quinta-feira, 22 de outubro de 2020 - 12:23 h

TEMPO REAL

 

Capa / Região / Empresário suspeito de pagar propina por UPAs se apresenta à Justiça e é solto após liminar

Empresário suspeito de pagar propina por UPAs se apresenta à Justiça e é solto após liminar

Matéria publicada em 12 de abril de 2019, 11:31 horas

 


Brasília – Após passar pouco mais de duas horas preso, o empresário, Ronald de Carvalho, proprietário da Metalúrgica Narra do Piraí, conseguiu uma liminar e foi solto. O empresário havia sido preso suspeito de pagar R$ 1 milhão de propina por Unidades de Pronto Atendimento (UPA) em Brasília, durante o mandato do ex-governador, Sérgio Cabral.

Nesta terça-feira (9), o Ministério Público do Distrito Federal deflagrou a operação Conteiner, que apurou irregularidades no esquema de instalação de UPAs.

O Ministério Público Federal já investigava irregularidades na instalação de contêineres para UPAs no Rio, com a mesma empresa, a Metalúrgica Barra do Piraí, de Ronald.

Os investigadores contam que esse esquema começou a partir de um plano nacional de expansão das UPAs, liderado pelo ex-governador Sérgio Cabral e o seu então secretário de Saúde, Sérgio Côrtes.

O empresário já foi investigado pela força-tarefa da Lava Jato no Rio de Janeiro.

 

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

5 comentários

  1. Avatar

    Kd o comentário sobre a prisão do Lula? Não pode falar do Lula?

  2. Avatar

    Brasiiiiill !!!

  3. Avatar
    JAQUELINE RAMOS BIANCO

    ALÔ DIÁRIO DO VALE. ATENÇÃO! Não seria Metalúrgica Barra do Piraí ao invés de Narra do Piraí????????????????????????????????

  4. Avatar

    Rico inteligente não fica preso nesse país,
    Vergonha

Untitled Document