terça-feira, 19 de novembro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Região / Angra dos Reis divulga atrações turísticas na Argentina

Angra dos Reis divulga atrações turísticas na Argentina

Matéria publicada em 13 de outubro de 2019, 10:00 horas

 


Ilha Grande tem diversas atrações turísticas e encanta pela beleza natural
(Foto: Arquivo)

Angra dos Reis- Os atrativos turísticos de Angra dos Reis foram apresentados ao público da 13ª edição da Feira Internacional de Turismo da América Latina (FIT), que aconteceu entre os dias 5 e 8 de outubro, em Buenos Aires, na Argentina.
A equipe da TurisAngra esteve em dois estandes, um em parceria com o Angra & Ilha Grande Convention and Visitors Bureau e no da TurisRio. O objetivo foi atrair visitantes para a cidade, já que a Argentina é o país que mais envia turistas para Angra dos Reis.
Na feira, que reuniu aproximadamente 90 mil pessoas, entre profissionais do setor e público qualificado, a TurisAngra lançou uma nova folheteria de divulgação da cidade, uma revista com 24 páginas destacando as belezas de Angra dos Reis e da Ilha Grande, declarada recentemente pela Unesco Patrimônio Mundial Natural da Humanidade.
Na revista, o leitor pode conhecer um pouco da história de Angra dos Reis, com sua baía de 365 ilhas e mais de duas mil praias, além de verdadeiros paraísos, como as Ilhas Botinas e as praias de Jurubaíba, na Ilha da Gipóia, e de Lopes Mendes, na Ilha Grande. A publicação ainda destaca o patrimônio cultural da cidade, com imagens dos prédios dos Conventos São Bernardino de Sena e do Carmo, além da Casa de Cultura Poeta Brasil dos Reis, fundada em 1824.
A Procissão Marítima, um dos maiores eventos náuticos da América Latina, que reúne milhares de embarcações no mar de Angra, no primeiro dia do ano, também ganhou um espaço especial. Todas as informações do material promocional têm tradução para o inglês e o espanhol.
– A gente está no caminho de mostrar para o mundo Angra dos Reis e a Ilha Grande, potencializando o nosso turismo. O que todo mundo deseja é isso, que o turismo cresça e que ele alavanque a economia da cidade. Participar de uma feira como a FIT é um investimento importantíssimo para Angra dos Reis, a fim de trazer mais turistas para a cidade – avaliou o presidente da TurisAngra, João Willy.
No sábado (5), o governador do estado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, esteve no estante e pôde conferir a revista lançada por Angra dos Reis.
– Estamos investindo para que o estado retome sua posição como um dos principais destinos turísticos do Brasil. A Feira Internacional de Turismo da América Latina é um importante evento, onde os operadores das empresas de turismo e de comunicação buscam informações. Com certeza ajudará a atrair ainda mais turistas estrangeiros – afirmou o governador, acompanhado do secretário de Turismo, Otavio Leite.

Patrimônio Cultural e Mundial

A Ilha Grande, localizada em Angra dos Reis, recebeu em meados do ano o título de Patrimônio Cultural e Natural Mundial da Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (Unesco), que foi concedido também à cidade de Paraty.
Na época, o Ministério do Turismo destacou que, com o reconhecimento internacional, a região se tornou o primeiro sítio misto do Brasil, e agora o Brasil possui 22 bens “na lista de sítios de excepcional valor universal”. De acordo com o ministério, o título abrange áreas de seis
municípios dos estados de São Paulo e Rio de Janeiro, sendo que a maior parte está em Paraty (RJ) e Angra dos Reis (RJ). A região preservada inclui, ainda, Ubatuba (SP), Cunha (SP), São José do Barreiro (SP) e Areais (SP).
Conforme o ministério, com cerca de 85% da cobertura vegetal nativa bem conservada, a área forma o segundo maior remanescente florestal do bioma Mata Atlântica e é cercada por quatro áreas de conservação ambiental, além de ser palco de um dos principais centros históricos e culturais do país.
-Essas localidades vão potencializar o turismo nacional e, certamente, aumentarão o número de turistas no país e na região. É o Ministério do Turismo trabalhando para que o setor possa realmente ser uma importante vertente da nossa economia, sobretudo com geração de emprego, renda e inclusão social para a nossa população – comentou.
A presidente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), Kátia Bogéa, também comemorou o título. “Em Paraty e Ilha Grande, vemos de maneira excepcional e única uma conjunção de beleza natural, biodiversidade ímpar, manifestações culturais, um conjunto histórico preservado, e testemunhos arqueológicos importantes para a compreensão da evolução da humanidade no planeta Terra”, ressaltou a presidente.

Preservação

Para o Instituto Estadual do Ambiente do Rio de Janeiro (Inea), a proposta reconheceu a paisagem exuberante da região, espalhada desde o nível do mar até as vegetações de altitude, com mais de 2 mil metros, passando ainda pela biodiversidade da região, preservada no Parque Estadual da Ilha Grande, na Reserva Biológica Estadual da Praia do Sul e na Reserva de Desenvolvimento Sustentável Estadual do Aventureiro, além da Reserva Ecológica Estadual da Juatinga.
A candidatura envolveu o Ministério do Meio Ambiente (MMA) e o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), o Instituto Estadual do Ambiente (Inea), em conjunto com o Ministério da Cultura, o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e o Instituto Estadual do Patrimônio Cultural (Inepac), como também as prefeituras de Angra dos Reis e de Paraty.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

2 comentários

  1. Avatar

    normalmente eles preferem buzios….mas tomara que de certo

  2. Avatar

    Só loucos irão para essa cidade fora da Lei, não tem beleza que resista a violência, é até uma insensatez vender a ideia de turismo.

Untitled Document