quinta-feira, 17 de outubro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Política / PV tem dois pré-candidatos à prefeitura

PV tem dois pré-candidatos à prefeitura

Matéria publicada em 23 de março de 2016, 21:59 horas

 


Dupla: Samuca e Dayse disputam cabeça de chapa do PV em Volta Redonda

Dupla: Samuca e Dayse disputam cabeça de chapa do PV em Volta Redonda

Volta Redonda – Dois nomes do Partido Verde de Volta Redonda estão disputando a indicação da legenda para a eleição à prefeitura. Os pré-candidatos pelo PV são: Samuca Silva, 34 anos, e Dayse Marques Penna, 44. A legenda verde decidirá até meados de abril o nome que encabeçará a chapa majoritária de outubro. As informações foram passadas pela presidente do diretório municipal do PV, Nena Duppre.
– O candidato pelo PV será escolhido depois da prévia partidária. É um momento histórico para o partido na cidade: dois nomes disputando a indicação. Isso mostra a democracia dentro do PV em Volta Redonda – disse Nena Duppre, que continuou: “O partido aposta na renovação da política de Volta Redonda e o PV se apresenta como a terceira via nas eleições municipais”.
A presidente da legenda destacou ainda a simpatia que o município tem pelo Partido Verde. Nas eleições presidenciais de 2010, por exemplo, a candidata pelo PV, Marina Silva, venceu na cidade com mais de 40% dos votos, deixando pra trás Dilma Rousseff (PT) e José Serra (PSDB). Além disso, a legenda verde já elegeu vereadores e o prefeito Gotardo Netto (2004).

Pré-candidatos apostam na renovação da política

O discurso dos dois pré-candidatos é o mesmo: renovação na política de Volta Redonda. A empresária Deyse Penna, que é presidente da Associação de Moradores do Conforto, caso seja escolhida pelo PV, disputará uma eleição partidária pela primeira vez: “A cidade pede transparência e mudança. O Partido Verde está proporcionando isso para Volta Redonda”, afirmou Deyse, que também já foi presidente do Núcleo de Ação Comunitária (NAC) da cidade.
Samuca, que deixou o PTN para ingressar no PV, já concorreu duas eleições: para vereador (2012) e deputado (2014). Especialista em administração pública, ele afirma que se filiou ao partido verde por conta da ideologia da legenda. “Tenho uma forte identificação pela ideologia do Partido Verde. Estou à disposição da legenda, junto com minha equipe”.

PV coliga com PMN na proporcional

O Partido Verde se coligou com o PMN nas eleições proporcionais (Câmara Municipal) e pretende eleger dois parlamentares por coeficiente e outro por média. Nena Duppre não descarta a possibilidade de se coligar com outros partidos nas eleições proporcionais. “Ainda estamos aberto para fechar a coligação na eleição proporcional”.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

2 comentários

  1. Avatar
    FranciscoJFLacerda

    Quando se fala na renovação política de Volta Redonda há de se dizer também quem são estes novos nomes, suas origens, suas formações, suas ideias e quais seriam seus projetos inovadores e suas capacidades em gerir e administrar, isto é importantíssimo! Eu conheço um pouco de Samuca Silva, está na pág. da rede social dele: Autor, Prof. Universitário, Palestrante, Contador, Servidor Público Federal exercendo a função de Assessor Especial. Digo isto porque já já os ignorantes, os adversários, os já viciados e aproveitadores no poder vão dizer quem são estas pessoas, nunca ouvi falar, eles são aventureiros, são aproveitadores etc…E ficaria tudo no mesmo, a renovação necessária poderia ser barrada por interesses escusos e as mesmas raposas velhas cheias de esquemas continuariam com a mesma lábia, artimanhas e o município sendo colocado mais para trás no progresso e no desenvolvimento.

  2. Avatar

    Precisamos sim de renovação na política e o PV está de parabéns por começar em casa mostrando o que é democracia, mas escolhendo quem conheça a Administração Pública e entenda de gestão pública.

    Empresário, ginecologista, médico, professor, dentista, presidente de associação de moradores, gari, advogado, estudante de Ciências Contábeis são especialistas na suas áreas, não em Gestão pública.

Untitled Document