>
segunda-feira, 23 de maio de 2022 - 15:23 h

TEMPO REAL

 

Capa / Política / Resende equipara base salarial e concede aumento aos servidores a partir de maio

Resende equipara base salarial e concede aumento aos servidores a partir de maio

Matéria publicada em 28 de janeiro de 2019, 18:15 horas

 


Aumento será de 3% para todos os funcionários concursados; cargos comissionados não serão contemplados

Resende – A prefeitura de Resende vai reajustar o salário de todos os servidores municipais de carreira. O aumento será de 3% sobre a tabela salarial, mas, em alguns casos, os valores podem subir em até 41%. Os aproximadamente 1800 funcionários que recebem abaixo do salário mínimo, defasagem que se arrasta há 10 anos, terão o vencimento equiparado ao valor de R$ 998,00 (atual mínimo nacional). Além dessa melhoria, haverá ainda o acréscimo de 3% a esse salário base. Essa equiparação melhora também todos os benefícios que têm como cálculo o salário base, como por exemplo os anuênios e triênios. Com isso, entre reajuste e correção, o aumento do salário base pode chegar a até 41% para esta parcela dos servidores.

Para isso, a prefeitura vai encaminhar para o Legislativo uma mensagem para mudar a tabela salarial. Ou seja, Servidores que recebiam, por exemplo, R$727 de salário base vão passar a receber R$998 mais 3% de reajuste, o que equivalerá a R$ 1.027, isso sem considerar as verbas adicionais.

Todos os demais servidores vão ter um aumento de 3% no salário base. É importante ressaltar que os salários dos cargos comissionados não serão reajustados. Só assim foi possível dar esse aumento nesse momento. O reajuste valerá a partir de maio deste ano e só será possível pelo fato do novo governo ter conseguido equilibrar as contas da Prefeitura, que chegaram a ser rejeitadas pelo Tribunal de Contas do Estado em 2016. A nova gestão encontrou um déficit financeiro de mais de R$ 4 milhões, mas equilibrou as contas e conseguiu aprová-las perante o TCE em 2017.

Além disso, o governo municipal conseguiu rever contratos antigos, refazer licitações e promover novos certames, que permitiram uma economia de R$ 26 milhões aos cofres municipais. Os serviços básicos oferecidos pela Prefeitura à população foram mantidos e ampliados nos dois primeiros anos da nova gestão. Os percentuais de investimento na Educação e Saúde, por exemplo, ficaram acima do estipulado pela lei.

Outra medida que tornou possível o reajuste aos servidores é justamente relacionada à folha de pagamento. A nova gestão manteve os gastos com pessoal dentro do determinado pela Lei de responsabilidade Fiscal, com cortes de cargos e secretarias.

Todas essas medidas foram acompanhadas de estudos de impacto financeiro, que permitiram o anúncio de agora sem prejudicar o atendimento e serviços prestados à população.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

4 comentários

  1. Quando barra mansa vai fazer isso também? Salário base tá em 700 e pouco e tem gente que só ganha o base com o abono de 100 reais. Vem desconto em cima disso ainda.

  2. QUE AFRONTA AOS SERVIDORES ESSE AUMENTO! ESSE PREFEITO NÃO TEM MESMO VERGONHA NA CARA. AUMENTO DESSE PORTE NEM DEVERIA SER ANUNCIADO.

  3. Como pode a pessoa ganhar menos que o mínimo…

  4. Olha na boa, servidor público quer ganhar bem e fazer nada, porém há muito tempo os servidores estão com o salário abaixo do mínimo e os que mais sofrem são aqueles que têm os menores ganhos o que seria justo o aumento, o problema da administração pública, no entanto, é ter gente demais rendendo muito pouco, ou seja é improdutiva, pois se fosse o inverso os custos de mão de obra seriam menores e com isso os servidores teriam salários mais dignos.

Untitled Document