quinta-feira, 22 de agosto de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Igreja e associação de moradores se unem para ajudar vítimas da enchente em Barra Mansa

Igreja e associação de moradores se unem para ajudar vítimas da enchente em Barra Mansa

Matéria publicada em 18 de março de 2019, 16:19 horas

 


Associação de moradores do bairro Nova Esperança e Igreja Metodista unem forças para arrecadar doações (Foto: Divulgação)

Barra Mansa – Após a enchente que atingiu diversos bairros do município na madrugada desta segunda-feira (18), representantes da Igreja Metodista Jardim Primavera e da associação de moradores do bairro Nova Esperança (Amornesp) se uniram para arrecadar alimentos, roupas, móveis e roupas de cama, que serão doados aos moradores que perderam tudo.

Rayane Braga, presidente da associação de um dos bairros mais afetados pela enchente, destacou a importância da ajuda que o bairro necessita neste momento. ‘’Estou andando o dia inteiro no bairro, as coisas estão bem difíceis. Precisamos ajudar da melhor forma, essas pessoas que perderam tudo, praticamente. Toda e qualquer ajuda neste momento é bem vinda’’, disse.

Durante a manhã desta segunda-feira, Rayane conseguiu arrecadar alimentos através de doações de comerciantes locais e moradores que não foram afetados, para o preparo de quentinhas que foram entregues para as vítimas da enchente, que estavam limpando suas casas invadidas pela água e acabaram perdendo, além de móveis, alimentos e não tiveram recursos para cozinhar.

Devido à gravidade da situação, José Camilo, pastor da Igreja Metodista Jardim Primavera, resolveu unir forças com os moradores do bairro e ajudar as vítimas da enchente. ‘’Nós estamos arrecadando todo tipo de item que possa ajudar essas famílias que perderam tudo, independente da numeração. Nesse momento, todos precisam de ajuda’’ – disse.

Quem puder contribuir com algum item, pode deixar as doações na sede da Igreja Metodista Jardim Primavera, localizada na rua: Olavo Bilac, nº 103. Segundo José Camilo, a Igreja ficará aberta 24 horas e membros da Igreja realizarão revezamento para colherem os itens doados.

Assista ao vídeo

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

4 comentários

  1. Avatar

    Quando eu vi a materia dizendo que a igreja iria ajudar tomei maior susto.
    Mas a católica na região , só ajudaria Venezuela ou Cuba.

  2. Avatar

    Eu já ajudei essas iniciativas muito. Os governos nem apareciam. Vinham só para acalentar os moradores com um servicinho mal feito. Descobri que eu estava ajudando na continuação dos mesmos problemas dos pobres cidadãos e a continuação dos governos ineficientes.

    No fim disso tudo esses colaboradores nem serão lembrados pelos necessitados, mas os politiqueiros sim. Na próxima chuva se repete. Aí os colaboradores serão outros a alimentarem o governo ineficiente pq os primeiros colaboradores já perceberam que foram bobos ajudando.

  3. Avatar

    Por que sirene nao tocou? Por favor lembrem dos moradores da Boa Sorte Rua 5 uma família perdeu tudo estão ate sem alimentos. O ponto de apoio não abriu nem pra dar comida aos moradores da rua 5.

Untitled Document