PF reforça que Adélio Bispo agiu sozinho ao tentar matar Bolsonaro

Advogado do acusado é ligado à facção criminosa PCC e foi detido em última fase da operação

by Agatha Amorim

País – A Polícia Federal reforçou nesta terça-feira (11) que o inquérito sobre o atentado contra o ex-presidente Jair Bolsonaro mostrou que Adélio Bispo, acusado da tentativa de homicídio, agiu sozinho ao desferir a facada no então candidato. O caso aconteceu em 2018, na cidade de Juiz de Fora (MG).

Contudo, o advogado de Bispo, ainda de acordo com a PF, de fato tinha vínculo com a facção criminosa PCC. Ele foi alvo de busca e apreensão nesta terça-feira, última fase da operação.

A informação foi divulgada pelo diretor-geral da PF, Andrei Rodrigues, em coletiva com jornalistas em Brasília na manhã de hoje.

You may also like

1 comment

denilson 11 de junho de 2024, 13:30h - 13:30

kkkkkkk so rindo deve ter ganhado na loteria tb para gastar tanto fico imaginando nos adv chegando de jatinho fretado de graca kkkkk nas passagens aerias dele diariarias de hotel etc etc

Reply

Leave a Comment

diário do vale

Rua Simão da Cunha Gago, n° 145
Edifício Maximum – Salas 713 e 714
Aterrado – Volta Redonda – RJ

 (24) 3212-1812 – Atendimento

(24) 99926-5051 – Jornalismo

(24) 99234-8846 – Comercial

(24) 99234-8846 – Assinaturas
.

Image partner – depositphotos

Canal diário do vale

colunas

© 2024 – DIARIO DO VALE. Todos os direitos reservados à Empresa Jornalística Vale do Aço Ltda. –  Jornal fundado em 5 de outubro de 1992 | Site: desde 1996