sábado, 15 de agosto de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Saúde / Anvisa libera testes de vacina chinesa contra o novo coronavírus

Anvisa libera testes de vacina chinesa contra o novo coronavírus

Matéria publicada em 4 de julho de 2020, 12:14 horas

 


Brasília – A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou nesta sexta-feira, 3, a realização de testes da vacina contra o novo coronavírus desenvolvida pela empresa chinesa Sinovac. O pedido de liberação, feito pelo Instituto Butantan, foi anunciado pelo governador de São Paulo, João Doria, no dia 11 de junho. Em nota, a Anvisa diz que os testes devem ser desenvolvidos em diferentes locais do Brasil.

A vacina CoronaVac, produzida a partir de cepas inativadas do novo coronavírus, está na terceira fase de testes, quando a vacina já pode ser administrada a um número maior de pessoas. O estudo clínico envolverá 9 mil voluntários distribuídos nos estados de São Paulo, Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Paraná, além do Distrito Federal. Parte delas receberá a vacina e outro grupo deve receber um placebo, sem efeito. O objetivo é verificar se há o estímulo à produção de anticorpos para proteção contra o vírus.

A Anvisa afirma que os estudos da primeira e segunda fases, realizados em humanos saudáveis e em animais, mostraram segurança e capacidade de provocar resposta imune “favoráveis”.

Na segunda-feira, 29, o Instituto Butantan disse que, após o aval da Anvisa, o programa de testagem ainda terá de passar por um conselho ético que vai validar a metodologia da testagem em humanos. Segundo a assessoria do instituto, a validação poderá ser feita pelo Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (Conep), ligada ao Ministério da Saúde, ou pela Comissão de Ética para Análise de Projetos de Pesquisa (CAPPesq), que é vinculada à Secretaria Estadual da Saúde.

O custo da testagem é estimado em R$ 85 milhões e prevê a transferência de tecnologia para que a vacina chinesa possa ser produzida no Brasil. Esta é a segunda vacina a receber autorização para testes no País. Em junho, a Anvisa liberou a realização de ensaios clínicos de uma vacina produzida na Universidade de Oxford, na Inglaterra.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

6 comentários

  1. Avatar

    Criaram o vírus ok
    Espalharam o vírus ok
    Pânico, mortes e economias destruídas ok
    Venderam respiradores e máscaras (custo absurdo) ok
    Apresentam vacina ok
    “Testam” a vacina ok
    Vendem a vacina. Loading

    Garantem estabilidade econômica por longos anos.

    A arte da guerra!

  2. Avatar
    Capeta da grota do Santa cruz

    Eu sou VOLUNTARIO

  3. Avatar

    Vc e outro petista burro que nao le e nao sabe raciocinar eles criam i virus e a vacina tbm so vindo de petistaque ai tem coisa boa

  4. Avatar

    Bobo sera quem tomar isto tudo e a combinado com a ordem mundial nao compro nen produto da china quanto mais tomar a vacina de la jamais fico sem

  5. Avatar

    Para nossa sorte, a ANVISA ainda não está contaminada pela ignorância do BOZO e sua FAMILICIA.

    • Avatar

      Só está contaminado pelo sistema chinês, engraçado, a China cria o vírus e depois fabrica a vacina..#forachina

Untitled Document