quinta-feira, 21 de novembro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Política / Samuca e Steinbruch acompanham assinatura de incentivos fiscais ao Polo Metalmecânico

Samuca e Steinbruch acompanham assinatura de incentivos fiscais ao Polo Metalmecânico

Matéria publicada em 15 de outubro de 2019, 17:41 horas

 


Governador Wilson Witzel assina decreto que permite que sete empresas da cadeia produtiva do aço se instalem na cidade, gerando mais de 3,5 mil empregos

Rio – O prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva (PSDB), comemorou a assinatura, pelo governador Wilson Witzel, do decreto que  permite que as empresas interessadas em fazerem parte do Polo Metalmecânico que vai reunir utilizadores do aço da CSN em Volta Redonda e na  região. Samuca disse que esta data é histórica para Volta Redonda e que os incentivos são um anseio histórico da cidade. O presidente da CSN, Benjamin Steinbruch, esteve presente no evento.

“Existirá uma Volta Redonda e uma região antes e depois deste ato”, disse Samuca.

O prefeito Samuca Silva destacou ainda que o decreto resgata a competitividade da siderurgia no Estado do Rio, e lembrou que a atividade é a razão da existência de Volta Redonda. Embora o decreto beneficie todos os municípios do Estado do Rio, Volta Redonda sai na frente por contar com sete empresas que já assinaram protocolo de intenção para se instalarem na cidade. Porto Real também terá ganhos com a expansão da Galvasud.

Sete empresas da cadeia do aço já assinaram protocolos de intenção para se instalarem em Volta Redonda. A expectativa é que entre 3,5 mil e 4 mil empregos diretos sejam criados no município, segundo Samuca Silva.

“Esse é um grande momento para Volta Redonda e para todo Estado do Rio. Quero agradecer muito ao governador Wilson Witzel que entendeu essa necessidade. A partir da próxima semana já vamos receber empresas analisando áreas e iniciando seus processos de instalação”, destacou Samuca.

Samuca lembrou que o processo da aprovação dos incentivos pra cadeia do aço começou em Volta Redonda em 2017, em uma reunião entre a prefeitura e a Companhia Siderúrgica Nacional.

“Volta Redonda retoma sua vocação de Cidade do Aço. O aço que hoje sai bruto para indústrias de outros estados, será utilizado aqui, onde se desenvolverá uma cadeia produtiva completa. E não vamos parar por aqui, precisamos pensar mais, o Sul Fluminense precisa ampliar a infraestrutura”, garantiu o prefeito.

O governador Wilson Witzel disse que entendeu a demanda feita ao Governo do Estado e a necessidade dos incentivos para atrair empresas.

“Os incentivos fiscais não diminuem a arrecadação. Ao contrário. Incentivam mais empresas a se instalarem, gerando emprego e renda. Será mais uma fase pro Rio de desenvolvimento. Vejo que o prefeito Samuca é um grande parceiro. Sempre lutador pela região Sul Fluminense, sempre pensa de forma regional. Volta Redonda será muito beneficiada com esse decreto”, disse o governador.

O prefeito de Barra Mansa, Rodrigo Drable, que também esteve presente na assinatura do decreto, falou sobre a importância da medida para o Estado do Rio e a região:

“O polo metalmecânico é uma conquista para o Estado do Rio inteiro. É claro que, o sul fluminense será ainda mais beneficiado em função da CSN, saintgobain e Acelor Mital. As cidades da região têm uma grande oportunidade de alavancar o setor industrial como há anos nao acontecia. Precisamos agradecer a visão do Governador e a liderança regional do Gothardo, que tem sido fundamental pra nós”

O Secretário de Estado de Fazenda, Luiz Claudio Rodrigues, destacou que o decreto gera competitividade ao Rio.

“Este decreto busca trazer competitividade para o estado do Rio. A determinação do governador sempre foi essa. Nossas medidas são para termos novamente a industrialização do Estado do Rio. E isso passa por uma simplificação tributária, que seja simples, clara e isonômica. O que fazemos nesse momento é fazer com que o Rio volte a ter competitividade”, destacou.

Empresários dos estados de Goiás, Distrito Federal, São Paulo, Minas Gerais, Santa Catarina, e outros, participaram do encontro.

O presidente da CSN, Benjamin Steinbruch, discursou em nome das empresas. E ressaltou os investimentos que serão feitos pelo setor no Rio.

