sexta-feira, 23 de outubro de 2020 - 21:57 h

TEMPO REAL

 

Capa / Política / Rodrigo Drable assina protocolo para instalação do Parque Tecnológico

Rodrigo Drable assina protocolo para instalação do Parque Tecnológico

Matéria publicada em 2 de outubro de 2017, 21:57 horas

 


Prefeito também assinou termo de cooperação com a FAETEC para abertura do primeiro Curso Superior Tecnológico Gratuito de Barra Mansa

Definido: Rodrigo Drable assina documento que define instalação de parque tecnológico em Barra Mansa  (Foto: Paulo Dimas - PMBM)

Definido: Rodrigo Drable assina documento que define instalação de parque tecnológico em Barra Mansa
(Foto: Paulo Dimas – PMBM)

Barra Mansa – O prefeito Rodrigo Drable (PMDB) assinou na manhã desta segunda-feira, dia 2, na Faetec (Fundação de Apoio à Escola Técnica), no bairro Baldomero Barbará, o protocolo para instalação do Parque Tecnológico do Sul Fluminense, que será abrigado no terreno onde funcionava a Edimetal, às margens da Via Dutra, no bairro São Silvestre.

No evento de assinatura, o prefeito contou com a presença da vice-prefeita Fátima Lima, do deputado federal Celso Pansera (PMDB); do Secretário Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação, Gustavo Tutuca, do diretor da Faetec-BM, Ricardo Said, do diretor da Associação de Pesquisadores do Sul Fluminense, Alexandre Silva, do secretário de Desenvolvimento Econômico, Tecnologia e Inovação, Agnaldo Raymundo e do secretário de Educação, Vantoil de Souza.

Para o prefeito Rodrigo Drable, a criação do Parque Tecnológico é resultado de parcerias da prefeitura com pessoas dispostas a ajudar Barra Mansa. “A vontade que temos nos motiva, nos dá força, quem tem uma equipe, consegue avançar de forma consistente. Temos um grupo suficiente de pessoas para superar adversidades e dentro de um planejamento, alcançarmos resultados positivos”, destacou o prefeito.

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Econômico, Agnaldo Raymundo, a assinatura do protocolo viabiliza uma transformação de conhecimento não apenas para o município, mas também para a região Sul Fluminense. “É um passo importante para nossa região, pois o mundo digital está trazendo muitas transformações e tecnologias. Empresas estão se transformando, assim como os empregos. Estamos adaptando nossa região a essas transformações”, disse.

Para o deputado federal Celso Pansera, que ajudou na implementação da ideia do Parque Tecnológico do Sul Fluminense, Barra Mansa sai na frente na busca por melhor conhecimento. “É uma relação entre a prefeitura que vem se aprofundando nos últimos meses, quando surgiu essa ideia. Se ficarmos remoendo a crise, nunca sairemos dela. Não há solução para sair dela de uma forma sustentável e de longo prazo senão através da inovação e pesquisa”, falou o deputado.

Quem também foi um incentivador do funcionamento do Parque Tecnológico em Barra Mansa foi o Secretário Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação, o deputado estadual Gustavo Tutuca. Segundo Tutuca, o parque será ambiente propício para o desenvolvimento tecnológico da região. “Iremos gerar inovação e transformar conhecimento em riquezas. Se não tivermos o pé no chão, não iremos conseguir caminhar. Dando as mãos, cada um cedendo um pouquinho do que é possível, transformamos esse projeto em realidade, caminhando com mais sustentabilidade”, reforçou o secretário.

Primeiro Curso Superior Tecnológico será implantado em Barra Mansa

Além da assinatura do Parque Tecnológico, o prefeito também assinou o termo de cooperação entre a prefeitura e a Faetec para a abertura do primeiro Curso Superior Tecnológico Gratuito de Barra Mansa.

