segunda-feira, 21 de outubro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Região / Governo vai terminar Angra 3 e fazer mais seis usinas

Governo vai terminar Angra 3 e fazer mais seis usinas

Matéria publicada em 8 de outubro de 2019, 08:56 horas

 


Ministros visitam Usina Angra 3 e falam sobre investimentos para o setor (crédito Arquivo DV)

Angra dos Reis –O ministro das Minas e Energia, Bento Albuquerque, cumpriu o que prometeu durante um encontro com o prefeito de Angra dos Reis, Fernando Jordão em junho. Na ocasião o Governo anunciou medidas que retomariam a Construção Naval e indústria nuclear de Angra dos Reis.
A promessa era que o ministro viria à Angra para visitar as usinas nucleares e, assim, deixar claro para investidores e população que o planejamento é mesmo retomar e terminar as obras da usina de Angra 3, paralisadas desde 2015.
Além disso, o governo federal informou no dia 26 de setembro que estuda construir seis usinas nucleares até 2050. A informação foi dada pelo secretário de Planejamento e Desenvolvimento Energético do Ministério de Minas e Energia, Reive Barros.
A construção das usinas deve ser incluída no Plano Nacional de Energia (PNE), que está em fase final de elaboração.
Em nota, o ministério destaca que o PNE está em fase final de elaboração e informa que o governo estima investir US$ 30 bilhões na construção das seis usinas.
Os novos reatores deverão produzir 6 gigawatts (GW) de energia – 1 GW em cada. Somados com a produção das usinas de Angra 1 e 2 e também de Angra 3, prevista para ser concluída em 2026, a potência instalada na matriz nuclear poderá chegar a 9,3 GW.
“O PNE subsidia o governo federal na formulação de sua estratégia para expansão da oferta de energia no longo prazo. Já o Plano Decenal de Energia, que tem horizonte de 10 anos, é um instrumento de planejamento de curto prazo e está sendo produzido para cobrir o período 2019-2029. Neste último, vislumbra-se apenas a entrada em operação de Angra 3”, acrescenta o Ministério de Minas e Energia.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

4 comentários

  1. Avatar
    WELLINGTON GRIGORIO DE LUCENA

    Para falar sobre usina nuclear antes de tudo você deveria conhecer a planta das unidades brasileiras, falar dos acidentes de Chernobyl e Fukushima é um fato de extrema hipocrisia. Os rejeitos são acompanhados diariamente e monitorados por aparelhos que medem os níveis de radiação dos mesmos.
    E posso te garantir nossas usinas são de extrema segurança, se você quiser conhecer venha até Angra dos Reis e procure o nosso centro e informações, lá todas as suas dúvidas serão sanadas.

  2. Avatar

    Gostaria de saber qual o destino dos rejeitos nucleares, que estão dentro da usina, quando elas fecharem, pois usinas nucleares, também têm o seu tempo de uso, é importante, pois o tempo de uso é nada se comparado ao tempo de decaimento radioativo dos isótopos de diversos produtos da fissão resultante que levam milhões de anos para decair, ou seja, nada se pensa a respeito hoje, porém, no futuro, haverá um grande problema para resolver e não há tecnologia para aproveitar os produtos da fissão, quer ver como o problema é sério veja chernobyl e fukushima e pesquise a respeito, fukushima está chegando a um ponto de ter que lançar ao mar a água repleta de produtos radioativos, nesses dois casos o problema só foi adiantado por ter havido explosão em seus reatores, as duas por motivos diferentes, mas que levanta uma séria preocupação a respeito.

    • Avatar

      Para comentar qualquer coisa a respeito de um projeto, primeiro tem que conhecê-lo, percebi que você não conhece pois comparou com Fukushima e Chernobyl, então sugiro que venha até Angra dos Reis em nosso observatório nuclear conhecer nossa realidade, já de antemão posso afirmar que estamos entre as mais eficientes e seguras do mundo

    • Avatar

      Está vendo gente, porque o teste do pesinho é importante logo ao nascer. Todo esse texto poderia ter sido evitado…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Untitled Document