“Estou aqui tendo a honra de falar em nome de dezenas de empresários. Obrigado, governador, por ter aceitado esse pleito antigo. O senhor entendeu o que é o norte da classe empresarial: que é ter condições iguais de trabalho, estabilidade e previsibilidade. Nós temos que ter o imposto no valor agregado. O Rio de Janeiro vai ganhar impostos com isso, porque teremos mais empresas no Estado, gerando mais emprego e mais renda”, disse.

“Estão aqui presentes mais de 60 empresas que estão dispostas a investir no Rio de Janeiro. Assim como a CSN, que quer investir em várias frentes no Rio de Janeiro”, completou Benjamin.

O decreto assinado por Witzel tem o objetivo de atrair empresas do setor metal mecânico para todo o Estado do Rio. A partir de 1º de novembro, os estabelecimentos do segmento que não estão contemplados na Lei 6.979/15 poderão usufruir os mesmos incentivos que foram concedidos anteriormente de forma regional. A medida não fere o Regime de Recuperação Fiscal, pois é a extensão de um incentivo já existente. O decreto tem respaldo legal no Convênio Confaz 190/17 e permite que o incentivo seja utilizado na indústria siderúrgica e em toda a cadeia produtiva do aço.

Atualmente, as empresas que estão fora da zona incentivada pela Lei 6.979/15 estão sob o regime de 20% de alíquota final de ICMS. A partir de novembro, os estabelecimentos poderão comprar com diferimento, sem o imposto embutido na mercadoria, o que vai baratear a produção. A tributação será mais simples, de 3% na saída sobre o valor faturado.

O decreto do governador atende a um pedido do setor, que nos últimos anos migrou para Minas Gerais devido aos incentivos fiscais que eram concedidos pelo estado vizinho. A partir da mudança no regime tributário para todos os municípios do Rio, a expectativa é que pelo menos 15 empresas voltem para o estado, possibilitando a geração de empregos e movimentando a economia das cidades fluminenses.

– Estamos trabalhando para que esse não seja o único ato que vai beneficiar as cadeias produtivas instaladas no nosso estado. O Governo do Rio é um parceiro das empresas, que vão gerar mais empregos e impulsionar a economia. Estamos entrando em um novo momento que, acredito, será de desenvolvimento contínuo – disse o governador.

Segundo o secretário de Estado da Fazenda, Luiz Claudio Rodrigues de Carvalho, a medida vai ampliar a competitividade do setor metal mecânico dentro e fora do Estado do Rio.

– Desde o início do ano, as empresas têm conversado com a Fazenda e o governo entendeu que era necessário estender o incentivo para atrair as empresas. A medida deixa de favorecer alguns estabelecimentos e passa a existir para toda a cadeia produtiva do setor. Aqueles localizados em São Paulo e Minas Gerais encontrarão ambiente favorável para migração.

Ampliar o desenvolvimento do Estado do Rio

Esta é mais uma ação do Governo do Estado para promover a melhoria do ambiente de negócios rumo à reindustrização fluminense e atração de novos investidores. A extensão do incentivo fiscal do setor metal mecânico permitirá maior saída dos produtos da cadeia produtiva do aço para exportação por meio do Porto de Itaguaí, em Sepetiba.

No último mês, o Governo alterou as regras de tributação de produtos importados para a indústria e o comércio que chegam pelos portos e aeroportos. O decreto do governador Wilson Witzel determinou que o ICMS sobre produtos importados deixasse de ser cobrado na chegada ao país, passando a ser pago posteriormente, no momento da venda.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

40 comentários

  1. Avatar
    Rodrigo Rezende Pizzolante

    Incentivos fiscais, articulação política e com empresários são sem dúvidas essenciais!
    Mas volto a alertar: para que Volta Redonda seja uma cidade atraente para empresas de diversos setores, temos que investir, a meu ver, em dois cominhos:

    – Infraestrutura e melhorar o transporte de carga e de pessoas. Investir em modais mais eficientes de transporte, VR já possui uma posição geográfica privilegiada, situada entre aos maiores centros do País (triângulo RJ – SP – BH), precisa melhorar sua logística de transporte (aeroporto, ferrovia ligando não somente aos portos mas também às 03 importantes cidades do País RJ SP e BH, para produtos e passageiros). Isso também requer articulação política e com empresários e quem sabe, com a população (criando de repente ações na bolsa do aeroporto) para poder viabilizar o projeto, tudo depende de criatividade e competência;

    – Ensino profissionalizante, capacitação profissional e um centro integrado de dados entre população, centros de formação, empresas e administração pública. Para agilizar a suprir as demandas e atender as necessidades das empresas.