O curso de sistemas para internet com foco em empreendedorismo digital irá durar três anos, segundo Ricardo Said, diretor da Faetec-BM. “A primeira turma será aberta no começo do próximo ano, mas ainda não teremos processo seletivo por conta do curto espaço de tempo. As notas das últimas três edições do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) serão levadas em consideração para a inscrição dos interessados. Já a partir da segunda turma, com mais tempo, faremos um processo seletivo”, destacou Ricardo.

Para o secretário de Educação de Barra Mansa, Vantoil de Souza, a implementação da faculdade pública no município é um grande passo para a cidade a nível educacional. “Através de uma educação pública, alunos poderão se preparar e se capacitar para o mercado de trabalho. Queremos utilizar a educação como base do crescimento econômico de Barra Mansa”, comentou.

O Secretário Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação, o deputado estadual Gustavo Tutuca, enfatizou a parceria entre o Estado e a Prefeitura de Barra Mansa para a implementação do curso superior gratuito. “Através de parcerias, colocamos esse curso para funcionar. A prefeitura estendeu as mãos para que a partir do próximo ano, a primeira turma de curso superior público de Barra Mansa esteja funcionando”, completou.

Celso Pansera também reforçou a importância da educação para o desenvolvimento de Barra Mansa. “Estamos dando um grande passo hoje. Queremos que o pólo possa ser e deva ser um grande local de conhecimento, produzindo e agregando valores para a geração de riqueza e emprego”, disse Celso.

Também presente na mesa durante a assinatura, o presidente da Associação de Pesquisadores da região Sul Fluminense, Alexandre Silva, elogiou o trabalho feito pelo prefeito Rodrigo Drable e dos parceiros para a abertura do curso superior no município. “A pluralidade dos que estão aqui na mesa representa o que tem sido o sonho de muitos aqui. Chega de crise, temos que superar este momento e a região tomará, com os recursos possíveis, a iniciativa de tentar tirar o Estado da crise. É a realização de um sonho”, finalizou Alexandre.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

14 comentários

  1. Avatar
    tuquinha o inesquecivel puxa

    parabéns ao Deputado Gustavo Tutuca que desde que ingressou na alerj foi o único politico que fez a diferença, e tem lutado pela nossa região. os outros inclusive uns de volta redonda nunca fizeram nada, uns só batizavam até banco de jardim com o nome de membro da familia, mudou o nome da av barra mansa pra colocar nome de sua familia, e volta redonda foi bairro de barra mansa, demonstrou falta de respeito. os que participaram da assinatura só foi protocolo pra sair na foto, já o seu gustavo esse sim sempre lutou pela fatec até o ex governador cabral fez muito mais do que a turma daqui e muito mais que os outros governadores. pensem direito sejamos impsrciais

  2. Avatar
    الفتح - الوغد

    Nunca vi um protocolo passar da intenção. É muito nhenhenhé, muito político falando…

  3. Avatar
    liberdade e propriedade

    Quem sai da Edimetal, com destino à Barra Mansa tem que voltar em Floriano. Terreno minúsculo que o estado pagou mais de 12 milhões para desapropriar, vai entender. Em Resende temos terrenos muito maiores, bem mais baratos e de frente para o maior Pólo Industrial do Estado.

    • Avatar

      Fica com o terreno para voce e para de se envolver em assuntos de BM.

    • Avatar
      الفتح - الوغد

      Esse rocendense está com duas tetas na boca e não quer deixar a terceira para o bacorinho de BM mamar… Egoísta! Coisa feia! Desenvolvimento regional sim, desde que o bônus seja sempre de Rocende, né? Até quando as empresas vão pra Itatiaia e Porto Real esse maluco reclama!…

    • Avatar
      Liberdade e propriedade

      É claro que eu reclamo, a infraestrutura de Resende é infinitamente superior a deles, sendo por nossa infraestrutura que a empresa se instala, os executivos vêm todos residir aqui.

      Internamente o Estado não tem que favorecer BM ou município nenhum, levantando bandeira regional, tem que pensar somente na parte técnica. Se a disputa for contra alguma cidade paulista, aí sim tem que tomar partido da cidade fluminense, como já faz mesmo.

