quinta-feira, 2 de dezembro de 2021 - 15:39 h

TEMPO REAL

 

Capa / Região / Festa da Roça reúne milhares de idosos em Volta Redonda

Festa da Roça reúne milhares de idosos em Volta Redonda

Matéria publicada em 19 de setembro de 2019, 19:19 horas

 


Durante o evento, prefeito Samuca Silva garantiu viagem a hotel fazenda ainda este ano

Arraial reúne Grupos de Convivência de várias secretarias municipais
(Foto: Gabriel Borges – Secom PMVR)

Volta Redonda- Idosos de todos os bairros da cidade, que fazem parte dos programas para terceira idade da prefeitura de Volta Redonda, lotaram o Pavilhão da Ilha São João durante a segunda edição da Festa da Roça na tarde desta quinta-feira (19). O arraial reuniu os Grupos de Convivência das secretarias de Ação Comunitária e da Mulher, Idosos e Direitos Humanos; dos núcleos do Melhor Idade em Movimento, da secretaria municipal de Esporte e Lazer; além dos alunos da Academia da Vida, da Fevre (Fundação Educacional de Volta Redonda).
A Festa da Roça, que promove integração entre os idosos de diversos programas, é organizada com apoio da Secretaria Municipal de Cultura com a participação dos próprios usuários que garantem as comidas típicas servidas de graça durante o evento. As barraquinhas serviam salsichão, canjica doce e salgada, bolos, doces e chocolate quente. E para matar a sede era só chegar na barraca do Saae.
Além das comidas típicas das festas na roça, a programação cultural fez os idosos se mexerem. Embalados por forró e sertanejo universitário, eles dançaram com a Fanfarra da Terceira Idade; acompanharam a quadrilha do núcleo do Melhor Idade em Movimento Jardim Amália/Água Limpa; e dançaram no aulão comandado pelo professor Paulo Vítor, o PV.
E o prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva, foi conferir de perto essa ação conjunta entre diversas secretarias em prol dos idosos do município. Recebido com abraços, pedidos de fotografias e até autógrafos, Samuca aprovou a realização do evento.
Acompanhado das secretárias de Cultura, Aline Ribeiro; de Esporte e Lazer, Maria Paula Tavares; da Mulher Idosos e Direitos Humanos, América Tereza; do subsecretário de Ação Comunitária, Rodolfo Levenhagem; do presidente da Fevre, Waldyr Bedê; além de funcionários das secretarias que atuam no dia a dia com os idosos, o prefeito subiu ao palco para agradecer.
– Agradeço o carinho com que fui recebido aqui hoje. É muito satisfatório deixar o gabinete por uns instantes e estar ao lado de vocês, abraçar e ouvir as pessoas num momento de descontração. Também quero lembrar do comprometimento dos profissionais que atuam com os idosos do nosso município no dia a dia. Essas pessoas que já doaram muito a Volta Redonda e merecem nosso respeito e atenção – falou Samuca.
E a notícia mais esperada ficou para o final do discurso.
– A viagem da terceira idade para o Hotel Fazenda Ribeirão, em Barra do Piraí, vai acontecer ainda este ano – garantiu Samuca, assim como afirmou que a licitação de 31 linhas de ônibus, que seria no último dia 17 e foi suspensa, será realizada.
– O transporte público precisa melhorar toda população merece. E sei que os idosos também sofrem com o serviço prestado hoje – completou.
Samuca lembrou ainda que a Ilha São João, que sediou a Festa da Roça, em breve, será um Jardim Botânico.
– A população vai contar com pista de caminhada, muitas árvores, um lago e até churrasqueiras. Vai ser diversão garantida – contou.
Vânia Maria Gomes Ouverney, que participa do núcleo do Melhor Idade em Movimento no Ginásio Poliesportivo do Açude, fez questão de cumprimentar o prefeito e parabenizá-lo pelo apoio aos programas para os idosos.
– Quero agradecer pessoalmente o seu empenho à frente da prefeitura. Além do cuidado com a terceira idade, vide a implantação do Hospital do Idoso, a preocupação com toda população – disse.
Ângela Maria Higino Carvalho faz parte do Grupo de Convivência A Fila Anda, do bairro Rústico, aprovou o formato da festa que uniu idosos de todos programas para a terceira idade no município.
– Sou pensionista e gosto de praticar diversas atividades, me manter ativa. Além do grupo do bairro, faço português, inglês, saúde, mundo contemporâneo e teatro na Academia da Vida. Além disso, participo do grupo de dança da secretaria de Ação Comunitária – enumerou, saboreando um salsichão enquanto curtia a apresentação da fanfarra.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

2 comentários

  1. A America Tristeza nao falou nada?
    Rs

  2. Pra quê se referir obrigatoriamente às pessoas como idosos. São pessoas como todo mundo. Não tem só pessoas com mais idade.

Untitled Document