terça-feira, 2 de junho de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Política / Rodrigo Drable destaca que casos de Covid-19 são informados em tempo real

Rodrigo Drable destaca que casos de Covid-19 são informados em tempo real

Matéria publicada em 2 de abril de 2020, 18:21 horas

 


Prefeito lembra que exames são realizados pelo Lacen e resultados são divulgados amplamente

Rodrigo afirma que é preciso ter segurança antes de voltar à normalidade (Foto: Paulo Dimas – PMBM)

Barra Mansa – Na noite desta quarta (01) prefeito de Barra Mansa, Rodrigo Drable, usou o seu perfil em uma rede social para informar a população sobre os avanços no combate ao novo coronavírus e o atual panorama no município. De início, o chefe do Executivo reiterou sobre a transparência na divulgação dos casos positivos de Covid-19 no município. Ele informou que o Laboratório Central Noel Nutels (Lacen-RJ) é quem realiza os exames e que os resultados são divulgados amplamente, tanto para os governos, quanto para os meios de comunicação. “A imprensa fica sabendo quase que em tempo real o resultado dos exames. Isso não tem como a gente esconder”.
Sobre a quantidade de exames realizados, Rodrigo Drable lembra a realidade enfrentada por todos os países. “As pessoas questionam se nós não estaríamos fazendo menos exames do que o necessário. O Brasil e o mundo inteiro estão fazendo menos do que precisam porque não têm estrutura para fazer. Não existe exame disponível. O ideal é que nós fizéssemos primeiro o exame em todos os médicos, enfermeiros e funcionários da rede de saúde, mas não tem exame para todo mundo”.
O prefeito apresentou o panorama da doença no município. São seis casos confirmados, 17 suspeitos, 97 descartados, 116 testes realizados e nenhuma morte. “Existe um protocolo do Ministério da Saúde de acordo com o avanço desses casos confirmados. Quanto mais casos confirmados, mais gente na classificação de risco para ser testada. Quem é caso suspeito? É aquela pessoa que se apresentou no hospital com os sintomas mais graves, principalmente a falta de ar”.
Sobre os casos confirmados, Drable relembra os procedimentos adotados. “Vale lembrar que as pessoas que foram testadas como casos positivos, se tiverem um caso grave, vão ser internadas e terão o tratamento hospitalar. Se não tiverem sintomas graves, principalmente a falta de ar, ficam no isolamento domiciliar. Elas voltam para as suas casas, com os cuidados especiais para não contaminarem as pessoas da casa. Nem todo caso positivo fica internado, só aquele que necessita da internação”.
Rodrigo reafirma: “Esse é o panorama. Não tem mais casos, nem menos casos. Nós estamos testando aqueles que atendem ao que o protocolo exige”.

Testes rápidos

Rodrigo Drable informou que o município adquiriu testes rápidos para ajudar nos cuidados dos profissionais da saúde. “Segunda-feira devem chegar os testes. Nós estamos comprando, em um primeiro momento, dois mil testes. Vai ser suficiente para fazermos toda a rede de profissionais de saúde, para evitar que eles fiquem em casa (em casos suspeitos) e para garantir também que eles não contaminem outras pessoas”.

Orientações da Sociedade Médica de Barra Mansa

Durante a transmissão ao vivo, Drable contou sobre sua conversa com o presidente da Sociedade Médica de Barra Mansa, Dr. Maurício Amaral, que explicou alguns pontos sobre o trabalho médico em período de pandemia.
Entre os pontos levantados estão a preocupação em evitar que os médicos sejam vetores de contaminação e que eles tenham condições de trabalho, com a aquisição de Equipamentos de Proteção Individual (EPI).
O prefeito também repassou um aviso importante da Sociedade Médica de Barra Mansa para os munícipes. “Nós, Sociedade Médica, recomendamos o isolamento até o dia 13 de abril. Esse é isolamento que o protocolo médico determina como necessário. Se as pessoas cumprirem esse prazo, as que estão contaminadas em casa não levarão esse vírus à rua. Aqueles que estão no hospital terão a cura até esse prazo, com isso, aquela massa de pessoas que podem gerar mais contaminação diminui. Aquela curva que todo mundo fala que vai ter um pico, vai estar achatada e o risco de contaminação é menor. O risco não acaba. O vírus vai continuar na rua por bastante tempo, mas o risco de contaminação em massa vai diminuir e a nossa capacidade de atender as pessoas aumentará, com isso nós temos segurança sanitária, que é importante demais”.
Rodrigo pontuou que todos que procuraram os hospitais com casos graves de outras doenças, foram atendidos. “Ninguém deixou de ser atendido. É importante que as pessoas busquem a rede de urgência e emergência para aquilo que é realmente grave”.

