terça-feira, 27 de julho de 2021 - 20:47 h

TEMPO REAL

 

Capa / Saúde / Com o início do inverno a vacinação contra a gripe é intensificada em Volta Redonda e Barra Mansa

Com o início do inverno a vacinação contra a gripe é intensificada em Volta Redonda e Barra Mansa

Matéria publicada em 22 de junho de 2021, 13:56 horas

 


A vacinação contra a Influenza assume maior relevância no inverno – Foto: Paulo Dimas.

Volta Redonda e Barra Mansa- Com a chegada do inverno, que começou oficialmente nesta segunda-feira, dia 21, os especialistas alertam para que as secretarias municipais de saúde deem maior atenção às doenças respiratórias. E uma das medidas para amenizar a sobrecarga dos serviços de saúde nesta época e em tempos de pandemia é a vacinação contra a Influenza, que assume maior relevância para proteger a população vulnerável com risco de desenvolver formas graves da gripe.

Volta Redonda

No município de Volta Redonda, a meta vacinal da secretaria municipal de Saúde é de imunizar 91 mil pessoas. Porém, faltando quase 15 dias para o término da campanha de vacinação no município, que está prevista para encerrar no próximo dia 9 de julho, apenas cerca de 40 mil pessoas se vacinaram contra a gripe. Por isso, a Secretaria de Saúde alerta para a necessidade de se vacinar o quanto antes.

“A gripe tem um alto impacto na sociedade porque ela é muito transmissível e altamente infecciosa. Por isso, atingindo o público-alvo, a gente vai conseguir diminuir esse impacto dentro do sistema de saúde que pode está sobrecarregado pela pandemia”, explicou a médica de família da Secretaria Municipal de Saúde, Silvia Mello dos Santos.

Além disso, a vacinação promove uma diminuição da circulação viral, o que permite mais ênfase de atendimento do profissional de saúde aos casos de Covid-19. “Os sintomas da gripe e da Covid-19 se parecem. A vacinação ajuda também na questão do diagnóstico diferencial, pois ajuda o profissional de saúde a entender que aquela pessoa realmente pode ser um caso suspeito de Covid, por já ter se vacinado contra a gripe”, explicou Silvia, lembrando que quem se vacinou contra o novo coronavírus deve aguardar 15 dias para receber a dose contra a gripe.

Onde se vacinar?

As doses estão sendo ministradas das 8h às 16h em todas as unidades de saúde do município, exceto nos polos de Covid-19 que ficam nos bairros 249, Vila Mury, São João, Siderlândia e Volta Grande.

Barra Mansa

Com o início do inverno, a Secretaria de Saúde de Barra Mansa iniciou a terceira etapa da vacinação contra a gripe.

Mas para solicitar o imunizante é necessário se encaixar em um dos grupos prioritários do Ministério da Saúde.

De acordo com a secretaria municipal de Saúde, a vacinação não está disponível para toda a população, pois não tem produção que atenda a todos, mediante a isso a vacina é ofertada aos grupos mais vulneráveis.

Quem se encaixa nos grupos prioritários pode ser vacinado em todos os postos de saúde do município e no Centro do Idoso. O objetivo da secretaria municipal de saúde de Barra Mansa é vacinar 73.295 pessoas, mas até o momento já foram vacinadas cerca de 42 mil.

Grupos liberados para vacinar contra a influenza:

Lançada em abril, a campanha de imunização contra a influenza (gripe) prioriza os grupos elencados pelo Programa Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde e ocorre em três etapas. A primeira etapa contemplou profissionais de saúde, crianças de 6 meses a menores de 6 anos, gestantes e puérperas, além da população indígena.

Na segunda fase, foram priorizados os idosos acima de 60 anos e professores de escola pública e privada.

Já a terceira etapa inclui um número grande de pessoas, como aquelas com comorbidades, deficiências permanentes, caminhoneiros, passageiros urbanos de longo curso, trabalhadores portuários, trabalhadores de transportes coletivos rodoviários, profissionais das forças de segurança e salvamento, forças armadas, população privada de liberdade e adolescentes e jovens em medidas socioeducativas.

Ainda fazem parte do público-alvo pessoas com doenças respiratórias crônicas, diabetes, imunossupressão, doenças cardíacas crônicas, doenças renais crônica, obesos, transplantados, doença neurológica crônica e portadores de trissomias. Para fazer a vacina contra gripe é necessário apresentar o Cartão do SUS, documento de identidade e carteira de vacina, além de documento que comprove a doença.

 

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document