sexta-feira, 19 de julho de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Região / Preço da gasolina retoma tendência de alta

Preço da gasolina retoma tendência de alta

Matéria publicada em 23 de setembro de 2018, 11:00 horas

 


Preços médios pesquisados no levantamento mensal da Agência Nacional do Petróleo apresentavam queda desde junho

Gasolina no Brasil ainda é cara e mais ainda no Sul Fluminense


Sul Fluminense – 
Depois de apresentar queda por dois meses consecutivos –  em julho, na comparação com junho, e em agosto, na comparação com julho – o preço médio da gasolina voltou a subir em setembro, de acordo com o levantamento mensal feito pela Agência Nacional do Petróleo (ANP) nas três maiores cidades do Vale do Paraíba Fluminense: Barra Mansa, Resende e Volta Redonda.

O levantamento de setembro aponta altas de 1,12% em Resende, 1,07% em Barra Mansa e 2,22% em Volta Redonda, sempre na comparação com o mês anterior. Em agosto, houve quedas de 0,79% em Resende, 1,46% em Barra Mansa e 0,87% em Volta Redonda, e em julho as reduções foram de 0,60%, 0,20% e 2,79%, respectivamente.

A retomada da alta em setembro, no entanto, ainda não foi suficiente para que o valor cobrado pelo combustível nas bombas chegasse ao mesmo nível de maio, em nenhum dos municípios que fizeram parte do levantamento.

Em Volta Redonda, o preço médio de setembro é 1,49% menor que o de junho. Em Barra Mansa, a diferença é de -0,6%, e em Resende, de  -0,28%.

Preços podem ficar mais estáveis

A Petrobras, que comanda os preços da gasolina nas refinarias, vinha adotando uma política de preços flutuantes, com reajustes diários em função de variações cambiais ou do preço internacional do petróleo, mas anunciou, no início de setembro que vai adotar um mecanismo financeiro chamado hedge, que resumidamente é um investimento que ajuda a amortecer variações de custo vindas de fatores externos.

Por exemplo, e de forma simplificada, se a Petrobras paga ou recebe dólares em função da produção de gasolina, ela compra essa moeda e assim, mesmo que haja variação na cotação frente ao real, a empresa poderá absorver melhor essa flutuação. Com isso, a empresa poderá manter o preço da gasolina estável por até 15 dias.

Ainda de acordo com a Petrobras, o hedge é resultado de uma evolução na precificação de combustíveis no Brasil e não altera a política de preços da empresa.

Em vez de reajustar os preços diariamente, a Petrobras poderá segurá-los por um período de, no máximo, 15 dias, realizando operações financeiras no exterior.  Ao final do período, o reajuste aplicado será sempre igual ao resultado das variações diárias do barril de petróleo e do câmbio, de modo que a Petrobras mantenha a paridade com os preços no mercado internacional.

 

Os preços médios da gasolina na região

Cidade      junho     julho     Agosto     Setembro

VR            5,095     4,953     4,910     5,019

BM           5,022     5,012     4,939     4,992

Resende   4,977     4,947     4,908     4,963

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

17 comentários

  1. Avatar

    Além de combistivel caro, não sei pq, estão dificultando a emissão da nota fiscal. É direto do consumidor, em qqr relação comercial. Ora alegam problema no sistema, ora é falta de energia elétrica. Façam o teste. Já passei por isso em 3 postos diferentes. MP abre o olho.

  2. Avatar

    Paguei ontem 4,79 no Graal em Resende, BM e VR não abasteço mais e fim de papo reto.

  3. Avatar

    Viva ao pato da FIESP, as coxinhadas, as camisas falsas da CBF, aos paneleiros e os protestos dos da massa de manobra que acompanhatam os pseudo partidos como vem pra rua e outros tantos….

  4. Avatar

    Bozonaro vai lançar o carro movido a nióbio e açaí.

  5. Avatar

    Torço pro hipócrita- poste- Haddad- indicado por presidiário ganhar. Quero ver se a gasolina será vendida a 3 reais. Kkkkk Os petralhas não têm argumentos. Só contra-argumentos e retóricas.

  6. Avatar

    Para quem pagou 9 a 10 reais na gasolina ainda está barato, pode aumentar mais que da pra pagar !

  7. Avatar

    Vendam as panelas e as camisas piratas da CBF para abastecer. E façam a dancinha do Pato d FIESP, que melhora.

  8. Avatar
    Michel O amigo do povo.

    Kd os coxas de camisetinha da CBF????
    Kkkk kkkk A corrupção acabou abandonaram as ruas kkķkk….talvez voltem para caminhar com o bozonazi

  9. Avatar

    vao bater panelas panelas coxinhas quem sabe o preço cai, xupaaaaaaaaaaaaaa

  10. Avatar

    a solução pra quem quer ter carro mas nao tem condição se quer de abastece lo é vender o mesmo e andar de bicicleta. o meio ambiente e a saúde agradecem! tem gente que vai a padaria nao mais que 100 metros de casa vai de carro só pra se mostrar. e em alguns casos só furreca e tem a cara de pau de reclamar do preço do combustivel

  11. Avatar

    E o álcool que deveria estar barato, eles sobem artificialmente o preço para não deixar de vender a gasolina cara!

Untitled Document