Aedes aegypti

A Sociedade Médica de Barra Mansa também pediu atenção para o período de dengue. Drable explicou que os agentes de combate a endemias estão em serviço de plantão, evitando o contato com as pessoas que estão em isolamento.
Por conta disso, o prefeito convocou a todos para o combate ao vetor da dengue, chikungunya e vírus zika. “É fundamental que você, dentro da sua casa, faça o asseio do seu quintal, limpeza das áreas que podem se tornar foco de dengue. Você pode, com aquelas rotinas que são amplamente divulgadas, fazer o controle do seu quintal”.

Centro de Triagem

Uma das principais notícias durante a transmissão foi o Centro de Triagem para casos do novo coronavírus, que funcionará na antiga UPA da Região Leste. O local está pronto, esperando a chegada dos leitos de CTI.
– Na sexta-feira, eu vou à Secretaria de Saúde do Estado para definirmos a entrega dos leitos. Mas, principalmente, sobre o recurso para custeio. Eu vi pessoas falando em rede social que veio 10 milhões para a Saúde. Gente, até agora não veio nem um real. Essa é a realidade. Tudo que nós temos feito e tudo aquilo que nós temos adquirido é com recurso da cidade.
Drable lembra que o município se encontrava com dificuldades antes da pandemia. “A crise financeira existe e é grave. Nós estamos ainda no contingenciamento. Somado a isso, nós não tivemos o IPTU este ano, nós retardamos o faturamento de outras taxas e o Saae não está faturando, então a crise financeira, hoje, é muito grave. O pouco que nós estamos fazendo é muito, se nós considerarmos as circunstâncias”.

Agências bancárias

Outro ponto abordado é a aglomeração nos bancos, algo que deve ser evitado. “As agências bancárias estão cheias. Não se pode ficar em fila. Se for necessário, mantenha o distanciamento. Não temos gente suficiente para fiscalizar todas as agências, todos os estabelecimentos comerciais. É fundamental que você, que pode vir a ser uma vítima, faça o controle da sua própria segurança”.

Transporte Público

A prefeitura tem mantido um controle rígido em relação aos transportes públicos, a fim de evitar que as empresas descumpram as regras estabelecidas para o funcionamento desse serviço. “Temos, nesse momento, ônibus andando rempresa de funcionamento, senão agrava o problema. Nós estamos multando severamente as empresas”.
Rodrigo Drable pede a colaboração dos moradores para que evitem o transporte que não estejam atendendo o protocolo de combate ao vírus. “Se está lotado, preserve a sua segurança e não entre”.

Praça da Matriz

Nesta quarta-feira (1), a Secretaria de Ordem Pública teve que isolar a praça Ponce de Leon, popularmente chamada de praça da matriz, no Centro. O motivo da interdição foi a frequência de idosos no local.
– A Ordem Pública chegou ao extremo de ter que botar uma área de isolamento na praça, porque as pessoas estão indo para tomar sol. É lamentável, apesar de todos os avisos, que as pessoas continuassem indo – informou Rodrigo.
O gestor lembrou que é fundamental se manter na quarentena, tendo somente como exceção quem trabalha com serviços essenciais. “Aqueles que estão na rua, além de se colocarem em risco, colocam a todos em risco. Nós temos profissionais que são essenciais para a cidade continuar funcionando. São os profissionais que fazem o tratamento da água, os funcionários da Manutenção Urbana que tapam os buracos e que não podem parar”.