    • Avatar
      الفتح - الوغد

      Balela! Conheço um monte de gente de alto escalão que trabalha nessas empresas e mora no Belvedere, na Vila, no Jd Esperança. Outro tanto mora em Penedo… Pra Rocende mesmo vai a peonada, morar na Baixada da Olaria, na CdA, no Cabral e na tenebrosa Fazenda da Barra… Deveriam rebatizar a cidade para Nova Angra… kkkkkkkkkkkkkk!

    • Avatar
      liberdade e propriedade

      VR não tem nenhum condomínio, muito menos de alto padrão, como há vários em Resende, vide o Limeira (altíssimo padrão), Tácito, Casa da Lua, Morada das Agulhas, etc. Os bairros que você citou de VR são populares, talvez os ditos alto escalão que você conhece que moram lá, são na realidade alguns engenheiros nascidos e formados em VR. Já os executivos gringos das matrizes, invariavelmente ficam ou se hospedam em Resende. Digo mais, a rede hoteleira de Resende que dá suporte para a implantação de todas as indústrias dos ex distritos, bem como a rede de saúde privada, educação para filhos dos executivos (não outro colégio do porte do Salesiano na região), etc. O SENAI que capacita a mão de obra é o de Resende. Agora para de trollagem.

    • Avatar
      الفتح - الوغد

      MV1 Macedo Soares, Nsa Sra Rosário e Interativo deixam o Salesiano no chinelo. As escolas de VR dominam as notas do Enem na região, tanto as privadas quanto as públicas…

      Na boa, acho que vc bebe. Esses bairros que vc falou não chegam aos pés dos melhores bairros de VR, nem no nível das construções e muito menos no urbanismo (calçadas, cuidado paisagístico, arborização, praças, etc.). O Limeira eu não conheço, mas esses outros não são melhores nem que bairros medianos como Conforto, Sessenta e Jd. Europa…
      Compare tua cidade com Barra Mansa, Barra do Piraí, Três Rios e outras de seu porte, porque VR está num escalão superior na hierarquia urbana do estado e do país…

    • Avatar

      Esse Liberdade aí é muito desinformado cara, fico de bobeira como tem gente tão alienada a ponto de passar vergonha na internet. Imagina na roda de conversa as asneiras que esse ser fala ?! Ta vendo muito TV RIO SUL amigo, saia da caixa.

    • Avatar
      liberdade e propriedade

      Já que não conhece, entra no google e pesquisa o condomínio Limeira, e veja se há em VR um “CONDOMÍNIO” de padrão similar para a diretoria das montadoras. O segundo da mesma rede, já está em construção.

      O Salesiano ocupa um quarteirão praticamente inteiro, sua área, quantidade de quadras, campos, ginásios cobertos e teatros, supera qualquer outro na região, até os que você citou. E ainda tem o Dom Bosco e Santa Ângela, etc

      Você disse comparar com as três cidades juntas, né? Somadas (BM, BP e 3R), não totalizam tudo o que há em Resende em nada. Por exemplo: 8 salas de cinema contra 6 das três cidades juntas. Somadas, a área territorial fica similar à de Resende, dá até dó. kkkkkkk

  4. Avatar

    Mais um curso de informática, infelizmente é um curso que não tem aderência e abrangência aqui na região e infelizmente as empresas a enxergam como custo.Espero que amplie os cursos e possa capacitar muitas pessoas e gerar empregos

    • Avatar

      Mas acho que é por isso que a região nao se desenvolve com força como as regiões de SP por exemplo, não temos que ancorar nossa economia em um unico e determinado setor nao, temos que diversificar. Hoje pra qualquer lado q procuramos uma qualificação é voltada pra o mesmo setor !!!! isso é terrível.

    • Avatar
      الفتح - الوغد

      Mas aí é culpa do estado, não de um município especificamente…

Untitled Document