quinta-feira, 13 de maio de 2021 - 02:37 h

TEMPO REAL

 

Capa / Região / Governador em exercício reafirma a construção de 400 casas para atender famílias em área de risco

Governador em exercício reafirma a construção de 400 casas para atender famílias em área de risco

Matéria publicada em 9 de janeiro de 2020, 19:46 horas

 


Rodrigo Drable e governador em exercício, Cláudio Castro (de colete laranja), visitam bairro Nova Esperança
(Foto: Paulo Dimas)

Barra Mansa- O governador do Rio de Janeiro em exercício, Cláudio Castro, esteve em Barra Mansa nesta quinta-feira (09), em decorrência da forte chuva que atingiu a região na tarde de quarta (08), causando o transbordamento do Rio Barra Mansa, que corta a cidade.

Cláudio disse que conforme prometido no ano passado, pelo governador Wilson Witzel, o processo para a construção de 400 casas para as famílias, que moram nas áreas de risco, segue e que das três etapas para concluir o procedimento, duas delas já foram realizadas.

O governador em exercício reafirmou a construção dos imóveis para atender aos moradores e anunciou os serviços de reparos na ponte de acesso ao fórum do município.

– Ainda hoje, vamos encaminhar com o prefeito Rodrigo Drable sobre o terreno onde as habitações serão construídas. Nossa intenção é começar a obra ainda este ano – destacou o governador em exercício.

Cláudio Castro percorreu junto com o prefeito Rodrigo Drable a Rua Florianópolis, no bairro Nova Esperança, local duramente atingido pelo transbordamento do rio, os secretários de Estado de Infraestrutura e Obras, Bruno Kazuhiro, de Ambiente e Sustentabilidade, Altineu Gomes, e o deputado estadual Marcelo Borges, o Marcelo Cabeleireiro, também estavam presentes.

A prefeitura de Barra Mansa avaliou a situação das casas e lojas comerciais afetadas pelas águas, além de conversar com moradores. Drable disse que nos próximos meses a Secretaria de Habitação e Interesse Social, entregará 680 unidades habitacionais do Programa Minha Casa Minha Vida.

– Quando realizamos o cadastramento das famílias, boa parte das pessoas que residem nesta localidade se manifestou contrária a deixar suas casas. Elas têm dificuldades para entender que esse problema só será definitivamente resolvido com a desocupação da área. Permanentemente realizamos a limpeza do rio. Retiramos os detritos da natureza, como galhos e folhas de árvores, mas também muito entulho produzido pela população. A limpeza ameniza a situação, mas não resolve o problema. Portanto, vamos continuar encaminhando o processo de construção das 400 casas e esperamos que, de fato, as famílias que aqui residem entendam o quanto essa iniciativa é importante para as suas vidas – ressaltou o prefeito.

Agentes da Defesa Civil do Estado e do Município, vereadores e lideranças comunitárias acompanharam a visitação. Em seguida, a comitiva seguiu para as proximidades do Fórum de Barra Mansa, onde Rodrigo Drable apresentou ao governador em exercício os problemas estruturais que afetam a ponte de acesso ao tribunal. Lembrou que pelo local trafegam ônibus com detentos e o risco sobre uma possível operação de resgate.

Claudio Castro esclareceu que a Emop (Empresa de Obras Públicas do Estado do Rio de Janeiro) concluiu o estudo sobre a vazão de água do Rio Barra Mansa, que corta a localidade, e que o resultado será encaminhado para o DER (Departamento de Estrada de Rodagem). “A Secretaria da Casa Civil já garantiu os recursos para esta obra. Estamos trabalhando para que seja executada ainda este ano”, afirmou Castro.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

10 comentários

  1. Avatar

    Lá vem mais dinheiro jogado fora. Na última vez colocaram uma draga por mais de 2 meses limpando a calha do Rio Barra Mansa com expectativa de que não ocorreria mais alagamento. Agora mais uma PROMESSA?

    O povo gosta é de P R O M E S S A. Sem essa palavrinha mágica o povo não fica satisfeito.

  2. Avatar

    Sai da enchente e vai pro inferno do Minha Casa Minha Vida. O pobre tá ferrado mesmo.

  3. Avatar

    Infelizmente essa regiao nao tem jeito. Tem casa que sao praticamente dentro do rio..Umas das poucas soluçoes ali seria derrubar as casas e levar as pessoas para outro lugar..

  4. Avatar

    ue cade o governador?

  5. Avatar

    Dr. Cláudio Castro é médico cardiologista em Volta Redonda, já foi candidato a vereador pelo PT e conhece bem os problema do Sul Fluminense. Embora 400 casas represente apenas uma gota d’água no oceano, será muito mais do que os últimos 12 anos de governo do Estado.

    • Avatar

      Você tá equivocado. O Cláudio Castro vice governador não tem nada de médico, nem de Volta Redonda. É advogado de formação e foi vereador na capital.

    • Avatar

      Espere sentado. Esse estado do rio é um completo lixo. Infelizmente Volta Redonda caiu, geograficamente falando, nesse bueiro.

    • Avatar

      Ué, ele é médico cardiologista e conhece os problemas da região?? E quem é mecânico conhece bem os problemas de um hospital? Por essa lógica a resposta é sim.

      Das duas uma: ou ele é médico e entende de sua área ou conhece os problemas da região e não entende nada de sua área de estudos.

  6. Avatar

    E a história se repete: o governo do estado promete, mas nada faz de concreto.

Untitled Document