Vacinação

Um assunto bastante abordado nos últimos dias foi a vacina contra influenza. Drable informou que a imunização continuará, atendendo atualmente os maiores de 70 anos. A faixa etária acima dos 60 receberá a dose em breve.
O serviço de vacinação em sistema drive-thru continua neste sábado. “Final de semana teremos drive-thru em cinco pontos. Vou avisar isso na sexta-feira, em detalhes. É importante que essas pessoas, dentro dessa faixa etária, sejam vacinadas”.
Ao outro grupo de idosos que ainda não foram vacinados, Drable avisa. “Eles não foram ainda, pois existe um cronograma. Vou avançar para os menores de 70 anos quando chegar o novo lote da vacina”.
O prefeito lembra que Barra Mansa está muito acima da meta de imunização. “A previsão era de fazermos a vacina em 90 dias. Hoje, fazem 10 dias que iniciamos e vacinamos quase a metade do contingente. Se avançarmos nesse ritmo, em 20 dias a gente acaba um serviço que era para 90, mas o Ministério da Saúde tem que entregar as vacinas e isso vem gradativamente. Não posso quebrar esse eixo de prioridade, porque quanto mais idosas, maiores são os riscos dessas pessoas e eu to seguindo o protocolo”.

Estabelecimentos autorizados a funcionar

Barra Mansa tem seguido o protocolo, mantendo abertos os serviços considerados fundamentais à população. “Os essenciais não pararam em momento nenhum. Mercados, farmácias, oficinas mecânicas e de elétrica, lojas de material de construção. Qualquer estabelecimento de venda de alimento. Não pode ter consumo no local, mas pode funcionar. Pode ter entrega e você pode retirar no local a comida que você comprou”.
Sobre uma famosa rede de varejo, Drable pontuou. “Houve a decisão judicial que liberou a loja. Ordem judicial é para cumprir. Outras lojas que têm o mesmo padrão de vendas também foram liberadas, como distribuidora de doces e de outros gêneros alimentícios. Se teve ordem judicial que liberou para um, não seria correto que esses outros estabelecimentos, que são de gente aqui da cidade, não pudessem vender. Foram liberados por esse motivo”.
Sobre hotéis e motéis, ficou esclarecido que o primeiro pode funcionar para os profissionais da Saúde. Já o segundo também fica liberado, desde que não recebam visitantes que venham de outras cidades. “Eles vão dormir ali e vão representar risco de contaminação”.

Abastecimento de água no bairro Ano Bom

Em um momento em que a orientação é manter a higienização, a falta de água tem sido evitada com rapidez pela equipe do Saae (Serviço Autônomo de Água e Esgoto). Nesta quarta-feira, a bomba da elevatória de água que abastece o bairro Ano Bom estourou, causando a paralisação temporária do serviço na região.
– Por mais que façamos a manutenção, eventualmente o equipamento mecânico quebra e a gente enfrenta esse problema. Eu sei que, com as pessoas em casa, é muito grave, é ruim, causa transtorno, mas a gente está fazendo o enfrentamento para resolver. Está com falta de água, avise o Saae. A gente vai enviar o caminhão pipa para poder abastecer as casas”, explicou o prefeito.
Para aqueles que estiverem com problemas no abastecimento, o Saae disponibiliza um caminhão pipa através do (24) 3512-4333, de segunda a sexta-feira, das 7h às 22h, e sábados, domingos e feriados, das 6h às 18h.

Manutenção Urbana

Rodrigo Drable disse que os serviços de manutenção da cidade continuam mesmo com a quarentena. “Teve chuva anteontem e alagamento no Ano Bom. Alagou porque uma galeria cedeu, a água não passou. A gente está fazendo as correções. Obstruiu, tem que ser resolvido. Eu quero bater palma para os nossos homens da Manutenção Urbana que estão trabalhando. Nós dispensamos aqueles que têm problema respiratório e maiores de 60 anos, mas não dá para parar tudo. Se parar, a cidade entra em colapso”.

