quarta-feira, 8 de julho de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Região / Angra dos Reis teve 18 tiroteios em abril, segundo aplicativo

Angra dos Reis teve 18 tiroteios em abril, segundo aplicativo

Matéria publicada em 4 de maio de 2019, 18:30 horas

 


Angra dos Reis – A cidade de Angra dos Reis segue com alto número de mortes violentas e ainda figura entre as localidades do estado do Rio de Janeiro com maior incidência de tiroteios denunciados pela população. Balanço do aplicativo OTT (Onde Tem Tiroteio), que mapeia situações de violência, mostrou que a maior cidade da Costa Verde teve 18 tiroteios em abril. Apesar de alto, o número é melhor que o registrado em março, quando foram apontados 29 confrontos armados.

Em março, o aplicativo colocou a cidade como quarto ponto com maior registro de tiroteios no estado. O município ficou atrás de Belford Roxo (Baixada Fluminense, com 86 tiroteios), do Complexo do Alemão (Zona Norte do Rio, 32 tiroteios) e Praça Seca (Zona Oeste do Rio, 31 tiroteios). Em abril, a cidade “melhorou” um pouco no ranking, ficando em sexto lugar. Belford Roxo Seguiu na frente, com 56 tiroteios, seguida de São Gonçalo, na região metropolitana, com 23 ocorrências. Madureira, na Zona Oeste, teve 22 tiroteios denunciados, um a mais que o Complexo do Alemão. Ainda antes de Angra dos Reis veio Vila Isabel, na Zona Norte da capital, com 19 confrontos armados registrados.

Em abril, o aplicativo OTT apontou 474 tiroteios em todo o estado do Rio, contra 638 ocorrências no mês anterior. Comparando os dois meses com estatísticas oficiais do Instituto de Segurança Pública (ISP) há movimento bem parecido em Angra dos Reis. Em março, quando mais tiroteios foram registrados, a cidade teve oficialmente 16 mortos a tiros e 22 tentativas de homicídio. Em fevereiro, Angra teve cinco assassinatos e nove tentativas. Já em janeiro, foram oito mortes e 14 tentativas de homicídio. Os números de abril pelo ISP ainda não foram atualizados.

Intervenção policial

Ainda de acordo com dados do Instituto de Segurança Pública, do governo do estado, aconteceram sete mortes por intervenção policial no primeiro trimestre. Os números mostram uma tendência de queda, pois foram quatro mortes em confronto de policiais com bandidos em janeiro, três em fevereiro e nenhum registro feito em março.

Roubos em alta

Os índices que medem roubo a pedestres e roubo de veículos se mantiveram em alta na maior cidade da Costa Verde. Nos primeiros três meses do ano, a delegacia de Angra dos Reis registrou 52 ocorrências classificadas como “roubos a transeuntes”. Foram 18 crimes em janeiro, 16 em fevereiro e novamente 18 em março. Situação complicada também se deu com o roubo de carros. Foram 41 registros na delegacia, sendo oito em janeiro, 12 em fevereiro e 21 em março.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Avatar
    Morador de Angra

    Angra dos Diabos… ninguém dá jeito nesta merda de cidade. Não entendo. Qual o interesse ?

Untitled Document