quarta-feira, 26 de junho de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Região / Delegado indicia homem que matou casal de namoradas em Angra dos Reis

Delegado indicia homem que matou casal de namoradas em Angra dos Reis

Matéria publicada em 17 de março de 2019, 18:37 horas

 


Itamar da Silva, de 44 anos, que era vizinho das vítimas, foi indiciado por homicídio qualificado por motivo fútil

Casal de namoradas foi assassinado a facadas no bairro Japuíba
(Foto: Divulgação)

Angra dos Reis-  O delegado titular da 167ª DP (Paraty), Marcelo Russo, que no fim de semana também comandava o plantão na Delegacia de Angra dos Reis, indiciou Itamar da Silva, de 44 anos, por homicídio qualificado e disse que no dia do crime, estava ocorrendo uma festa de confraternização entre vizinhos na casa das vítimas. O delegado confirmou que as mulheres, de 20 e 24 anos mantinham um relacionamento homoafetivo.  O policial disse que Itamar passou a assediar uma das mulheres que o rejeitou.

– A outra mulher também não gostou das investidas amorosas que o suspeito fez na namorada dela. Depois de ser rejeitado, Itamar, que era vizinho das vítimas, disse que para casa dormir e retornou e esfaqueando as vítimas que foram surpreendidas pelo suspeito, quando estavam tomando cerveja – disse o delegado.

As mulheres foram feridas com vários golpes de faca e morreram no local. Em seguida, Itamar fugiu para a RJ-155 (Rodovia Saturnino Braga), onde foi preso por policiais militares.  Russo disse que a bermuda do suspeito ainda estava suja de sangue, quando foi detido. Itamar foi levado para a 166ª DP (Angra dos Reis).

Marcelo Russo explicou ainda que indiciou Itamar no crime de homicídio qualificado, por motivo fútil, por causa de uma paquera não correspondida e por usar uma faca que impossibilitou a defesa das vítimas que foram surpreendidas e não tiveram como se defender.

O delegado disse que não considerou o caso  como feminicídio, porque não foi um crime praticado por ódio ou preconceito contra a mulher, Para o policial, foi mais uma desavença de paquera rejeitada.

– Mesmo porque, Itamar tinha uma mandado de prisão a ser cumprido por uma tentativa de homicídio contra um homem, em Araxá, Minas Gerais. Isso significa que ele não pratica violência apenas contra mulheres mais homens também – disse Russo.

Itamar será transferido nesta segunda-feira (18) para a Cadeia Pública de Volta Redonda onde ficará à disposição da Justiça de Angra dos Reis.

Por Dicler de Mello e Souza

Delegado Marcello Russo comandou as investigações na 166ª DP
(Foto: Paulo Dimas/Arquivo)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document