segunda-feira, 24 de fevereiro de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / manchete1 / Pezão defende ensino integral no Estado

Pezão defende ensino integral no Estado

Matéria publicada em 20 de março de 2015, 16:41 horas

 


Governador afirmou ainda que pretende implantar energia solar nas escolas do Estado

Sociedade: Pezão elogia projeto sustentável da creche-escola e destaca  importância da parceria público-privada (Foto: Felipe Vieira)

Sociedade: Pezão elogia projeto sustentável da creche-escola e destaca importância da parceria público-privada (Foto: Felipe Vieira)

Resende

O governador Luiz Fernando Pezão (PMDB) esteve na manhã de hoje em Resende para inaugurar uma creche-escola, construída pela Nissan como um das contrapartidas contratuais do Estado para a implantação da sua fábrica na cidade. Durante a cerimônia, Pezão defendeu mais investimento na Educação, principalmente na de ensino integral, como o modelo do Ciep (Centro Integrado de Educação Pública), idealizado por Darcy Ribeiro e implantado pelo então governador, Leonel Brizola.
– O Brasil e o Rio pagam por terem desacreditado na educação. Por terem desacreditado no modelo do Darcy Ribeiro e Brizola. Tenho certeza que hoje não estaríamos prendendo tantos bandidos – disse Pezão, destacando mais investimentos do Estado na Educação. “Teremos 100 escolas em ensino integral”.
Sobre o espaço inaugurado, o governador elogiou o projeto sustentável e afirmou que pretende copiar para as outras unidades de ensino do Estado.
– Essa unidade é um exemplo para todos nós, porque tem um projeto sustentável, com energia solar, e que pretendo implantar em todas escolas do Estado. Não quero saber se é caro ou não, eu vou colocar – falou.
Pezão também destacou a importância da parceria público-privada, como a que deu origem a creche-escola em Resende. Pezão explicou que elas permitem o Estado suprir carência em áreas que ele não consegue abranger.
– É uma parceria que incentivamos nos empréstimos com iniciativas do Estado, para que 1% desse empréstimo volte na área social. Então pedimos que as empresas construam as escolas, que é onde a criança se forma. Uma política que começamos a adotar nos nossos empréstimos e que queremos que cada vez mais as empresas façam essa aplicação – enfatizou.

Governador reconhece que Estado não está em dia com fornecedores

Ainda durante a inauguração do centro de educação infantil, em Resende, o governador Luiz Fernando Pezão (PMDB) afirmou que algumas secretarias estaduais, como a de Saúde, Assistência Social e de Administração Penitenciária, não estão em dia com seus fornecedores. Para solucionar essa pendência, Pezão disse que espera a liberação dos depósitos judiciais e o pagamento de grandes empresas que estão na dívida ativa do Estado.
– Ontem de manhã tive a oportunidade de me reunir com todos os fornecedores do Estado pedindo um credito de confiança, para os próximos 60 dias. Todos eles aceitaram. Estamos construindo uma linha de desconto para eles no Bradesco, onde eles vão poder receber seus atrasados – disse.
Minimizando um pouco a crise econômica, Pezão destacou que o pior já passou e que atualmente no Brasil, a boa notícia vem do Estado do Rio. Para exemplificar esse cenário otimista, o governador lembrou das negociações que vem fazendo com as grandes empresas que estão inadimplentes no Estado.
– Temos atualmente uma dívida que gira em torno de R$ 700 milhões e temos mais de R$ 8 bilhões para receber de empresas inadimplentes do Estado. E eu estou cobrando uma por uma. Todos os dias me reúno com elas, e tenho certeza que vamos ter boas notícias nos próximos dias que ajudarão o Estado a cumprir seus compromissos – explicou.
Ainda na fase de boas notícias, Pezão falou sobre a questão da liberação dos depósitos judicias, que será votada na segunda-feira (23).
– Eles estão muito bem encaminhados, com isso já resolvemos mais de 70% da nossa dívida e garante o pagamento de aposentados e pensionistas. É um momento muito difícil no Brasil. A união votou o orçamento essa semana, na terça-feira. Mas esperamos também ter todos os nossos recebimentos colocados em dia – pontuou.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

2 comentários

  1. Avatar

    Acabar com o projeto de tempo integral foi um enorme erro.Mas ainda pode ser colocado na prática pois estão ai os predios,vulgo:Brizolãõ.

  2. Avatar

    muito cara de pau , os colégios estão sucateados , faltando merenda , serventes , matérias básicos para manutenção das escolas e falando em educação integral, não consegue manter nem em um período !! Vergonha a educação no estado

Untitled Document