segunda-feira, 19 de outubro de 2020 - 12:08 h

TEMPO REAL

 

Capa / Região / Com 52 casos confirmados na região, prefeitos destacam falta de testes

Com 52 casos confirmados na região, prefeitos destacam falta de testes

Matéria publicada em 31 de março de 2020, 09:23 horas

 


Sul Fluminense – Com os dados mais recentes divulgados pela Secretaria de Estado de Saúde e pelas secretarias municipais de saúde de prefeituras do Médio Paraíba, a região contava nesta terça-feira pela manhã, dia 31, com 52 casos confirmados de pessoas contaminadas pelo coronavírus, que contraíram a Covid-19. São dois óbitos: um em Miguel Pereira e outro em Volta Redonda.

São 38 casos em Volta Redonda, seis em Barra Mansa e três em Resende. Valença, Angra dos Reis, Mangaratiba, Miguel Pereira e Pinheiral confirmaram cada cidade um caso. O primeiro caso na região foi registrado em Barra Mansa, no dia 5 de março. Os números são usados pelos prefeitos para sensibilizar a população a respeitar a quarentena e o distanciamento social, imposto através de decretos em todas as cidades.

O prefeito de Resende, Diogo Balieiro Diniz, ressaltou que no Brasil ainda não são feitos testes em todos os pacientes, o que se reflete na região e num cenário que pode ser ainda de muito mais casos que os atuais registrados.

– Temos pacientes com síndrome respiratória aguda em investigação da doença e outros em quarentena, com formas leves e brandas, em isolamento e que não fizeram o exame laboratorial. Essa tem sido a rotina em todo o país, no estado e em nossa região. Não temos o número suficiente de kits para fazer esses testes. O ideal era mesmo testar maciçamente, como fizeram outros países – disse o prefeito de Resende, Diogo Balieiro.

Ao anunciar novos três casos da doença, o prefeito de Barra Mansa, Rodrigo Drable, disse na noite de segunda-feira que é necessário respeitar a quarentena.  “O isolamento precisa ser feito, as pessoas não entenderam ainda por mais que isso seja evidente, que a contaminação vai acontecer, ela já está acontecendo. Não existe o isolamento social, existe o isolamento físico. Fique dentro da sua casa para não ser contaminado”.

Drable também se queixou da falta de testes. “Infelizmente, tudo que prevemos está acontecendo.  Nos Estados Unidos, o presidente Donald Trump disse que vai testar praticamente a população inteira. Quem nos dera poder fazer isso”, disse.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

3 comentários

  1. Avatar

    Engraçado, manda ficar em casa, porem tem lugares funcionando normalmente, com concessionarias, oficinas.
    concessionaria da IVECO, eles foram la, tomaram um guarana na portaria mesmo e foram embora, nem entraram para verificar, sera pq né? money?

  2. Avatar

    Prefeito de Resende deveria ter autorizado a Guarda Municipal de Resende fazer Bloqueio na Entrada da Região de Visconde de Mauá, já que as pousadas dessa região estão fechadas em cumprimento aos decretos municipais de Itatiaia, Resende e Bocaina de Minas. Mas as casas de veraneio estão recebendo turistas vindos de Rio de Janeiro e São Paulo, essas casas de veraneio continuam sendo alugadas descaradamente por seus proprietários. Esse tipo de atitude fará com que moradores dessa região mais cedo ou mais tarde sejam contaminados por essa pessoas que continuam vindo das capitais. A ganancia cega algumas pessoas!!!

  3. Avatar

    104 funcionários do Hospital Sírio-Libanês, na capital paulista, testaram positivo para #coronavirus. Entre os profissionais, estão médicos, enfermeiros, funcionários de limpeza e técnicos. Todos estão afastados por 14 dias. Se os funcionários de um hospital que usam equipamento de proteção ficam doentes, imagina você passeando no parque e tomando breja no barzinho, e apertando a mão do bolsomíniom que faz propaganda pra você sair de casa?

Untitled Document