Sul Fluminense pode receber mais duas montadoras

Por Paulo Moreira
178 Visualizações
Confirma: Entre Fafal e Samuca, Christino Áureo confirmou a possibilidade de a região receber mais montadoras e se consolidar como o segundo polo automotivo do Brasil

Confirma: Entre Fafal e Samuca, Christino Áureo confirmou a possibilidade de a região receber mais montadoras e se consolidar como o segundo polo automotivo do Brasil

Volta Redonda – O secretário estadual da Casa Civil e do Desenvolvimento Econômico, Christino Áureo, e o presidente regional da Firjan no Sul Fluminense, Edvaldo de Carvalho, o Fafal, confirmaram que duas montadoras estão negociando sua vinda para o Estado do Rio. Fafal foi mais adiante e confirmou que as empresas estudam se instalarem no Sul Fluminense. A informação foi dada durante uma palestra de Áureo, voltada para o público empresarial, no fim da tarde desta segunda (02), no Hotel Bela Vista, em Volta Redonda.

Nem Christino nem Fafal romperam o silêncio que normalmente cerca as fases iniciais desse tipo de negociação para revelar os nomes das empresas, os municípios onde elas estariam estudando se instalarem ou o prazo previsto para a instalação das indústrias.

O prefeito de Barra Mansa, Rodrigo Drable (MDB), consultado sobre a possibilidade de pelo menos uma das empresas se instalar na cidade, afirmou que a prefeitura e o município estão de portas abertas para o investimento e se propôs fazer todo o possível para contar com uma das montadoras. A cidade conta com áreas às margens da Rodovia Presidente Dutra que já foram mencionadas como possível local para a instalação de empresas do ramo automobilístico, antes da crise econômica de 2015 frear os investimentos do setor.

O prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva (Podemos), afirmou que a chegada de uma grande empresa ao Sul Fluminense é boa para toda a região, independente de onde ela se instale, mas também afirmou que seria excelente para a cidade contar com mais uma indústria de porte. Desde a inauguração da Rodovia do Contorno, Volta Redonda passou a contar com facilidades logísticas para o acesso a grandes áreas atualmente desocupadas.

 

Incentivos fiscais

 

O secretário abordou os desafios para a retomada do desenvolvimento econômico do Estado do Rio durante sua fala para os empresários. Ele deu atenção especial à questão dos incentivos aos empreendedores.

— O fiscal não pode ser a única face do governo que o empresário conhece. O Estado do Rio tem que mostrar antes sua face apoiadora — disse.

Áureo também lembrou que incentivo fiscal não é privilégio. Segundo ele, o empresário recebe uma desoneração que deve retornar na forma de  empregos e mesmo de impostos arrecadados.

— Os cálculos do volume de incentivos fiscais no Estado do Rio nos últimos nove anos foram refeitos, para excluir coisas como o transporte de equipamentos ou de vasilhames de bebidas, de gás e similares, que não geram arrecadação e eram lançados como incentivos. Com isso, chegamos a uma conta de R$ 45 bilhões no período, ou seja, R$ 5 bilhões por ano, que foram parcialmente compensados por R$ 2,5 bilhões anuais recolhidos em impostos que não existiram sem os incentivos — disse o secretário.

Áureo comparou o custo suportado pelo Estado do Rio anualmente com esse incentivos á quantidade de empregos diretos gerados: “Esses R$ 2,5 bilhões garantem cerca de 240 mil empregos diretos para os fluminenses, mais ou menos a mesma quantidade de postos de trabalho diretos existentes no governo estadual e que, sem os gastos previdenciários, custam mais de R$ 20 bilhões anuais à população”, avaliou.

 

Presentes

 

Os prefeitos de Piraí, Dr. Luiz Antônio, acompanhado de seu vice, Chiquinho Perota, e de Rio Claro, José Osmar, participaram da palestra, assim como o vice-prefeito de Volta Redonda, Maycon Abrantes, participaram da palestra.

Advertisement

VOCÊ PODE GOSTAR

37 Comentários

Resendense não provinciano 3 de abril de 2018, 13:15h - 13:15

Que seja em Resende, Barra Mansa, Volta Redonda, Barra do Piraí ou Quatis. Porto Real e Itatiaia não, pois já estão com um orçamento desproporcional ao tamanho das cidades e nem assim melhoram, pelo contrário, continuam dando muitas despesas pra Resende. Vamos dividir melhor o bolo.

Luis Eduardo 3 de abril de 2018, 15:47h - 15:47

Vale lembrar que essas montadoras em Porto real , Resende e Itatiaia não pagam iptu elas estão isentas por isso essas cidades onde elas estão não melhoram…

liberdade e propriedade 3 de abril de 2018, 17:37h - 17:37

Luis, você está errado. De fato de IPTU estão livres, mas pagam os impostos de suas produções, para o município vai o ISS de cada carro. Por isso o orçamento desses três municípios é percapitamente alto. Resende melhorou demais, já os ex distritos não melhoraram, mas não foi por falta de dinheiro.

liberdade e propriedade 3 de abril de 2018, 17:49h - 17:49

Resendense, você está correto. Essa discussão é antiga, um antigo secretário de indústria de Resende já dizia isso. Primeiro porque se mais montadoras se instalam em PR e Itatiaia em detrimento de Resende a arrecadação fica muito desproporcional percapitamente entre eles e Resende. Segundo porque o dinheiro dos impostos ficam com eles, mas o ônus da saturação extra do trânsito fica conosco e sem o dinheiro para investir em novas vias. Terceiro porque as montaras que se instalam nos ex distritos são dependentes da nossa infraestrutura, pois praticamente não há nada nos ex distritos. Quarto porque temos terrenos maiores e mais abundantes.