Economia municipal

Sobre quando o comércio voltará a funcionar, o prefeito é categórico. “Estou muito preocupado. A gente tem a preocupação, principalmente com aqueles que são informais. Ainda não é o momento. A gente está avaliando que as coisas têm melhorado. O nível de novas contaminações tem caído e isso é bom, quer dizer que o isolamento está dando resultado, que todo o esforço que nós fizemos até agora está se justificando. E ele tem que continuar por mais um período. Hoje, a determinação, seja da Organização Mundial da Saúde, do ministro da Saúde, do secretário de Saúde do Estado, do Município, é mantermos o isolamento”.
Drable informou que no próximo sábado, dia 4 de abril, irá avaliar o panorama para definir novas ações. “A gente vai fazer uma avaliação, como está o avanço dessa curva, se ela estabilizou, se ela está decrescente e quais são as medidas que a gente pode adotar para voltarmos ao funcionamento de algumas atividades em horários diminuídos. O que for possível, vamos fazer. Mas se tiver risco, se os casos aumentarem, óbvio que não faremos a liberação. Isso é uma questão de responsabilidade com as vidas”.

Escolas

No momento, as unidades de ensino continuarão fechadas. “Enquanto não tiver segurança para nossas crianças, não voltaremos com as escolas. Não vamos colocar as crianças em risco”, concluiu Drable.

Abrigo

Além do abrigo temporário no período da quarentena, os munícipes em situação de rua estão aprendendo novas habilidades e recuperando a qualidade de vida. São serviços que envolvem profissionais da Assistência Social, Saúde e Esporte.
– Além da alimentação, do atendimento médico com remédios, eles estão passando por um processo de desintoxicação. Estão sendo atendidos da melhor maneira. Eles estão recebendo palestra para ajudá-los a enfrentar essa dificuldade de abstinência. Nós estamos dando aulas com atividades físicas e estamos levando pessoas para dar treinamento. Teremos serviços de alvenaria e de pedreiro. O Saae está ensinando a fazer a operação de roçadeira para poder limpar rua. Conversei com o Ministério Público para ajustarmos uma forma de inserirmos essas pessoas no mercado de trabalho, principalmente nestes contratos que nós temos para limpeza de rua. Eles podem ter uma oportunidade de trabalho e podem ter uma nova vida – pontuou o prefeito.

Normalidade

Drable encerra a transmissão, lembrando que a situação é passageira. “A gente vai voltar à normalidade. A vida vai seguir. O importante é que vamos seguir mais maduros e com grande aprendizado”.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

3 comentários

  1. Avatar

    FALOU DOIS PARASITAS (FUNCIONÁRIO PUBLICO), CHEGA DE ESTABILIDADE PUBLICA.

  2. Avatar

    Poupem não é hora de gastar a cdl está pressionando os prefeitos e abrindo lojas com liminares como a lojas americanas. Poupem porque virao desempregos preços altos os comerciantes vão repassar p o consumidor como sempre fizeram. Poupem e não entrem em lojas p comprar chocolate compre o essencial como cenoura, agrião ou seja alimento nutritivo e que ajuda a fortalecer sistema imunológico. Os empresários só pensam neles colocarão os filhos trabalhando? Não estarão em mansoes e sítios enquanto vc ou seu filho fica exposto no comércio. O governo já tá liberando valores vamos ter fé e paciência. No Japão as lojas estão aberta mas ninguém vai porque sabem poupar estão acostumados a driblar a crise. Poupem p não faltar não é hora de comprar móveis eletro parem com consumismo nem sapato e nem roupa. Comprem e doem um saco de feijão ou mais se puderem e guardem o resto poupem virão dias mais difíceis ainda os empresários conseguem renegociar dívida pobre se não pagar aluguel é despejado acreditem empresário sempre encontram um jeito então sejam inteligentes apóiem o isolamento façam doações e poupem

  3. Avatar

    Abriu até sorveteria. Já tá abrindo as pernas pro comércio. Prefeito frouxo. Outubro tá chegando e o meu voto ele não vai ter nunca.

Untitled Document