segunda-feira, 18 de novembro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Política / Samuca Silva se reúne com representantes do Sinpro-VR

Samuca Silva se reúne com representantes do Sinpro-VR

Matéria publicada em 22 de março de 2018, 22:06 horas

 


Volta Redonda – O prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva, recebeu na tarde desta quinta-feira, dia 22, representantes do Sinpro-VR (Sindicato dos Professores de Volta Redonda), que representa os docentes da Fevre (Fundação Educacional de Volta Redonda). O encontro aconteceu no gabinete do prefeito, no Palácio 17 de Julho.

— No plano de governo, prometi a valorização do professor e isso que quero fazer para a categoria. Não vou fazer grandes obras, mas sim reformas estruturantes na prefeitura. Mas, para conceder aumento aos professores, eu preciso de número para saber qual impacto financeiro aos cofres públicos —disse o prefeito, lembrando que destinou R$ 8 milhões para a implantação do PCCS (Plano de Cargos, Carreiras e Salários) aos servidores públicos. “Isso é só começo, embora a categoria mereça mais. Mas propor acordos pára processos que demorariam mais de dez anos para serem decididos, representa nossa vontade em avançar”.

Na reunião, Samuca Silva sugeriu que as equipes técnicas da prefeitura se encontrem semanalmente com a diretoria do órgão sindical para discutir as demandas da categoria.

Na segunda-feira, dia 26, a assessoria jurídica do Sinpro e a PGM (Procuradoria Geral do Município) estarão no Tribunal de Justiça no Rio de Janeiro para discutir a questão do TD (Tempo Disponível) – um terço do horário do professores para trabalhado extraclasse como correção e elaboração de provas.

A direção do sindicato vai se reunir com o secretário de Administração de Volta Redonda, Carlos Baia, para discutir sobre o possível reajuste no valor da hora/aula dos professores e seu o impacto da folha de pagamento para não descumprir a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

— Defendo a tese que a folha de pagamento de professores e de profissionais da saúde não faça parte na LRF porque são investimentos diretos para a população — finalizou Samuca Silva.

O presidente do Sinpro-VR, João Marques Filho, elogiou a postura de Samuca Silva em reunir com os sindicatos da categoria. “Nesse governo temos diálogo e isso é um grande avanço. E é um prefeito que estamos tendo a confiança porque cumpre o prometido. É uma pessoa que vem cumprindo sua palavra”, disse.

O presidente da Fevre, Waldyr Bedê, representante da PGM (Procuradoria Geral do Município) de Volta Redonda e Carlos Baia participaram do encontro. Atualmente, a Fundação tem em torno de 320 professores na rede.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

7 comentários

  1. Avatar
    Funcionário Revoltado

    Kd o PCCS? Fevereiro não foi paga, e pelo visto Março não será pago, pois nem menssagem para a câmara não foi enviada ainda. Prefeito de merda, mentiroso.Além do mais porquê ainda está exercendo suas funções os membros do Sindicato do Funcionalismo, se o mandato dos mesmos terminou em Setembro de 2017 e não houve outra eleição.

  2. Avatar

    Samuca diz que paga ofereceu 500.000 para dividir com o SFPMVR E SEPE …SERAM MAIS OU MENOS ,6.000 SERVIDORES. É SÓ FAZER AS CONTAS. ….. ENTÃO NA REALIDADE NÃO QUER E NEM VAI PAGAR……SOMENTE NA JUSTIÇA EU ACREDITO……

  3. Avatar

    Esse prefeito está me surpreendendo. Não votei nele mas já me arrependi. Está dando conta de administrar VR.

  4. Avatar

    O perfeitinho vive fazendo reuniões e criando comissões. Enquanto isso a cidade é um buraco só.

  5. Avatar

    Muito bla bla bla e pouca atitude.

Untitled Document