  2. Avatar
    Chico das candongas

    É boa a notícia, mas o ideal seria trazer empresas de outros segmentos que não seja o metal mecânico. Isso abriria competitividade salarial. A CSN não permitirá em seus clientes um piso salarial acima do seu, pois ela é quem manda! E se ocorrer desaceleração no mercado de aço, a região irá sentir. Temos que abrir o leque de opções deixando de ficar preso ao judeu!

  3. Avatar

    O Prefeito caprichou no seu cabelinho deve ter feito uma chapinha ou lavou com um Bom shampoo. Para se exibir com os carecas governador e o presidente da CSN.

  4. Avatar

    E aí moderação?

    Esse vai vendo vai continuar podendo gritar que a cidade é pra quem possui mestrado e doutorado ? Que a ação vai encher os morros de DESQUALIFICADOS,????

    Achei que xenofobia era crime, moderadores…

  5. Avatar

    Chora oposição
    Kkkkkkkkkkkkkkkkkk

    AVANTE VOLTA REDONDA

  6. Avatar

    KD meu comentário???

  7. Avatar

    Como sempre, muita gente contra. Mas o trabalho que o PREFEITO vem fazendo, é um AVANÇO NUNCA VISTO ANTES NA CIDADE!
    Aproveitem o tempo até ficar pronto o PÓLO e se QUALIFIQUEM, levantem a bunda do sofá, parem de pedir emprego pelo Facebook. E vão à luta.

    AVANÇA VR!

  8. Avatar

    Enquanto isso em Barra Mansa, só tem Xadrez.

  9. Avatar

    Chegando ano eleitoral!!!!

    • Avatar
      Danquimaia Astaroth

      Mi mi mi mi mi

    • Avatar

      O mandato dura 4 anos. Se for no último dia do governo, ainda é válido… O que importa é o que foi feito, não QUANDO foi feito, até porque o prefeito não tem poder sobre as ações do tempo…

  10. Avatar

    Antes de comemorarem a nível nacional os possíveis empregos planejados por prefeitos, governador e empresários, sem aparente ajuda do Governo Federal, é preciso aguardar se as empresas beneficiadas pelo Governo do RJ não vão fechar unidades em outros estados, trocando “seis por meia-dúzia” em número de vagas para os trabalhadores.
    Lembrando que sempre tem um percentual de transferidos vindos de outra cidade.

    • Avatar

      Obviamente vão fechar, afinal é uma estratégia da CSN manter seus clientes próximos, para otimizar os custos na cadeia de suprimento. Nada impede de, num outro momento, tornar a abrir, conforme a economia nacional consiga se alavancar… O prefeito governa para um município, não para um estado ou para o país. Ele pensa globalmente, mas age localmente, que é o lema de todo gestor…

  11. Avatar

    Quem bom! Espero que aconteça na prática, vendo terrenos sendo terraplanados, topografias sendo realizadas, galpões sendo erguidos, maquinário chegando… Que o cenário econômico nacional e internacional ajude!

  12. Avatar

    Puts, uma oportunidade dessa, e o Rodrigo Drable não anuncia nem uma loja de parafusos no centro da cidade…me leva senhor, eu não aguento mais!!!

    • Avatar

      VAI VENDO aí o que dá votar em candidatos que NÃO CONHECEM a Administração Pública e NÃO ENTENDEM de Gestão Pública.

  13. Avatar

    Ainda não se concretizou a vinda não ta gente, agora é seguir um rito faltam etapas, construção dos acessos de infraestrutura por parte da prefeitura, suporte total da LIGHT, da companhia de Gás encanado, do SAAE água e esgoto,

    a confirmação por parte das empresas ou a vinda delas a instalação, construção das mesmas( divulgaram inicialmente 7 pode ser mais ou menos), a seleção de pessoal,

    a questão importante da acessibilidade dos trabalhadores com um transporte farto e eficiente para toda a cidade ou garantindo a integração( mesmo problema do Park Sul shopping Volta Redonda)…,

  14. Avatar

    Só tenho medo dessa propaganda gerar uma demanda que não será atendida nem a médio nem a longo prazo. O mutirão do emprego que Samuca fez em maio foi uma prova disso, com a acorrência de pessoas até de outros estados aqui em VR… A maioria das áreas de posse do município saíram com os planos de expansão da CSN, pessoas sem qualificação que vinham de fora e não conseguiam empregos. A maioria dos desempregados NÃO VAI trabalhar nessas empresas, simplesmente porque não tem os requisitos e competências para as funções…

    Porto Real tem mais emprego que gente, mas o povo da cidade trabalha fora. Quem trabalha nas fábricas são pessoas de outros municípios. Fábricas são boas para alavancar o desenvolvimento de um município, mas não resolvem seu problema de desemprego!!

