sexta-feira, 15 de novembro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Política / Plano para Carnaval de Rua 2020 é discutido em audiência pública

Plano para Carnaval de Rua 2020 é discutido em audiência pública

Matéria publicada em 20 de outubro de 2019, 18:19 horas

 


Prefeitura espera garantir a segurança dos blocos e dos foliões
(Foto: Geraldo Gonçalves- Secom PMVR)

Volta Redonda– A Secretaria Municipal de Cultura, promoveu uma audiência pública, na Câmara Municipal, na sexta-feira (18), para discutir o carnaval de rua de 2020, nos aspectos culturais, de entretenimento, turístico e festivo. Objetivo é construir pontes com a sociedade para alinhar os planos municipais com a realidade cultural da cidade.
O prefeito Samuca Silva disse que é importante garantir a segurança dos blocos e dos foliões e trabalhar em conjunto para fazer um excelente carnaval.
– É necessário construir junto com a sociedade uma regulamentação para disciplinar como será o carnaval de 2020. Estamos sempre incentivando que as secretarias construam esse espaço para participação social, de forma democrática e pensando em políticas públicas que serão eficientes na prática – apontou Samuca.
A Secretaria de Cultura levou uma proposta pra organizar o período no ano que vem e, a partir dessa proposta, os blocos de rua, as associações de moradores e outros órgãos públicos puderam opinar e sugerir elementos para melhorar o atendimento dos blocos, atender as demandas das associações e garantir uma atividade sem problemas e bastante positiva para a cidade.
A secretária da pasta, Aline Ribeiro, falou que a audiência é muito válida em relação à democracia e diálogo.
– A SMC tem buscado construir pontes com a sociedade para alinhar nossos objetivos, pautados pelo Plano Municipal de Cultura, com a nova realidade cultural de Volta Redonda – afirmou.
O vereador e presidente da Câmara, Edson Quinto, abriu a audiência falando sobre a alegria das pessoas na época do carnaval e pontuou que é um evento importante para o município.
– Parece que está longe, mas não está. Precisamos ter uma logística eficiente para que todos possam aproveitar da melhor maneira possível e foi isso que discutimos na audiência – afirmou Edson.

Sugestões

Dentre as sugestões apresentadas, foi discutido sobre fazer com que os blocos sejam em forma de cortejo, ou seja, que percorram por uma rua ou avenida e não fiquem parados em determinado local. Além disso, também foram apresentadas sugestões de datas para os períodos que antecedem o carnaval, durante os cinco dias de folia e o pós-evento.
Representando os blocos, o estudante Natan Teixeira disse que o carnaval de 2020 será um grande desafio.
– Eu acredito que esse espaço é um excelente canal de diálogo para que nós possamos ter um momento democrático e construir um carnaval que possa atender também as nossas demandas – finalizou Natan.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

2 comentários

  1. Avatar

    Carnaval de rua em volta redonda , tem que ser na vila ..

  2. Avatar

    Audiência entre interessados é Reunião Privada; não tem nada de pública, mesmo sendo na CASA DO POVO, a CMVR onde não há um site na internet atualizado ( em plena era das redes sociais ) nem com a agenda do dia.

    VAI VENDO aí o que dá votar em candidatos que NÃO CONHECEM a Administração Pública e NÃO ENTENDEM de Gestão Pública.
    Assim como o prefeito Samuca confunde OBRIGAÇÃO com TRANSPARÊNCIA, há tbm vereador confundindo REUNIÃO PRIVADA entre interessados com AUDIÊNCIA PÚBLICA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Untitled Document