sábado, 16 de outubro de 2021 - 03:07 h

TEMPO REAL

 

Capa / Política / Samuca vai criar ‘casa’ para conselhos municipais

Samuca vai criar ‘casa’ para conselhos municipais

Matéria publicada em 30 de março de 2017, 21:10 horas

 


Ouvindo: Samuca conversa com integrantes do Conselho Municipal de Direitos das Mulheres (Foto: Gabriel Borges - PMVR)

Ouvindo: Samuca conversa com integrantes do Conselho Municipal de Direitos das Mulheres
(Foto: Gabriel Borges – PMVR)

 

Volta Redonda – O prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva (PV), anunciou no início da noite desta quarta-feira, dia 29, que vai criar uma estrutura para ajudar os conselhos municipais a terem maior participação nas decisões das políticas públicas. A informação foi dada durante encontro  com os membros do Conselho Municipal de Direitos das Mulheres.

Samuca destacou a nova forma do governo: a de diálogo.

— Todos os conselhos municipais estavam esquecidos nos últimos anos. Por isso, estamos criando a Casa dos Conselhos, que terá toda estrutura administrativa com contador, veículo, assessoria jurídica e agentes administrativos à disposição dos conselhos — disse o prefeito, que foi acompanhado na reunião pela secretária municipal de Políticas Públicas para Mulheres, Dayse Penna.

Atualmente, 40% do primeiro escalão do governo municipal são formados por mulheres e em pastas importantes.

— São mulheres que têm a minha confiança. Não há indicações políticas no nosso governo. São pessoas competentes em suas áreas — destacou Samuca Silva.

O Conselho Municipal de Direito para Mulheres é formado por 12 membros. Dos quais, seis são da sociedade civil e outros seis indicados pelo Governo Municipal.

— Queremos que o conselho, de fato, discuta políticas públicas para mulheres. O trabalho dos conselheiros é fundamental para nossa secretaria — comentou Dayse Penna, ressaltando que, nos primeiros três meses do ano, o número de atendimentos na secretaria triplicou em relação ao igual período de 2016.

A secretária municipal destacou ainda a importância do projeto ‘Cartas’. O grande desafio da secretaria é alcançar 14 mil cartas.

— Nossa intenção é alcançar as 14 mil cartas, o que simboliza 10% da população feminina da cidade. É uma meta ousada, mas possível. Se cada mulher que participar dos encontros escrever uma carta e motivar suas amigas e vizinhas a contarem suas histórias, iremos alcançar a meta. Vamos produzir uma exposição, onde essas histórias documentadas se tornarão públicas — finalizou.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

6 comentários

  1. Fora prefeitinho blá blá blá !

  2. maria f do couto rocha

    samuca oque eisso quantos administrativos pretende colocar nas unidades de saudee um absurdoquro muitoo que respeite meu voto e tantos outros que pedi pra ti por favor espero que nao seja mais uma deceocao

  3. maria f do couto rocha

    samuca tenhonvisto que,tem administrativo dmais nos postos de saude oque e isso sempre teve nao mais que dois

  4. Samuca vc e só papo furado, nada de concreto, sao só promessas , vc e um prefeito de mentiras . Meu voto oi seu hj tenho nojo de política e políticos como vc.

  5. Samuca vc e só papo furado, nada de concreto, sao só promessas , vc e um prefeito de mentiras . Meu voto oi seu hj tenho nojo de política e políticos como vc.

  6. Samuca , nao é hora de aumentar gastos na prefeitura ,, segura a onda ai.

Untitled Document