quarta-feira, 8 de abril de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Política / Samuca recebe representantes do Cofen e discute medidas para valorizar enfermagem

Samuca recebe representantes do Cofen e discute medidas para valorizar enfermagem

Matéria publicada em 18 de fevereiro de 2020, 17:02 horas

 


Prefeito conversa com representantes do Cofen em seu gabinete
(Foto: Evandro Freitas – Secom VR)

Volta Redonda – O prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva, recebeu na manhã desta terça-feira, dia 18, em seu gabinete, a vice-presidente do Cofen (Conselho Federal de Enfermagem), Nádia Ramalho. A pauta do encontro foi o Ano Internacional de Valorização da Enfermagem, consagrado pela Organização Mundial de Saúde (OMS), e a possibilidade do município promover ações de valorização destes profissionais.

Na ocasião, o prefeito Samuca se comprometeu a realizar uma audiência pública sobre a carga horária de, no máximo, 30 horas semanais para os profissionais de enfermagem, além da elaboração de uma mensagem, a ser enviada para aprovação na Câmara de Vereadores, para implantação da Semana Municipal da Enfermagem, entre os dias 12 e 20 de maio.

— Estes profissionais desempenham um papel vital na prestação de serviços essenciais de saúde, são fundamentais na promoção à saúde e na prevenção de doenças. Por isso, a nossa gestão tem o compromisso de valorizar esses profissionais e melhorar suas condições de trabalho — afirmou Samuca.

O representante da Comissão Nacional de Técnicos e Auxiliares de Enfermagem (Conatenf), Paulo Murilo de Paiva, ressaltou que a OMS definiu que 2020 será o Ano Internacional da Enfermagem, reconhecendo o papel destes profissionais em todo mundo, e que é papel do Cofen instigar os municípios a promover ações com este objetivo.

— A reunião em Volta Redonda foi produtiva, já que saímos com a previsão da criação da Semana da Enfermagem, seguindo o decreto presidencial de 1960. A enfermagem é a única profissão da área de saúde que tem uma semana dedicada a ela — completou.

Também participaram da reunião a membro da Comissão de Relações Internacionais do Cofen, María Antonieta Rubio Tyrrell; e a coordenadora do Curso de Graduação em Enfermagem do UniFOA, Lucrécia Helena Loureiro, que também atua na Rede Municipal de Saúde.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

7 comentários

  1. Avatar

    Emprego para os recém formados.
    Não falou nada?
    Centenas de Técnicos em Enfermagem em busca do primeiro emprego em Volta Redonda.
    Tem que ver esta situação Sr. Prefeito.

  2. Avatar

    O vó que desespero vó. Fui a uma consulta na clinica da cidadania marcada ha mais de um ano vó e a doutora que ia me atender vó saiu do sistema vó. A consulta agora vó, sem previsão. A vó em compensação o que tem de funcionários la vó dando trombada nos corredores não falta. Fala serio.

  3. Avatar

    Tchau, Tchau o pesadão tá vindo aí.

  4. Avatar

    Impeachment já

  5. Avatar

    Que comece o chororô das viúvas do candidato do PMDB

    • Avatar

      A classe de enfermagem deveria é se valorizar mais. Começar por afastar do grupo os profissional medíocres, (tem muito profissional de enfermagem que parece mais camareira de hotel), mas não conhece o básico da assistência médica. Segundo é não trabalhar a troco das misérias que os hospitais oferecem. Isso é só para começar.

Untitled Document