TO FALANDO PORQUE EU SEI !!! 3 de abril de 2018, 08:39h - 08:39

Isso tudo é balela… O dono do terreno as margens da rodovia em frente as montadoras entre Porto Real e Resende já esta negociando a tempos com as montadoras… isso não é novidade pra ninguém!!!

Cézar Rodrigues 3 de abril de 2018, 08:09h - 08:09

Para completar, a rede GRAAL, poderia vir para a rodovia do contorno, com preço de combustível mais baixo do que o cartel instalado em Volta Redonda.

Verdade sufocada 3 de abril de 2018, 07:18h - 07:18

Vai ser em porto real, proprietário do terreno onde uma vai instalar-se tá rindo a toa…. Se realmente fechar seus descendentes nunca mais precisarão trabalhar…..fica a dica

liberdade e propriedade 3 de abril de 2018, 18:04h - 18:04

Porto Real e Itatiaia pegam carona na nossa infraestrutura, distante de Resende não atrairiam nada. Digo mais, a PSA foi atraída enquanto ainda era distrito, depois disso pediu emancipação.

Cham 3 de abril de 2018, 07:00h - 07:00

Que volte as boas notícias amém.

Alan 3 de abril de 2018, 06:55h - 06:55

A Associação Nacional dos Motoristas e Condutores de carros de Passeios e Similares do Brasil, acredita muito que as cidades do Sulfluminense devam se empenhar ao máximo para que essas Montadoras se instalem em nossa região.
Junto aos nossos Associados gostaríamos muito de também poder contar com o apoio de mais essas 2 novas montadoras em nossa região.
A Anmocar Br torce muito pela nossa região e estamos empenhados juntos aos nossos associados para o crescimento das oportunidades em nossa região.
A Anmocar Br fica na torcida e se coloca a disposição para novas parcerias e apoio às empresas. Venha com a Anmocar Br nas Ruas e Estradas do nosso Brasil! Seja mais um associado! Vem!!

Voltaredondense 3 de abril de 2018, 04:56h - 04:56

É assustador a quantidade de terras improdutivas Barra Mansa tem.
Seria muito bom para Volta Redonda e Barra Mansa se Barra Mansa começasse a instalar novas empresas.
Muitas terras as margens da Dutra pertencem à Barra Mansa, mas também tem MUITAS terras que apesar de não ficarem a beira da Rodovia, ficam muito próximas.

Vejam Porto Real, a Peugeot, fica dentro da cidade, mas em um local bem próximo a Dutra. Acho que Barra Mansa poderia fazer o mesmo.
Tem locais em BM que “não tem nada” e ficam 5 minutos de carro da Dutra.

Sou de Volta Redonda, mas quando ando por BM fico incomodado como uma cidade do tamanho territorial de BM parou no tempo.

E finalizo repetindo: BARRA MANSA EVOLUINDO, VOLTA REDONDA E TODA REGIÃO EVOLUI

MORADOR ANO BOM 6 de abril de 2018, 09:46h - 09:46

Barra Mansa só instala drogaria e food truck. o prefeitinho não tem cacife para essas grandes negociações.

Sul Flu 3 de abril de 2018, 04:07h - 04:07

No ano de 2012, falou-se em BM que a GM estava estudando a possibilidade de se instalar na cidade!!!
Era em uma área de fazenda, próximo da divisa com VR.
Mas aquilo foi só mentira!!!

liberdade e propriedade 3 de abril de 2018, 17:56h - 17:56

Sequer liberam acesso à Via Dutra nessa área, onde a ZEN sofre por isso, terreno acidentado. E de onde virá a água em abundância, necessária para grandes indústrias?

El Sábio 3 de abril de 2018, 00:05h - 00:05

Espaço físico é o que não falta na região, todos inclusive com ótimas vantagens logísticas… nossa região é abençoada o que estraga, todos já sabemos…..

agafjgjjkWantuil fortes Silvério 2 de abril de 2018, 23:42h - 23:42

Eu vejo uma grande enganação ,logo em ano de eleição pura demagogia . Só vou acreditar , quando esses incompetente fizer o certo , primeiro ação transformar às terras ociosas da CSN, em área para futuras instalações industriais ( aero clube) ou á área da Califórnia de frente o San Rafael..

agafjgjjkWantuil fortes Silvério 2 de abril de 2018, 23:23h - 23:23

Na Califórnia tem uma grande área, de frente ao San Rafael , O Samuca ,O Neto ,O Pezao A ficha deles ainda não caíram. Agora Volta redonda vive um gargalo ou seja uma sinuca de bico. Será que a CSN vai ceder espaço para concorrência ? Quando os políticos de Volta redonda vão acordar para necessidade de crescimento econômico e geográfico de Volta redonda . Só existe duas áreas, ou área da grande Califórnia ou às terras da CSN ociosas….

capivara 2 de abril de 2018, 23:03h - 23:03

tomara que uma dessas venha pra vr

liberdade e propriedade 3 de abril de 2018, 18:00h - 18:00

O centro de formação automotivo do Senai é em Resende, vai fazer como para capacitar o quadro de funcionários? Vai mandar tudo para cá? Não seria melhor instalar aqui, se nossos são melhores e planinhos, com gás e alta tensão na testada dos terrenos???????????

