sábado, 14 de dezembro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Região / Líder de facção criminosa tenta subornar PM com R$ 200 mil e acaba preso em Angra

Líder de facção criminosa tenta subornar PM com R$ 200 mil e acaba preso em Angra

Matéria publicada em 25 de setembro de 2019, 23:09 horas

 


Angra dos Reis – Policiais Militares do 33 Batalhão (Costa Verde) prenderam o número 2 de uma facção criminosa que atua em diversas comunidades de Angra dos Reis e é apontada como a maior em atividade no Estado do Rio. A ação ocorreu nesta quarta-feira (25) à noite, no bairro Promorar, e teve como ponto alto a prisão de Marlon de Assis Silva, de 32 anos, conhecido como “Porca Rosa”.

Contra Marlon, havia mandado de prisão expedido pela Justiça e desde então ele era procurado pela polícia de toda a região. De acordo com a PM, Marlon é suspeito de atuar no tráfico de drogas na localidade do Camorim Grande, mas seria o responsável pelas operações da facção criminosa em roubos a veículos, de cargas da Souza Cruz e explosão de caixas eletrônicos.

Outras três pessoa detidas junto com o suspeito foram liberadas depois de averiguação na delegacia de Angra. Os PMs foram avisados da presença de Porca Rosa no bairro, montaram o cerco e conseguiram deter o suspeito. Ele ainda ofereceu R$ 200 mil para não ser levado para a delegacia, mas acabou preso.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

4 comentários

  1. Avatar

    Agora a porquinha vai pro chiqueiro que ela merece ….

  2. Avatar
    capeta da grota do Santa cruz

    o PORCA ROSA vai virar PURURUCA.

  3. Avatar

    Isso aí! Dinheiro não deve comprar a PM. Essa prisão vai mostrar aos outros bandidos que a nossa polícia não se vende.

  4. Avatar

    Parabéns aos policiais não ter aceitado o suborno.
    Poderia ter armado um flagrante para pegar o dinheiro.
    E reinvestir o dinheiro na corporação.

Untitled Document