domingo, 23 de janeiro de 2022 - 02:43 h

TEMPO REAL

 

Capa / Política / Samuca Silva avalia governo e reafirma foco na saúde

Samuca Silva avalia governo e reafirma foco na saúde

Matéria publicada em 18 de março de 2019, 23:16 horas

 


Prefeito afirma que tem muito a fazer e que os próximos dois anos serão de muitas realizações

Samuca está otimista para a segunda metade do mandato e afirma que eleição não é prioridade no momento

Volta Redonda – O prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva (PSDB), completou dois anos e dois meses de mandato a frente do Palácio 17 de Julho. Eleito em 2016, o prefeito – de 37 anos – faz um balanço positivo da sua gestão, diz que tem muito a fazer ainda e que os próximos dois anos serão de mais realizações.

Em entrevista ao DIÁRIO DO VALE, Samuca nega que esteja pensando em reeleição. O prefeito ainda ressaltou realizações do governo e reafirmou que 2019 é o ano da saúde.

 

Confira a entrevista completa

 

DV: Nesses dois anos de governo, qual sua avaliação do governo Samuca Silva?

SAMUCA: Avalio como positivo nossa gestão a frente da prefeitura. Resgatar o moral, a autoestima da cidade, que estava cansada, sem esperança, foi um desafio nesse início de mandato. Temos sempre que lembrar a população que nós vivemos uma das maiores crises da história do Brasil, com desemprego e queda na arrecadação.

E mesmo com essa crise, conseguimos fazer com que Volta Redonda fosse a cidade que mais gerou empregos no Estado do Rio, dados do Caged. Além disso, aumentamos a arrecadação e temos muito orgulho de ter mantido os salários dos servidores em dia, contas da prefeitura em dia, pagando dívidas do passado e ainda conseguindo avançar em várias frentes.

Esses avanços nós não conseguimos como passe de mágica, nem com amadorismo. Se faz com a nossa maior promessa de campanha: gestão. Ainda estamos organizando a casa, isso leva um tempo por conta de tudo o que estragaram nas contas públicas durante anos.

 

DV: O governo do senhor é do empresário ou do povo?

SAMUCA: Do povo, de quem mais precisa. É isto que incomoda tanto. Nos últimos 24 anos a cidade for governada por empresários, pela classe rica da cidade e para um pequeno grupo de amigos. Sou filho de pobre, minha avó está no Santo Agostinho até hoje, minha mãe, uma índia, anda de ônibus, meu irmão tem uma oficina de elétrica. Meu outro irmão é professor da rede pública. Tudo que tenho é por conta de meu estudo, de minha carreira, fiz minha vida financeira antes de ser prefeito.

Sob o ponto de vista de governo, nunca se cobrou tanto as empresas de ônibus e o possível cartel de combustível. Incentivamos a economia e melhoramos o ambiente de negócios pensando na geração de emprego e renda para população, buscando sempre melhorando a vida da população. Gerando empregos damos dignidade para as pessoas. Também criamos o Tarifa Comercial Zero, com ônibus elétrico levando a população para os centros comercial de graça. Lembro que no início do ano inauguramos Restaurante Popular, servindo cerca de 1,5 mil refeições por dia. Todas conquistas visam o povo! Por isto este pré-conceito comigo.

 

DV: Quais principais conquistas do seu governo?

SAMUCA: Tivemos inúmeras conquistas importantes e marcantes. Com diálogo, juntamos todos os atores importantes que conseguimos abrir a Rodovia do Contorno, um sonho antiga da cidade. Também reativamos o Faps, conseguimos a liberação para a Clínica de Hemodiálise funcionar; inauguração do Shopping Park Sul; Tarifa Comercial Zero; plantação de mais de duas mil árvores; sorteio junto para os boxes do Mercado Popular; Alvará Fácil; a Municipalização da BR 393; Arena Olímpica; compra do Hospital Santa Margarida; inauguração de duas unidades de odontologia; inauguração de três Unidades Básicas de Saúde; inauguração do Hospital do Idoso; triplicamos vagas em creches; revitalizamos dezenas de praças; anunciamos o Polo Metalmecânico; fomos a cidade que mais gerou empregos no Estado do Rio.

Além disso tudo, avançamos bastante na gestão pública eficiente, criando a Controladoria Geral do Município (CGM), a Central Geral de Compras – que centralizou as licitações, gerando uma economia de quase R$ 10 milhões só em 2018. Estamos realizando as licitações através de Pregão Eletrônico, o que permite que empresas de todo o Brasil – através de um processo transparente – participe das licitações. Ainda avançamos na convocação de concursados, realizamos concurso público para Guarda Municipal e vamos realizar agora para a secretaria de Saúde e de Administração. Vamos terminar com os RPAs, encerrando assim com injustiças que perduram por 20 anos, entre outras tantas melhorias.

