sexta-feira, 14 de agosto de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Política / Samuca visita Parque Natural Municipal

Samuca visita Parque Natural Municipal

Matéria publicada em 2 de julho de 2020, 16:34 horas

 


Obras estão prontas e serão entregues à população no dia do aniversário da cidade, 17 de julho

Equipamentos foram feitos com eucalipto certificado

Volta Redonda – O prefeito Samuca Silva esteve na manhã desta quinta-feira, dia 02, no Parque Natural de Volta Redonda, às margens da Rodovia dos Metalúrgicos. Ele recebeu, em nome do município, a área de 1,2 milhão de m² que une espaços públicos de convivência à Mata Atlântica preservada. A área verde e de lazer foi implantada e doada por empresa do setor imobiliário e veio em contrapartida à liberação do acesso ao novo empreendimento que o grupo está construindo próximo ao local.

Todo espaço de convivência está pronto e será entregue à população no próximo dia 17 de julho, data do aniversário de 66 anos de Volta Redonda. O local tem praças com mesas e bancos, aparelhos de ginástica funcional e playground; mirantes; anfiteatro; sede administrativa e portal de acesso; tudo construído com eucalipto certificado; além de locais reservados para os visitantes plantarem árvores, duas quadras de vôlei e futvôlei, dois lagos e trilhas radicais. O acesso às áreas de convivência é garantido por cerca de cinco quilômetros de vias dentro do parque.

Samuca visitou toda a área do Parque Natural de Volta Redonda e explicou que, durante o período de pandemia pela Covid-19, a visitação será agendada pelo site oficial do município. “O agendamento estará aberto a partir do dia 13 de julho e o local estará aberto ao público a partir do dia 18 do mesmo mês. Será permitida a entrada de 40 pessoas pela manhã e 40 à tarde”, contou. “O parque é um espaço para a família e para educação ambiental com visitas guiadas para escolas. Com certeza, é mais um legado que vamos deixar para o município na área ambiental”, completou o prefeito.

Ele lembrou ainda que esta gestão promoveu revitalização do Parque Natural do Ingá, no Santa Cruz; a reforma geral do Zoológico Municipal, na Vila; criou um Plano Municipal de Arborização Urbana que já plantou 19 mil mudas; está construindo um Jardim Botânico, na Ilha São João; e ainda implantou o Tarifa Comercial Zero. “Ônibus elétrico gratuito que circula pelos principais centros comerciais da cidade, sem poluição sonora e do ar, provando que é possível unir desenvolvimento econômico com preservação ambiental”, falou Samuca.

O secretário municipal de Meio Ambiente, Jadiel Teixeira, estava no local com sua equipe e ressaltou o plantio de mudas nativas feitas no parque. “Às margens dos quase cinco quilômetros de vias dentro do parque foram plantadas mudas de figueiras, pau-ferro, jacarandá roxo, tamboril, canafístula e mulungu. No total, 400 árvores farão os caminhos entre uma área de convivência e outra dentro do parque”, contou o secretário, lembrando que algumas árvores também foram colocadas nas praças com objetivo de promover sombra para os visitantes.

Os gestores do empreendimento imobiliário responsável pela implantação do Parque Natural de Volta Redonda, Walter Sales e Paulo Renato Andrade, e a arquiteta, responsável pelo projeto, Maria Angélica Vasconcelos, também acompanharam o prefeito durante a visita ao local na manhã desta quinta-feira, dia 02, e relataram algumas curiosidades.

“As áreas de convivência ocupam cerca de 15% de toda área de mata e as intervenções foram feitas em clarões pré-existentes. Coincidentemente, o conjunto desses equipamentos, vistos de cima, forma a figura de uma árvore. Além disso, o anfiteatro foi construído em vale com acústica perfeita”, citou Maria Angélica. Quanto à segurança do local, Walter Sales informou ao prefeito que a única entrada para o parque, que tem estacionamento para veículos, será monitorada por câmeras.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

10 comentários

  1. Avatar

    Se faz, reclama; se nao faz, o povo tb reclama… vai entender.. VR precisava disso!! Parem de mimimi… gente chata pra caramba, so sabem reclamar!!

    • Avatar

      Concordo plenamente. Vi o vídeo, muito bacana! Vai ser um novo point da cidade, algo que só tínhamos no horto do Zôo. O jardim botânico da Ilha também será um recanto agradável para contemplação da natureza dentro de VR. Precisamos disso, isso é prioridade sim, desde o início dos tempos!! O homem vive em simbiose com seu ambiente…

  2. Avatar

    Muito legal mesmo. A Prefeitura através da Secretaria responsável pela manutenção das passarelas de pedestres na Vila Santa Cecília apesar de.dezenas de reclamações inclusive aqui no Diário do Vale IGNORA. PARECE QUE AGUARDA desabar e matar algumas pessoas para mandar REPARAR. COM A PALAVRA O PREFEITO.

  3. Avatar

    É bom o MP ficar de olho, a área será pública e como tal de livre acesso dos munícipes? Tá muito estranha essa história.

  4. Avatar
    QUEAVERDADESEJADITA

    Você tem que visitar é o Banco (CAIXA ECONÔMICA FEDERAL) para depositar o salário dos funcionários e a casa das pessoas que você demitiu que com certeza irão passar necessidades. SEU Prefake, QUE BOM QUE vai sair em breve.

  5. Avatar

    Parece ser um ótimo parque. Feito pela iniciativa privada como contrapartida.

    Precisamos de parques como esse em áreas habitadas. Dificilmente alguém vai sair da cidade para usufruir desse local. Foi prometido um parque ao lado do Vivendas do Lago. Esse sim teria toda uma população numerosa em volta pra dar sentido ao investimento. Passando por ali parece que ainda não moveram uma palha. Vamos observar!!

    • Avatar

      Permita-me discordar de vc.. o parque tem q ser em local distante mesmo.. com ar puro e muito verde. O que adianta um parque na regiao povoada, com poluicao e cinzas da CSN??

    • Avatar

      Foi prometido umlago em frente ao Vivendas do Lago, lago aterrado.

      Foi prometido asfalto na rodovia dos metalúrgicos, que por sinal tem.mais buraco que queijo e está mais borrada de tinta que criança brincando.

      Cheio de máscara no chão.

      Acabaram com o ponto de ônibus junto a companhia de viação no Belvedere e colocaram uma porcaria de calçada que metade é cimento ,metade é pedra.

      O ponto de ônibus em frente a Unimed fica aglomeração total, muito pequeno e as pessoas merecem ficar embaixo da cobertura ao invés do sol e chuva.

      Ponto de ônibus em frente ao Park Sul e Spani, um lixo.

      Cidade suja, esburacada, com asfalto borrrocado de sinalizações , enfim …

    • Avatar

      Ótimo, adoreiii !!!
      Ao invés de mimimi, saibam valorizar essa beleza da natureza !!

Untitled Document