domingo, 18 de novembro de 2018

TEMPO REAL

 

Capa / Região / Disque Denúncia oferece recompensa para informações sobre morte da corretora no Rio

Disque Denúncia oferece recompensa para informações sobre morte da corretora no Rio

Matéria publicada em 17 de agosto de 2018, 16:57 horas

 


 

O Disque Denúncia, organização não governamental que trabalha em conjunto com a polícia do Rio de Janeiro, está oferecendo uma recompensa de R$ 1 mil por informações que levem à prisão dos suspeitos de envolvimento na morte da corretora de imóveis Karina Garofalo Pereira, de 44 anos. Ela foi assassinada a tiros, nesta quarta-feira, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio.

Pedro Paulo Barros Pereira Júnior e seu primo, Paulo Maurício Barros Pereira, tiveram a prisão temporária por 30 dias decretada pela Justiça nesta quinta e são considerados foragidos. Quem tiver qualquer informação sobre o caso pode entrar em contato através do telefone (21) 2253 1177 ou do WhatsApp (21) 98849-6099. O anonimato é garantido.

Pedro Paulo, que é ex-marido de Karina, é apontado pela polícia como mandante do crime, e Paulo Maurício seria o executor. Este último foi reconhecido como autor dos disparos pelo filho da vítima, de 13 anos, que estava presente no momento do assassinato. De acordo com a Polícia Civil, Paulo Maurício também foi flagrado pelas câmeras de segurança de um shopping seguindo Karina pouco antes da execução.

Pedro Paulo e Karina eram separados havia 5 anos e tinham uma relação conturbada. Ele é o pai do menino que presenciou o assassinato.

O crime foi gravado por câmeras de segurança. As imagens mostram a corretora voltando para casa caminhado pela calçada, na Avenida Malibu, em frente a um condomínio, quando um homem usando capuz desce de um carro, se aproxima e atira a queima roupa contra ela.

Em seguida, Karina fica caída na calçada e o atirador foge sem levar nada. A corretora foi atingida na cabeça e no braço, por pelo menos três tiros, e morreu na hora.O filho da vítima estava poucos passos à frente e presenciou o crime, mas não foi ferido.

Karina, será enterrada nesta sexta-feira, em Volta Redonda, no sul do Estado do Rio de Janeiro, sua cidade natal e onde também vivem os suspeitos de envolvimento no crime.

Ícaro Matos, Agência Brasil


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document