domingo, 16 de dezembro de 2018

TEMPO REAL

 

Capa / Região / VR terá segundo evento de cadastro para doadores de medula óssea

VR terá segundo evento de cadastro para doadores de medula óssea

Matéria publicada em 20 de julho de 2018, 17:20 horas

 


Evento acontece no Centro de Prevenção a Saúde do Idoso Roque Garcia Duarte, da AAP-VR, no Jardim Paraíba

 

Volta Redonda – Volta Redonda terá novamente um dia de cadastro de doadores de medula óssea. O evento acontece neste sábado, dia 21, de 8 às 16 horas, no Centro de Prevenção a Saúde do Idoso Roque Garcia Duarte, da Associação dos Aposentados e Pensionistas de Volta Redonda (AAP-VR) no bairro Jardim Paraíba. A campanha pelo registro de doadores de medula é um dos resultados da parceria entre a Secretaria Estadual de Saúde, iniciada quando o órgão ainda era comandado por Luiz Antonio de Souza Teixeira, o Doutor Luizinho, e o vereador Paulinho do Raio-X (MDB).

A doação é simples: o Hemorio faz a coleta do sangue, mas antes é necessário apenas que se preencha uma ficha com alguns dados como nome, telefone e endereço. A partir daí a pessoa estará cadastrado no Redome (Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea).

A primeira campanha deste ano foi realizada por uma equipe do Hemorio, que fez a coleta de sangue para cadastro de doadores voluntários de medula óssea. A ação também contou com o apoio de voluntários da AAP-VR, de estudantes de enfermagem e de parentes e amigos de pessoas que necessitam do transplante. Guarda municipal de Porto Real, Maria Aparecida de Andrade veio até Volta Redonda só para participar da campanha.

– Já sou doadora de sangue e vim por vontade própria. Sempre participo de campanhas como essa, pois acho importante contribuir para ajudar uma vida – opinou.

A campanha foi considerada um sucesso, com cerca de 1.100 cadastros realizados, e, segundo Paulinho, só não foram feitos mais cadastros porque a equipe, por uma questão de manutenção da confiabilidade dos exames, limita a quantidade a ser feita.

Paulinho afirmou que a campanha pelo registro de doadores de medula é um dos resultados de sua parceria com a Secretaria Estadual de Saúde, iniciada quando o órgão ainda era comandado por Luiz Antonio de Souza Teixeira, o Doutor Luizinho, que deixou o cargo para concorrer às eleições de outubro. Ele pode disputar uma vaga na Câmara dos Deputados ou ser lembrado para algum outro cargo, que o vereador preferiu não adiantar.

— Uma boa notícia é que tanto o Rafinha, menino que mobilizou a cidade e a região na busca por um doador de medula, quanto outra pessoa que também precisava, a Raíssa, conseguiram doações. No caso do menino, o material veio do pai, e no da Raíssa, veio do banco de dados. Os dois estão em Curitiba para passarem pelo transplante — disse Paulinho.

A campanha que a família e amigos dos pais do pequeno Rafael Moraes Dias fizeram nas redes sociais faz parte do cadastro. Um bebê portador da Síndrome de Wiskott Aldrich, uma rara doença que diminui a expectativa de vida do paciente, devido ao grande risco de infecções e sangramentos, principalmente, o craniano.

A enfermeira do Hemorio, Denair Muniz, explicou que a doação é simples, no dia eles vão colher 5ml de sangue, e nesse dia é só isso. A partir daí a pessoa estará cadastrado no REDOME (Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea). Já como doador, no caso do sangue vir a ser compatível com alguém, o Hemorio entra em contato com esta pessoa para fazerem mais testes e depois combinamos a punção, diz ela.

A enfermeira lembrou que a chance de encontrar um doador compatível é pequena, de 1 a cada 100 mil pessoas no plano nacional e 1 para um milhão em

Para se tornar um doador de medula óssea é necessário:

– Ter entre 18 e 55 anos de idade.

– Estar em bom estado geral de saúde.

– Não ter doença infecciosa ou incapacitante.

– Não apresentar doença neoplásica (câncer), hematológica (do sangue) ou do sistema imunológico.

– Algumas complicações de saúde não são impeditivas para doação, sendo analisado caso a caso.

 

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document