sexta-feira, 22 de março de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Política / Resultado de economia nos gastos públicos gera recursos para a realização de obras em Quatis

Resultado de economia nos gastos públicos gera recursos para a realização de obras em Quatis

Matéria publicada em 9 de janeiro de 2019, 22:38 horas

 


Praça dos Direitos Humanos é um dos locais beneficiados com obras feitas com verbas resultantes da economia de gastos públicos

Quatis – A austeridade determinada pelo prefeito Bruno de Souza (MDB) nos gastos da administração municipal, através do decreto número 2690/2015, que estabeleceu várias medidas de contenção de despesas, e as quais se encontram em vigor até hoje, vem possibilitando não apenas o pagamento em dia dos salários do funcionalismo e das contas da prefeitura, mas também está gerando recursos financeiros para novos investimentos em obras e serviços.

As obras e serviços principais no biênio 2017-2018 foram destacados nesta quarta-feira pelo próprio prefeito, dentro do balanço a respeito das realizações consideradas mais importantes do governo municipal, a partir de janeiro de 2017. Iniciada na semana passada, a divulgação deste balanço sobre as obras e serviços já destacou as ações nas áreas de saúde, educação, ordem urbana e desenvolvimento rural.

Entre as realizações principais da área de obras, urbanismo e serviços públicos no período de 01 de janeiro de 2017 a 31 de dezembro de 2018, o prefeito ressaltou a assinatura dos contratos para o asfaltamento do Loteamento Céu Azul, a construção do almoxarifado central da prefeitura, a reforma e a ampliação da unidade básica de saúde do distrito de Falcão, a recuperação do sistema coletor de esgoto da cidade e a nova etapa da operação tapa-buraco. Com exceção das melhorias no sistema coletor de esgoto, que começarão a ser feitas em breve, as outras obras já foram iniciadas pela prefeitura.

Em dezembro do ano passado, a Prefeitura de Quatis concluiu e inaugurou a construção da Praça dos Direitos Humanos Jonas Lima Nunes, no bairro Jardim Pollastri. O novo ponto de encontro e entretenimento da população é formado por quadra poliesportiva, pista de atletismo, parque infantil, bancos e cadeiras destinadas a jogos de dominó, xadrez e dama; academia de ginástica ao ar livre; sistema de iluminação próprio e serviços de jardinagem. A construção da Praça dos Direitos Humanos representou investimentos da ordem de R$ 330 mil.

Nos dois primeiros anos da atual administração, a prefeitura investiu também em serviços de saneamento básico, canalizando um valão que existia na divisa dos bairros Nossa Senhora do Rosário e Jardim Independência, e cuja obra era aguardada há mais de dez anos pelos moradores, além de ter recuperado trechos da rede coletora de esgoto em vários bairros do Município. Ainda dentro da área de saneamento básico, a prefeitura realizou a limpeza da fossa séptica que atende os imóveis do distrito de São Joaquim e as fossas da comunidade quilombola de Santana, ambas na zona rural.

Foi ampliada também a rede de água potável para atender cerca de 30 famílias residentes no bairro Água Espalhada, às margens da Rodovia RJ-143, que liga a área urbana de Quatis ao distrito de São Joaquim, na zona rural. Com relação ao abastecimento de água potável, a prefeitura manteve a manutenção do sistema de água, cuja produção diária aumentou de um milhão e novecentos mil litros para quatro milhões e trezentos mil litros durante a primeira gestão de Bruno de Souza à frente da prefeitura (2013-2016).

Todas as ações voltadas a garantir a distribuição de água aos imóveis da cidade vêm sendo realizadas no atual governo municipal, que planeja iniciar ainda neste ano a construção de mais um reservatório para atender especialmente as residências dos bairros situados acima da linha férrea. A Secretaria Municipal de Obras, Urbanismo e Serviços Públicos reafirma que eventuais problemas no abastecimento não decorrem da falta de produção de água, mas sim por vazamentos registrados eventualmente na tubulação do abastecimento ou pelo consumo excessivo na época do calor, daí as campanhas educativas contra o desperdício realizadas frequentemente pela prefeitura.

No que diz respeito à conservação das vias públicas, foram asfaltadas as seguintes vias do bairro Jardim Pollastri: Praça Eleuzina Marcondes de Carvalho; Travessa Vitória dos Prazeres, além das ruas Dejair Machado Gomes, Guiomar Marcondes, Acácio Aragão, Amélia Pollastri e um trecho da Rua Vítor Marcondes Sampaio. A pavimentação foi feita com recursos próprios do Município e representaram investimentos da ordem de R$ 1, 3 milhão. Na atual fase da operação tapa-buraco, que vai atender vários bairros da área urbana, mas começou pelo Jardim Independência e o Loteamento Santa Bárbara, a prefeitura está investindo mais de R$ 400 mil em cofres públicos.

A conservação e a manutenção das avenidas, ruas e praças da cidade estiveram entre as prioridades da administração nos anos de 2017 e 2018. Realizada diariamente, inclusive nos períodos de recesso nas repartições municipais por conta dos feriados prolongados, a operação limpeza é responsável pelos serviços de capina, varrição, roçada, pintura do meio-fio, limpeza de bueiros e retirada de entulhos das vias públicas. Pelo uma vez a cada dois meses, cada bairro é atendido com a realização destes serviços, que são paralelos ao recolhimento do lixo domiciliar e do lixo reciclável, que acontece toda semana. As operações de limpeza urbana vão ser intensificadas a partir de 2019.

A Prefeitura de Quatis executou também, durante os dois anos passados, os serviços de melhorias no sistema de iluminação pública, incluindo a troca permanente de lâmpadas na cidade. Além da luminosidade, as ações no sistema são consideradas uma medida preventiva de grande importância contra a violência.

Inicialmente, o levantamento quanto às ações principais do governo no biênio 2018-2018 seria divulgado até esta quarta-feira, 09 de janeiro, mas a administração prorrogou a prestação de contas até a sexta-feira desta semana, dia 11. O prefeito Bruno de Souza reafirmou que a divulgação “tem como objetivo dar uma satisfação aos moradores sobre a aplicação dos recursos que entram nos cofres da prefeitura por meio do pagamento de impostos e taxas”.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document