>
sábado, 28 de maio de 2022 - 13:56 h

TEMPO REAL

 

Capa / Política / PMDB confirma nome do pré-candidato que disputará a prefeitura de Resende

PMDB confirma nome do pré-candidato que disputará a prefeitura de Resende

Matéria publicada em 18 de abril de 2016, 21:04 horas

 


Encontro de apresentação do professor Mário Rodrigues reúne 600 pessoas; pré-candidato é secretário de Rechuan

 

Evento: Pré-candidatura de Mário Rodrigues pelo PMDB foi anunciada no dia 15

Evento: Pré-candidatura de Mário Rodrigues pelo PMDB foi anunciada no dia 15

Resende – Em encontro com a participação de 600 pessoas, realizado na noite de sexta-feira, dia 15, no CCRR (Centro Cultural Recreativo Resendense), o diretório municipal do PMDB confirmou a pré-candidatura do secretário de Educação do Município, professor Mário Rodrigues, à sucessão do prefeito José Rechuan (PP), nas eleições municipais deste ano.

Além de Rechuan, participaram do encontro a deputada estadual Ana Paula Rechuan (PMDB); secretários municipais; o prefeito de Quatis, Bruno de Souza (PMDB); os ex-prefeitos Augusto Leivas (Resende) e Jorge Serfiotis (Porto Real), do PPS e do PMDB, respectivamente; vereadores de Resende e de Itatiaia; e presidentes de 13 partidos políticos, que manifestaram publicamente o apoio à pré-candidatura do secretário de Educação.

Para Mário Rodrigues, “a cidade de Resende teve inegavelmente avanços importantes durante os dois mandatos do prefeito José Rechuan, principalmente nas áreas de educação, saúde, infraestrutura, assistência social, trânsito, cultura, urbanismo, esporte e lazer”. No entanto, ele entende que “o Município precisa evoluir ainda mais, através de novos investimentos, e da ampliação do volume de conquistas sociais para no dia a dia dos moradores”.

— Tenho a consciência de que muitas ações ainda precisam ser realizadas, pois a cidade vem apresentando um nível de crescimento considerável ao longo dos últimos anos. Resende precisa de mais creches, por exemplo. Por isso, é necessária a realização de novas obras e serviços com o objetivo de garantir as condições de vida saudável da população, dentro de uma administração moderna e que tenha uma visão de futuro, pois a cidade passa mesmo por um processo acelerado de expansão – declarou o pré-candidato do PMDB.

O prefeito José Rechuan (PP) disse que “o Município já foi prejudicado no passado com a interrupção de projetos de governo em razão da eleição de prefeitos de grupos políticos diferentes”. Rechuan também reconheceu “a capacidade administrativa do professor Mário Rodrigues em levar a cidade a um novo patamar de desenvolvimento”.

Por sua vez, a deputada estadual Ana Paula Rechuan (PMDB) frisou que, apesar da crise financeira que afeta o Governo do Estado do Rio de Janeiro e a grande maioria das cidades brasileiras, a Prefeitura de Resende vem conseguindo garantir os serviços essenciais à população, “principalmente na área da saúde pública”.

— Enquanto muitas UPA´s (Unidades de Pronto Atendimento) passam por uma série de dificuldades no estado do Rio, a unidade de Resende continua atendendo a população porque a prefeitura do nosso Município destina os recursos financeiros necessários ao seu funcionamento. Numa visita ocorrida há poucos dias ao nosso município, o próprio secretário estadual de saúde (Luís Antônio de Souza Teixeira), reconheceu a saúde pública da nossa cidade como uma das melhores do estado – declarou Ana Paula.

Segundo o presidente do PMDB de Resende, Édson Lima, o partido há vários meses vinha debatendo a escolha do seu candidato para a eleição deste ano. Ele disse que o nome do professor Mário Rodrigues foi definido em razão do seu trabalho na Secretaria Municipal de Educação, cuja titularidade ocupa há quase três anos, e do exercício de três mandatos de vereador na cidade. O atual secretário de Educação foi vereador durante as legislaturas 1993-1997, 1997-2000 e 2005-2008, tendo ocupado a primeira secretaria da mesa diretora do poder legislativo por duas vezes.

— A trajetória do professor Mário Rodrigues mostra uma grande experiência no serviço público, nas áreas administrativa e política, o que o credenciou junto aos membros do partido a ser convidado para ser o pré-candidato do PMDB à Prefeitura de Resende. Hoje existe o entendimento de que Mário Rodrigues reúne os requisitos necessários visando dar continuidade ao projeto de governo colocado em prática pela administração do prefeito José Rechuan, e que, para o bem do povo do nosso município, julgamos importante que tenha continuidade – declarou o presidente do partido.

Os partidos cujos presidentes confirmaram apoio à pré-candidatura do secretário municipal de Educação em Resende, no encontro da sexta-feira passada,  foram os seguintes: PMDB, PP, PPS, PV, PCdoB, PTB, PSC, Solidariedade, PSL, PRB, PHS, PMB e PROS.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

7 comentários

  1. Infelizmente nas nossas cidades da região teremos poucas opções, eu acho que só Volta Redonda-RJ que terá um numero razoável de candidatos o resto deve ter 3 candidatos infelizmente isso limita as opções e infelizmente não haverão muitas mudanças.

    • Volta Redonda só tem negociantes até agora.

      Candidato que conheça a Administração Pública e entenda de Gestão Pública se aparecer será raridade.

      Aliás e o próximo candidato de VR pode se preparar para assumir a dívida milionária com a light.

    • Volta Redonda-RJ até tem pré-candidato formado em administração pública e estudioso da área, só que não sei se está preparado para assumir uma prefeitura como a de Volta Redonda.

    • Mas como, Joaquim?

      Se ele é formado em Administração Pública e estudioso da área , não pode haver dúvidas.

      Em qual botequim ele se formou?

    • Não vou citar nomes para não fazer propaganda de politico nenhum, ser estudioso é uma coisa outra totalmente diferente é colocar em prática, ao meu ver candidato bom seria aquele que foi pelo menos diretor em alguma secretária para ter noção de como funciona a prefeitura por dentro. Existe sim candidato que é formado em Administração Pública e com pós graduação porém não sei se ter bagagem prática para assumir uma prefeitura grande e complexa que é a de Volta Redonda-RJ

  2. liberdade e propriedade

    Foz do Iguaçu tem o orçamento pouca coisa maior que o de Resende, mas com o dobro do tamanho de Resende, mesmo assim a cidade de Foz é um brinco, um luxo, todas as ruas são largas com asfalto liso tapete, calçadas padrão por toda a cidade e não há engarrafamentos. Como pode Foz ser assim e Resende não? Lembro que o estado do PR é mais pobre que o RJ.

  3. Sem chance alguma para o PMDB e aliados. E pior, o PMDB de Resende está aliado a comunistas defensores da Dilma.

    E só uma pergunta: quando vão indicar um candidato que conheça a Administração Pública e entenda de Gestão Publica?

    Professor, médico, dentista, mecânico, cabeleireiro, leiteiro economista entendem de Gestão Pública?

Untitled Document
close