FranciscoJFLacerda 2 de abril de 2018, 22:50h - 22:50

O terreno que falaram em atrair a Ford poderia entrar na jogada, a Ford que o Toninho Malvadeza levouna maracutaia para a Bahia fica às margens da rodovia do contorno e ao lado do condomínio Alphaville VR. o problema é que aquele terreno de uns 3 milhões de metros quadrados como vários outros até grandes e aproveitáveis mesmo não sendo totalmente planos as vezes mas com alguma terraplanagem e tudo certo!

Estas terras pertencem aos maiores latifundiários da cidade, a CSN que eu já percebi não quer concorrência de emprego e melhores salários em VR e, só tem atrapalhado até hoje o avanço da cidade e a família Campos Pereira, digo do Mauro Campos assessor de Samuca Silva aí fica aquela pergunta: Quem vai apoiar Volta Redonda então? Quem doará as terras, incentivos fiscais fáceis como o estado deu para Resende, Porto Real, Itatiaia e outros municípios !

Oleitorvr 2 de abril de 2018, 22:22h - 22:22

Espero que esse Samuca não uma Neto e Pape pelo menos uma empresa dessa para VR…

alex 2 de abril de 2018, 21:50h - 21:50

Em Barra Mansa existe a área da antiga Edimetal. Excelente localização com saída para a via Dutra, só resta saber se o espaço é suficiente.

liberdade e propriedade 3 de abril de 2018, 17:53h - 17:53

Aquele terreno é minúsculo. Você nunca deve ter ido numa das montadoras da região ou sequer entrado no Pólo Industrial.

cansado 2 de abril de 2018, 21:11h - 21:11

melhor esperar o trem bala passar

Olho Vivo 2 de abril de 2018, 21:07h - 21:07

JOGADA POLITICA.

So observo 3 de abril de 2018, 08:39h - 08:39

Que seja jogada política… eles estão aqui pra isso mesmo. Se trouxerem benefícios pra cidade, tá tudo ok!!

Maniac 2 de abril de 2018, 20:56h - 20:56

Essa conversa de falta de espaço é um mito! Pode perfeitamente instalar-se aqui.

Cézar Rodrigues 3 de abril de 2018, 08:21h - 08:21

só se for no quintal da tua casa

Carlos Sergio 2 de abril de 2018, 20:55h - 20:55

Volta Redonda espera de braços abertos

Carlos Sergio 2 de abril de 2018, 20:54h - 20:54

Volta Redonda espera de braços aberto.

Joaosalut 2 de abril de 2018, 20:38h - 20:38

Resende ja esta saturada esta na hora de vr e Bm
.

liberdade e propriedade 3 de abril de 2018, 17:51h - 17:51

Saturada? O que mais temos são terrenos. Quase saturada está VR

Jogo duro 2 de abril de 2018, 19:55h - 19:55

Parabéns.a todos já está na hora de unir para o melhor festa região .

destemido 2 de abril de 2018, 19:46h - 19:46

Só conversa mole. Vai ter gente achando que é o Samuca o responsável. Volta Redonda não tem espaço para instalar nada.

Só observo 2 de abril de 2018, 21:56h - 21:56

parece que o Sr ainda não andou na rodovia do contorno ne? É nossa chance …. vamos ser menos faladores pessimistas e mais otimistas…

capivara 2 de abril de 2018, 23:03h - 23:03

na rodovia do contorno tem espaço pra c… cabe la

Basta,chega! 3 de abril de 2018, 02:58h - 02:58

Cara, Itatiaia é bem menor que Volta Redonda e tem as margens da Dutra duas montadoras. Se a empresa quiser , ela se instala até em Amparo kkkk. A Jaguar/Land Rover tinha como opção Seropédica( preferencia do governo do estado) mas optou por Itatiaia, e a área da montadora nem é tão grande assim.

Comments are closed.

diário do vale

Rua Simão da Cunha Gago, n° 145
Edifício Maximum – Salas 713 e 714
Aterrado – Volta Redonda – RJ

 (24) 3212-1812 – Atendimento

 

(24) 99926-5051 – Jornalismo

 

(24) 99234-8846 – Comercial

 

(24) 99234-8846 – Assinaturas

Canal diário do vale

colunas

© 2023 – DIARIO DO VALE. Todos os direitos reservados à Empresa Jornalística Vale do Aço Ltda. –  Jornal fundado em 5 de outubro de 1992 | Site: desde 1996