quarta-feira, 27 de maio de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Região / Centro de zoonoses é ampliado e recebe novos equipamentos em Resende

Centro de zoonoses é ampliado e recebe novos equipamentos em Resende

Matéria publicada em 10 de julho de 2018, 15:53 horas

 


Resende – O Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), que está recebendo obras de ampliação e modernização de suas dependências, recebeu novos equipamentos que vão ajudar a melhorar ainda mais os serviços prestados aos proprietários de animais domésticos do município. Entre os aparelhos adquiridos, e que já estão em uso na unidade, estão novas mesas cirúrgicas e dois focos auxiliares.

De acordo com o coordenador do CCZ, o médico veterinário Rodrigo Campos, além da chegada dos novos equipamentos, as obras de ampliação e revitalização do Centro, que eram uma prioridade da atual gestão, seguem em ritmo acelerado. Após a conclusão dos trabalhos, o local passará a contar com sala de recepção, mais de 20 canis, laboratórios, salas de atendimento, vacinação e cirurgia, além de espaços destinados ao acolhimento dos cães e gatos atendidos na unidade.

– As obras de reforma e ampliação da nossa sede, que foi encontrada em estado precário em janeiro de 2017, aliadas ao recebimento de novos equipamentos, não só vai ampliar nosso alcance de atendimentos, como também aprimorar a qualidade dos serviços oferecidos. E quem ganha com isso é a população. Com a chegada de mais mesas cirúrgicas e dos focos já conseguimos aumentar nosso atendimento e a tendência é que esse número cresça ainda mais com a ampliação de nossas instalações – ressaltou o coordenador.

Segundo ele, em 2017, o Centro de Controle de Zoonoses realizou cerca de 2.400 atendimentos, e desse total 1.234 procedimentos foram de cirurgias de castração de gatos e cães. Além disso, a unidade viabilizou a adoção responsável de mais de 100 animais, através de feiras de adoção espalhadas pela cidade. Atualmente, o CCZ realiza cerca de 200 consultas e 150 cirurgias de castração mensalmente. A meta para este ano é aumentar os números alcançados em 2017, e realizar mais de duas mil cirurgias até o final de 2018.

 

Marcação na orelha

 

A chegada dos novos equipamentos e o início das obras de ampliação não foram as duas únicas boas notícias anunciadas pelo Centro de Controle de Zoonozes de Resende este ano. No início de junho, o Centro passou a fazer a identificação, através de uma marcação na orelha, de todos os animais submetidos a cirurgias de castração na unidade. O procedimento, pioneiro na região, vai evitar que cães e gatos sejam submetidos duas vezes à intervenção cirúrgica, por falta de informações sobre a castração. A marcação (uma sequência formada por letras e números) é feita logo após o procedimento cirúrgico com o animal ainda anestesiado.

 

Em Resende: Centro de zoonoses realiza cerca de 200 consultas e 150 cirurgias de castração mensalmente

Em Resende: Centro de zoonoses realiza cerca de 200 consultas e 150 cirurgias de castração mensalmente


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

2 comentários

  1. Avatar
    Meu nome é Zé Pequeno!

    Muito importante este atendimento prestado aos donos de animais, bem como, aos animais em situação de rua pois eles não têm culpa e com isso evitamos a proliferação desenfreada com posterior abandono dos mesmos e ou de seus filhotes nas ruas.

Untitled Document