 

DV: E o que o senhor acredita que precisa melhorar?

SAMUCA: Temos muito o que fazer ainda. Diminuir a fila de espera na saúde é uma prioridade, melhorar os salários e condições dos professores e demais profissionais de educação; estacionamento rotativa; flanelinhas; pavimentação pública; sabemos que temos muito a fazer e vamos fazer.

Os ônibus também estão muito ruins e estamos fiscalizando de perto. As empresas estão inquietas e vamos conseguir, se a Justiça entender que sim, fazer a licitação do transporte coletivo caso as empresas não resolvam os problemas. Se não fosse uma decisão judicial proibindo licitação, já teríamos feito.

Agora estamos avançando também na pauta ambiental. Plantamos mais de duas mil árvores, teremos o Jardim Botânico na Ilha São João, além de estarmos criando a Revis Vale dos Puris, o que será uma das dez maiores reservas ambientais municipais do Brasil. E nesta sexta-feira (dia 22) vamos inaugurar as melhorias no Parque do Ingá, que ganhará ainda um ‘Bike Park’ para os praticantes de ciclismo de aventura.

 

DV: O senhor disse que esse será o ano da saúde, mas há uma grande fila de espera para exames. Como mudar isso?

SAMUCA: Assumimos nosso mandato com uma fila de espera de 70 mil pessoas. Hoje temos uma fila de 40 mil, diminuímos 30 mil em dois anos. Agora estamos fazendo um grande mutirão de exames, onde vamos realizar 24 mil exames em três meses. Temos um centro de imagem moderno, ágil e eficiente. Atacamos onde realmente precisava. Estamos dando um retorno positivo nessa questão.

 

DV: Qual principal alteração que oportunizou a cidade gerar empregos?

SAMUCA: Os principais pontos são a desburocratização, a melhora no ambiente de negócios e o retorno do diálogo com empresas, indo até elas. Investimentos também em infraestrutura e conseguimos avançar. Foram esses fatores, somados, que fez com que nossa cidade fosse a que mais gerasse empregos em todo o Estado do Rio em 2018.

 

DV: Seu governo inaugurou várias obras em dois anos, como foi possível? E como o senhor encara as críticas de que essas obras não iniciaram em seu governo?

SAMUCA: Encaro essas críticas com tranquilidade. A nova política pede uma outra postura. Não existe obra de A nem de B, a obra é da cidade, é do povo. Assumimos o mandato com diversas obras paradas – algumas inauguradas sem sequer estar prontas. Tiramos do papel obras paradas e abandonadas. Conseguimos isso com gestão eficiente, diálogo e capacidade de arrecadação.

 

DV: Como é sua relação com a Câmara Municipal?

SAMUCA: É uma relação republicana. Respondemos mais de 800 requerimentos e ofícios. A Câmara derruba quase todos os nossos vetos, por exemplo. E é assim que acredito que deve ser a nova política. Poderes Legislativo e Executivo trabalhando em harmonia, mas com independência, em prol da cidade.

 

DV: E as indicações políticas?

SAMUCA: Não tenho nenhum secretário indicado por partido político. Já várias indicações na estrutura já estavam quando assumimos, mudamos um pouco. O que fizemos foi cortar, como tirar 300 Cargos Comissionados logo no início do mandato, realizar concursos públicos e acelerar no processo de terminar com os vínculos por RPA. Vamos acabar com os RPAs transformando eles em cargos legais. Também lembro que as indicações políticas apenas indicam, elas não se mantém caso não haja retorno positivo no serviço prestado.

 

DV: E como é a relação do senhor com os deputados federais da região?

SAMUCA: É uma relação muito boa. Os cinco candidatos eleitos da nossa região contaram, de alguma forma, com nosso apoio. Esperamos que os deputados Alexandre Serfiotis, Christino Aureo, Vinicius Farah, Luiz Antônio e o delegado Antônio Furtado – assim como todos os demais parlamentares do Estado do Rio – possam fazer um belo mandato a favor da população e que possam ajudar Volta Redonda com emendas, assim como toda a região.

 

DV: O que acha do governo Jair Bolsonaro e do Wilson Witzel?

SAMUCA: Torço pelo Brasil e pelo Estado do Rio de Janeiro. Eles estão no início de mandato, passei por isso e sei como é difícil.

 

DV: Pensa na eleição do ano que vem? E governador, tem a intenção?

SAMUCA: Não é momento de se falar em eleição, isso só interessa em quem pensa em poder exclusivamente. Agora estou focado em governar bem a cidade. Se o povo achar que posso agregar mais ao município, estou às ordens. Mas não penso em reeleição agora e muito menos numa candidatura ao governo do Estado. Isso é prematuro demais.

