sábado, 7 de dezembro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Região / Polícia apreende lancha em Angra durante operação contra fraude em licitações

Polícia apreende lancha em Angra durante operação contra fraude em licitações

Matéria publicada em 12 de novembro de 2019, 12:16 horas

 


Mandados de prisão estão sendo cumpridos em Angra dos Reis e outras cidades do Estado do Rio

Rio – Agentes da Polícia Civil e do Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) cumprem hoje (12) seis mandados de prisão temporária e 15 de busca e apreensão contra acusados de desviarem mais de R$ 10 milhões de um contrato para compra de papel para a Secretaria Estadual de Planejamento e Gestão, em maio de 2016. Até agora, quatro pessoas foram presas e mais de R$ 35 mil apreendidos.

A Justiça determinou  sequestro de uma lancha e de um imóvel em Angra dos Reis.

As investigações, do Departamento Geral de Combate à Corrupção e a Lavagem de Dinheiro, começaram com base em informações colhidas pela Controladoria-Geral do estado de que duas empresas estavam fraudando as licitações.

Os mandados foram expedidos pela 1ª Vara Criminal Especializada do Crime Organizado, do Tribunal de Justiça do Rio, e estão sendo cumpridos nos municípios do Rio de Janeiro, Duque de Caixas, Angra dos Reis, Araruama e Santa Maria Madalena.

Os investigadores descobriram que um grupo ligado a duas empresas ganhou, em 2016, uma licitação para fornecimento de papel para a Secretaria Estadual de Planejamento e Gestão do governo do ex-governador Luiz Fernando Pezão.

A polícia afirma que a quadrilha fez, de um mesmo computador, duas ofertas diferentes – porém combinadas – para o pregão.

A Operação La Casa de Papel é a primeira com mandados expedidos pela 1ª Vara Criminal Especializada do Crime Organizado do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

3 comentários

  1. Avatar

    O que mais tem é dinheiro roubado do povo através de impostos vazando pra funcionário público e amigos nesses contratos. O setor público adora um contratinho.

  2. Avatar
    EDMUR FERREIRA DA SILVA

    Lá vai GM trabalhar de novo.

  3. Avatar

    “A polícia afirma que a quadrilha fez, de um mesmo computador, duas ofertas diferentes – porém combinadas – para o pregão.” Olha o crime de conluio aí!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Untitled Document