sexta-feira, 17 de setembro de 2021 - 13:39 h

TEMPO REAL

 

Capa / Retrospectiva 2016 / Renovação marca eleições 2016

Renovação marca eleições 2016

Matéria publicada em 30 de dezembro de 2016, 21:29 horas

 


Em quatro das cinco maiores cidades da região, vencedor das eleições para prefeito é estreante no Executivo

junt

Estreantes: Rodrigo Drable, Samuca, Mário Esteves e Diogo Balieiro nunca foram prefeitos

Sul Fluminense – As eleições municipais de outubro trouxeram a marca da renovação à região. Das quatro maiores cidades da região (por ordem de população, Volta Redonda, Angra dos Reis, Barra Mansa, Resende e Barra do Piraí), só Angra dos Reis elegeu um prefeito que já tinha passagem pelo cargo: Fernando Jordão (PMDB). Nas outras quatro cidades, os eleitos nunca se sentaram na cadeira de prefeito.
Samuca Silva (PV), de Volta Redonda, venceu o segundo turno das eleições municipais com 54,6% dos votos válidos (89.055) contra 74.049 (45,4%) de seu adversário, o ex-prefeito Paulo Baltazar (PRB). Ele nunca havia ocupado nenhum cargo eletivo.
O vereador Rodrigo Drable (PMDB) ganhou a prefeitura de Barra Mansa com 43,46% (39.169 votos), Cláudio Manes (PSDB) ficou em segundo lugar, com 28,74% (25.908 votos). Em terceiro, ficou Bruno Marini (PP), com 9,95% (8.966 votos). O quarto colocado foi J. Chagas (PSL), com 7,27% (6.549 votos). Em quinto, a Professora Clarice (PT) com 6,03% (5.435 votos), e em sexto Uéslei Brito (PC do B) com 4,55% (4.104 votos).
Em Resende, Diogo Balieiro venceu a corrida pela prefeitura de Resende com 25.614 votos, ou 38,28% do eleitorado. Em segundo lugar ficou o experiente Noel de Carvalho (PSDB), que atingiu 35,51% dos eleitores ou 23.760 votos.
Em Barra do Piraí, o vencedor foi Mário Esteves (PRB), que, embora já tenha sido vereador e tenha disputado outras eleições majoritárias, também nunca havia sido eleito prefeito.

Como foi a eleição nas outras cidades

Em Angra dos Reis, o prefeito eleito Fernando Jordão retornou à prefeitura com 75.517 votos (82.05% dos votos válidos). Foi a maior vantagem da região. Na cidade vizinha, Paraty, o prefeito reeleito, Casé (PMDB), protagonizou uma das disputas mais apertadas do Brasil em outubro. Ele ganhou a eleição por apenas cinco votos de diferença sobre Zezé (PTB). Casé teve 8.403 votos, e seu adversário, 8.398.
O prefeito Dr. Luiz Antônio (PDT) foi reeleito em Piraí com 9.064 votos, que correspondem a 51,11% dos votos válidos. Ele concorreu com Arthur Tutuca (PMDB), que teve 8.671 votos, ou 48,89% dos votos válidos.
O Professor Osmar (PR), é o prefeito de Rio Claro. Ele teve 6.654 votos (54,64%). Tico-Tico, atual prefeito e candidato à reeleição, do PMDB, teve 29,67% (3.619). Dr. Daniel (PSB), teve 1.914 votos (15,69%).
Com 54,64% dos votos – 7.862, Jorge Serfiotis (PMDB) foi eleito prefeito em Porto Real. Em segundo lugar ficou Silvia Bernadelli, do PP, com 44,08% – 6.342 votos. Em terceiro, ficou Diego da Padaria do PTB, com 1,28% (184 votos).
O candidato do PMDB, Ednardo Barbosa, venceu a eleição para prefeito em Pinheiral com  6.689 votos (46,83%). O atual prefeito José Arimathéa (PSB) ficou em segundo lugar, com 6.260 votos (43,83%).  Cardoso Gugu (PHS) teve 1.335 votos (9,35%).
O atual prefeito de Quatis, Bruno (PMDB) foi reeleito com 57,47% dos votos, que correspondem a 4.704 votos. O segundo colocado foi Rogério Batista (PR), com 42,53% (3.481 votos).
O prefeito interino de Itatiaia, Dudu (PMDB) foi eleito para um mandato completo no comando da prefeitura com 8.383 votos (43,26%), tendo como segundo colocado o candidato do PSB, Sancler (5.533 votos –  28,55%). O terceiro foi Denilson Sampaio (PSD), com 5.123 votos (26,44%); o quarto foi o Professor Adriano (Psol), que teve 256 votos (1,32%), e o quinto, LHL, teve 83 votos (0,43%).


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document