segunda-feira, 3 de agosto de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Região / Chuvas causam deslizamentos e desabamento em Angra dos Reis

Chuvas causam deslizamentos e desabamento em Angra dos Reis

Matéria publicada em 26 de novembro de 2018, 16:20 horas

 


População deve ficar atenta aos SMS enviados pela Secretaria Executiva de Proteção e Defesa Civil

Angra dos Reis – As fortes chuvas ocorridas entre o fim da noite de ontem (25) e a manhã desta segunda-feira (26) provocaram ocorrência em alguns pontos do município, mas sem vítimas. Segundo a Secretaria Executiva de Proteção e Defesa Civil da Prefeitura de Angra, foi registrado o desabamento parcial de uma residência no bairro da Monsuaba. Houve ainda um deslizamento de terra na Rodovia Procurador Haroldo Fernandes Duarte, a BR-101, também na altura da Monsuaba.

Os motoristas que trafegam pelo local devem redobrar a atenção, pois há na via uma camada alta de lama, que deixa o trânsito perigoso. A Polícia Rodoviária Federal já foi comunicada sobre a situação. Agora pela manhã, a Defesa Civil recebeu a informação sobre um deslizamento no Morro da Constância, no Frade. As equipes já foram para o local para verificar a ocorrência. Cinco agentes da Defesa Civil também se dirigiram para a Escola Municipal Professor Francisco de Assis de Oliveira Diniz, no Bracuhy, pois há risco de transbordamento do rio da localidade.

A primeira comunicação alertando os moradores sobre a possibilidade de chuva moderada a forte foi feita pela Defesa Civil às 17h20 de ontem. Horas depois, às 22h40, foi enviado um alerta de chuva forte aos moradores. Já na madrugada, às 2h40, devido ao alto índice pluviométrico, foi enviado um alerta de evacuação para os moradores que residem em áreas de risco (próximo a encostas e locais de alagamentos) nos seguintes bairros: Jacuecanga, Lambicada, Morro do Moreno, Praia do Machado, Village, Água Santa, Biscaia, Monsuaba, Paraíso, Vila da Petrobras, Caputera I e Caputera II.

– Nosso objetivo é avisar a população em tempo hábil sobre os riscos, para evitar qualquer tipo de transtorno ou prejuízo – informou o secretário executivo de Proteção e Defesa Civil, Jairo Fiães.

A população, especialmente a que mora próximo a áreas de risco, deve ficar atenta aos SMSs enviados pela Defesa Civil. Quem ainda não recebe os avisos, pode cadastrar-se enviando um SMS para o número 40199, contento o CEP da residência na mensagem do texto. Em caso de qualquer problema, os moradores devem ligar para 199 ou (24) 3365-4588.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Avatar
    Morador de V. Redonda

    Que novidade em Angra hein… !!

Untitled Document