornal nacional , repete tudo que a globo fala.. Estude!

  2. Avatar

    Pezão o seu pagamento está em dia não está? Seu e dessa córgea que quebraram o Rio e seus estados. Onde está Cabral? Em Caribe? kkkkkkkkkkkkkkkkk Vendo você se estrepar. Resultado da ganância por poder político.

  3. Avatar

    Pede pra sair Pezão, e retorne ao rancho de onde saiu.

  4. Avatar

    pezão pezão pezão pezão !
    viva a globo.

Untitled Document