>
sábado, 28 de maio de 2022 - 01:56 h

TEMPO REAL

 

Capa / Política / Recursos para Hospital Regional serão votados na semana que vem

Recursos para Hospital Regional serão votados na semana que vem

Matéria publicada em 28 de junho de 2016, 20:15 horas

 


Presidente da Alerj anuncia votação de projetos durante reunião com prefeitos e deputados da região

Solução: Verbas pagas por montadoras ao Fundes ajudarão a bancar funcionamento do Hospital Regional

Solução: Verbas pagas por montadoras ao Fundes ajudarão a bancar funcionamento do Hospital Regional

Rio e Sul Fluminense – O presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), deputado Jorge Picciani (PMDB), se comprometeu a colocar na pauta de votações da próxima semana quatro projetos de lei que visam destinar recursos para a inauguração do Hospital Regional do Médio Paraíba, em Volta Redonda, no Sul Fluminense. O anúncio foi feito durante reunião, nesta terça-feira (28), entre o presidente da Alerj e dez prefeitos de municípios do Sul do estado.
Os projetos de lei, de autoria conjunta de Picciani com os deputados Edson Albertassi (PMDB) e Ana Paula Rechuan (PMDB), modificam o funcionamento do Fundo de Desenvolvimento Econômico e Social (Fundes) na Região do Médio Paraíba. Os recursos do fundo são destinados a projetos sociais, culturais e assistenciais. Mas, caso as leis sejam aprovadas, essa verba será repassada ao Hospital Regional.
Atualmente, as montadoras de automóveis que se instalaram no sul do estado com incentivos fiscais do Governo do Rio destinam ao Fundes 1% do que economizam com esses benefícios.
A previsão para 2016 é que as indústrias automobilísticas locais destinem R$ 1,8 milhão ao Fundes. Esse recurso seria suficiente para a inauguração do Centro de Imagens do hospital, que necessita de um custeio de R$ 800 mil por mês.
— Os projetos serão colocados em pauta na semana que vem. Temos consciência de que os recursos do Fundes não são suficientes para a abertura completa do hospital, mas já será possível colocar em funcionamento o Centro de Imagens para a realização de ressonâncias magnéticas. Vamos tentar uma interlocução com o Ministério da Saúde para que mais recursos sejam repassados — informou Picciani. O presidente da Alerj também pediu aos prefeitos dos municípios que a unidade irá atender um estudo completo de todos os recursos necessários para o seu funcionamento.
O líder do governo na Alerj, deputado Edson Albertassi, explicou que, além de auxiliar na inauguração, os recursos do Fundes também vão ajudar a manter o hospital.
— Primeiro é necessário começar os atendimentos, mas também é importante reservar uma quantia fixa de dinheiro para ajudar a manter a unidade. Se as leis forem aprovadas, o recurso do Fundes no Médio Paraíba será sempre destinado ao Hospital Regional — disse Albertassi.
— Existe uma grande demanda na região para exames como o de ressonância e ultrassonografia. A abertura do Centro de Imagem do Hospital Regional vai contribuir para diminuir o tempo de espera da população por esses exames, além de diminuir o custo dos municípios que atualmente não possuem um equipamento próprio – explica Ana Paula Rechuan.
De acordo com o secretário de Estado de Saúde, Luiz Antonio de Souza Junior, outra prioridade é inaugurar 40 leitos de Unidades de Tratamento Intensivo (UTIs), que teriam um custeio de R$ 2,5 milhões por mês.
— Estamos fazendo nosso papel. Para o Centro de Imagem, a Secretaria irá enviar o aparelho de ressonância magnética ao hospital. Outro consenso dos prefeitos locais é a inauguração de UTIs. Ainda debateremos como vamos conseguir esses recursos — afirmou Luiz Antônio.
Os 12 prefeitos dos municípios que serão beneficiados com a inauguração do hospital criaram o Consórcio Intermunicipal de Saúde do Médio Paraíba (Cismepa).
Segundo o prefeito de Volta Redonda, Antônio Francisco Neto, o Hospital Regional vai gerar economia de gastos às prefeituras.
— Atualmente, os municípios do Sul do Rio gastam muito dinheiro com a contratação de serviços hospitalares terceirizados, já que nenhum hospital público tem, por exemplo, aparelhos de ressonância magnética. O Hospital Regional irá salvar vidas e melhorar o atendimento local — afirmou.
O deputado estadual Nelson Gonçalves (PSD) considerou a reunião, entre os prefeitos integrantes do Consórcio Intermunicipal de Saúde do Médio Paraíba (Cismepa) e o presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro, Jorge Picciani (PMDB), mais um passo importante em busca de recursos que possam garantir o funcionamento do Hospital Regional. O parlamentar voltou a lembrar a eficácia da parceria entre o Legislativo Estadual e os municípios na construção desta unidade de saúde.
— Nossa luta pelo funcionamento do Hospital Regional não é de agora. Pelo contrário, estamos desde o início do projeto trabalhando para a construção desta unidade e agora para conquistar recursos a fim de garantir o funcionamento desta unidade — ressaltou o deputado lembrando o doação da Alerj de R$ 24 milhões para obras desta unidade, sendo os R$ 20 milhões iniciais doados pela Alerj a pedido de Nelson Gonçalves em 2009.