  15. Avatar

    Pra quem realmente conhece a história de Volta Redonda, essa cena era praticamente impossível.. algo inatingível há alguns anos atrás. Só prova o quanto estávamos parados, estagnados e deixados para trás quando o assunto era competitividade e geração de emprego e renda. Hoje vemos e comprovamos agora neste ato que VR finalmente cresceu em mentalidade, e irá colher os frutos de agora em diante. Parabéns !

    • Avatar

      Exato! Samuca está mostrando, agora e efetivamente, seu lado articulador, empreendedor. Enfim, aquilo que ele prometeu ser durante a campanha para a prefeitura há três anos… Desde a instalação e subsequentes expansões da CSN, não mais tivemos empregos sendo gerados nesse montante. E tem outros investimentos alavancando o emprego, como as obras de construção civil da Aceplan (que está construindo praticamente um novo bairro com grandes edifícios na Rodovia do Contorno, que sempre geram muitos empregos na manutenção dos condomínios), da CSN (na manutenção do AF-3)…

      A distribuidora da Coca-Cola sairá de Porto Real e virá para cá. A da Itaipava virá também, saída de Barra Mansa, assim como a sede da transportadora Excelsior. Não devem gerar tantos empregos novos, já que provavelmente manterão boa parte do pessoal que já é da região, mas é mais imposto direto e indireto para o município, maior movimentação nas pensões e restaurantes, padarias e supermercados… Samuca está sendo o prefeito mais empreendedor da história de VR. Reeleito ou não, essa marca ninguém tirará dele…

  16. Avatar

    agora é esperar e ver quais firmas virao…e sair do papel tb

  17. Avatar

    Viúvas do neto pirando novamente em 3, 2, 1…

  18. Avatar

    Bom agora é arregaçar as mangas, arrumar a infraestrutura de acesso que falta confirmar com os empresários o que foi protocolado divulgar as que realmente virão e começar a construção deste polo e inaugurar abrir as mesmas. ah divulguem o cronograma de tudo! O povo desempregado está ansioso!

  19. Avatar
    Otimista Incorrigível

    Já estou atualizando meu currículo. Para onde vou enviar?

  20. Avatar

    Depois da tremenda e angustiante gestão federal petista do Lula e companhia limitada, agora estamos recuperando os empregos!
    Com esses 4 mil empregos que serão criados daremos um tapa de luva na cara de todos os petistas, que acreditavam que o desemprego que eles criaram nunca ira acabar!
    O que dizer do PT que só tem trabalhadores no nome?!
    Como diria o jornalista Boris Casoy: “Isso é uma vergonha!”…

  21. Avatar
    LUCIANO JOSE FARIAS NICODEMOS

    Mais uma lorota do nosso prefeito.

    • Avatar

      As mesmas conversinhas e enganações de um passado longínquo. A panela sempre rodando p um lado só. Os q estão iludidos, ou são muito jovens ou se não, tem complexo de Poliana. O Brasileiro é um povo de memória curta, irão contratar meia dúzia, farão uma imensa propaganda na mídia tupiniquim, dizendo q está tudo as mil maravilhas, o preposto é releeito, e a mamata dos incentivos irão parar na Suiça…….quem viver verá..

    • Avatar

      Quero ver vc postar isso daqui um ano. Ah, é capaz de arrumar um monte de patranhas e escusas para não dar o mérito ao prefeito… O despeito é o traço mais repugnante de uma pessoa, e em vc isso abunda, sobeja…

    • Avatar

      Com certeza e o povo que é idiota acredita, falo com propriedade trabalho na pmvr sei como esta as coisas por aqui

  22. Avatar

    No teria como o ônibus elétrico que virá para Barra Mansa fizesse ponto
    final no cemitério ?

    • Avatar

      É o local ideal, pois se demorar muito, esperar no ponto por um longo tempo, pode acabar de deitar no outro lado do muro e descansar eternamente.

  23. Avatar

    Aguardando … Contagem regressiva: 3.2.1.0. Já estamos quase em 2020!

Untitled Document