 

DV: O que podemos esperar do futuro e mande uma mensagem

SAMUCA: Tenham orgulho deste governo. Estamos trabalhando incansavelmente para melhorar a vida dos voltarredondenses. Estamos avançando com diálogo, eficiência, modernidade e criatividade. Muita coisa boa ainda temos pra fazer. Conte com nosso governo.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

15 comentários

  1. Excelente trabalho. Me surpreendeu positivamente. Parabens VR está no caminho certo.

  2. fala serio heimmmm Samuca

  3. Muito bom Samuca
    Parabéns pelas conquistas

    Não deem papo pra esses postantes aqui
    São tudo fakes pagos pela oposição

    Seguimos avançando com diálogo
    #faltavagestao

  4. Meu Deus! Acredita tanto que está tudo certo, que cai no ridículo, falar que tudo está funcionando, logo se vê que sabe da nada. Tomara que precise de atendimento em um posto de saúde ou hospital e não seja reconhecido. Aí verás como tudo funciona maravilhosamente! Boa Sorte!

  5. Só se for FOCO da dengue.

  6. Nobre prefeito vr tão indo ao caos,saúde do hospital do retiro um fracassado, cheio de profissionais sem ética,ontem estive por lá acompanhar uma tia,fiquei perplexo em ver a atitude de uma jovem médica ela sendo irônica fazendo chacotas com a dor dos outros,tá um merda toda área da saúde em vr, funcionários insatisfeitos,até quem mesmo falava mal do Neto hj chora querendo seu retorno, lamentável sua gestão,Sr prefeito o senhor colocou uma turma para trabalhar q não tem experiência alguma, profissionais q não sabem como agora em certas situações,tem motorista da prefeitura contatado nessa gestão com a CNB(b)onde já se viu um profissional com essa categoria,pois se o mesmo é motorista da prefeitura ele tem q está apto a conduzir qualquer veículo,e tem motorista conduzindo veículos com a abilitacao q não condiz q o mesmo possa,então por favor prepare melhor seus indicados políticos,pois basta apenas ser da base aliada q é contratado pela prefeitura basta ser indicado por um vereador q apoia sua catástrofe por momentos em vr,porém em breve se Deus quiser vc estará longe…..

    • Baixe o aplicativo FISCALIZA VR e deixe sua ocorrência! Com o nome da médica e o horário do seu atendimento.

  7. Esse ai nunca mais ganha nada na politica.

  8. COMO FUNCIONÁRIO INATIVO, QUE CONTRIBUIU UMA VIDA INTEIRA PARA A PREVIDÊNCIA DO FAPS, GRAÇAS A IRRESPONSABILIDADE DO NETO QUE NÃO PAGOU FORNECEDORES E A INÉRCIA DO SAMUCA QUE NÃO REGULARIZOU NADA, ESTAMOS SEM ATENDIMENTO HOSPITALAR, VÁRIAS CLÍNICAS SE DESCREDENCIARAM E LABORATÓRIOS TAMBÉM.POR FAVOR PREFEITO NOS AJUDE.

  9. tou esperando a 3 meses para fazer um exame, e essa a saude que o sr prefeito se refere. quando sair provavelmente ja estarei morto

  10. Foco Na Falta de Saude, só se for.

    Quem analisa seu gestão desastrosa é a população e os munícipes que dependem do serviços públicos.

    Saude entregue aos empresários que só visam o lucro e despresam e maltratam pacientes e funcionários.

    Manutenção da cidade é um caos, ruas sem iluminação, praças e calçadas esburacadas.

    Segurança pública inerte com a guarda somente passeando de viatura pela cidade sem combater flanelinhas, moradores de rua na rodoviária, pedintes nos sinais…..

    Fora Prefake PINÓQUIO.

  11. Enquanto isso a saúde dos veículos vão de mal a pior. O asfalto da cidade está preocupante. Onde estão os projetos de mobilidade urbana com relação às ciclovias? A ciclovia da beira não foi feita com o devido cuidado de engenharia e hoje está péssima. Infraestrutura prefeito?

    • “Saúde dos veículos….” kkkkkkkkkkkkkkk parei de ler os comentários aqui. Bando de analfabetos políticos!

  12. Enquanto isso a saúde dos veículos vão de mal a pior. O asfalto da cidade está preocupante. Onde estão os projetos de mobilidade urbana com relação às ciclovias por exemplo? Na época da sua construção, a ciclovia da beira não foi feita com o devido cuidado de engenharia e hoje está péssima. Infraestrutura prefeito?

Untitled Document