O hospital

O Hospital Regional vai atender a mais de um milhão de pessoas de 12 municípios do Sul do Estado. A unidade terá capacidade para realizar cerca de sete mil consultas por mês e contará 40 leitos de UTIs, 130 leitos de enfermaria e 40 leitos de Unidades Intermediárias (UI).
Doação da Alerj
No mês de maio, Jorge Picciani esteve no hospital para entregar uma doação de R$ 4,4 milhões para a conclusão das obras da unidade, iniciadas em 2011. O repasse de recursos foi aprovado pela Mesa Diretora da Casa e teve o apoio dos deputados da região: Edson Albertassi (PMDB), Nelson Gonçalves (PSD), Ana Paula Rechuan (PMDB), Dr. Julianelli (Rede), Benedito Alves (PRB) e Marcus Vinicius (PTB).


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

10 comentários

  1. Fizeram quatro eleicoes,para prefeito ,incluindo baltazar,NA RODOVIA do CONTORNO, e nao concluiram agora o povo esqueceu,tanto que elegeu neto 4 vezes, agora comeca a novela do hospital regional.Que neto ja elegeu na ultima ,com promessa de hospital infantil, passagem integrada e nada.pesquisa NETO, maior aprovacao, TEMOS o GOVERNO QUE MERECEMOS. Acorda povo volta redonda, acorda.

  2. Fora. Om esses piciani, pai e filhos e todos os políticos ligados à eles. Mudança já

  3. É muito blá, blá blá…

  4. O que os prefeitos estão querendo é propaganda política no ano de eleição, os políticos da região estão se acostumando a inaugurar obras pela metade ou até mesmo obras que só estão no papel e nem foram executadas. Vide a cidade de Pinheiral.

  5. GOSTARIA DE SABER QUANDO VAI SER FEITO O CONCURSO PARA ESCOLHER OS FUNCIONARIOS DESTE HOSPITAL, OU VAI COLOCAR PARA FUNCIONAR, SEM FUNCIONARIO, OU TIRANDO DE OUTROS HOSPITAIS, AQUELES QUE NAO ESTAO DISPOSTOS A TRABALHAR COM SERIEDADE, POIS ACHAM QUE O SALARIO É BAIXO, AI ATENDE MAL E COM FALTA DE EDUCAÇÃO.

  6. Nada como um ano eleitoral para que as autoridades tenham mais criatividade. Mas desconfio que vão desvestir um santo para vestir outro, ou seja, alguém vai ficar sem verba para que o Raio X do hospital funcione. Agora imaginem o quanto se vai gastar para colocar para funcionar num prédio enorme com atendimento apenas em algumas salinhas com custo de deslocamento muito maior para profissionais e pacientes se fosse numa clínica de imagens muito menor no centro de V. Redonda. Desequilíbrio total no custo/benefício só para alavancar o candidato do prefeito.

  7. Desta vez não deixaram o Nelsinho assinar o trabalho. Nelsinho é igual aqueles alunos atrasados que chegam só para assinar. Faz nada nas assina. Desta vez detonaram ele.

  8. Em ano eleitoral esses políticos marketeiros aproveitam toda oportunidade para ficar em evidência. São os mesmos sanguessugas que faliram o Estado do Rio. Ninguém pode votar em nenhum deles, mudança geral em todos as esferas, reforma política passa por novos políticos.

  9. Antonio Jose Peludo

    Alguem de sã conciencia acredita nessa história totalmente nababesca onde o estado e o pais estão falidos e o pior governantes totalmente nefelibatas fora da realidade .Nos Poupe…

  10. Essa cambada de abutres estão interessados é em quanto vão lucrar com a saúde do povo.

    A população regional sabe bem o quanto os políticos da região nas mais diversas casas legislativas e executivas sugaram dinheiro público em prol da famigerada Rodovia do Contorno e que até hoje não foi inaugurada.

    ABUTRES.
    COVARDES.

Untitled Document
close