quinta-feira, 6 de maio de 2021 - 19:56 h

TEMPO REAL

 

Capa / Saúde / Enfermeira alerta sobre os cuidados que as gestantes devem ter na pandemia

Enfermeira alerta sobre os cuidados que as gestantes devem ter na pandemia

Matéria publicada em 28 de março de 2021, 09:57 horas

 


As grávidas fazem parte do grupo de vulneráveis e há uma preocupação muito procedente com essa parcela da população – Foto Divulgação.

Barra Mansa- No mês em que se comemora o Dia Internacional da Mulher (8 de março), um grupo especial de mulheres tem merecido atenção redobrada em função da pandemia da Covid-19: as gestantes.

Desde o surgimento do novo Coronavírus, há um ano, muitos estudos são dedicados a avaliar os riscos da doença à saúde das futuras mamães, desde o pré-natal, e também de seus bebês, já que o vírus pode ultrapassar a barreira placentária e contaminar o bêbe.

Para Mirza Almeida, enfermeira e coordenadora da pós-graduação do UBM – Centro Universitário de Barra Mansa, ‘Enfermagem em Saúde da Mulher’, as grávidas fazem parte do grupo de vulneráveis e há uma preocupação muito procedente com essa parcela da população.

“Os estudos relacionados à Covid-19 estão em constante atualização pois, por se tratar de uma doença nova, ainda não a conhecemos com total clareza. Esses estudos tentam entender as formas com que o vírus pode afetar diferentes grupos de risco. Recentemente, as gestantes passaram a ser consideradas como um desses grupos.

Pesquisas recentes revelam que gestantes que contraíram COVID-19 têm mais chance de desenvolverem complicações gestacionais, como pré-eclâmpsia, parto prematuro e até mesmo risco para aborto e morte materna”, pontua Mirza Almeida.

Estudo publicado mês passado no Jornal Americano de Obstetrícia e Ginecologia apontou que a taxa de contaminação do novo coronavírus no estado de Washington (E.U.A.) foi 70% maior entre gestantes que em adultos da mesma faixa etária. Na mesma linha, a Organização Mundial de Saúde (OMS) também alerta para os riscos covid-19 durante a gravidez e afirma que “mulheres grávidas têm mais chances de desenvolverem sintomas graves que as não grávidas e que a doença tem sido associada a um risco grande de parto prematuro”.

Para destacar sobre os cuidados, a enferemeira Mirza Almeida recomenda alguns cuidados para o período da pandemia:

Pré-natal imediato – As consultas de pré-natal devem começar logo no início da gravidez, sendo mantidas com a regularidade indicada pelos profissionais de saúde para garantir o cuidado adequado da gestante e do bebê.

Consultas periódicas- Devem ocorrer regularmente. Mas é importante ainda considerar alguns pontos como o distanciamento social, a possibilidade de ir sozinha à consulta (para evitar aglomerações)s; e manter sempre os cuidados básicos de higiene e o uso de máscara.

Medidas restritivas contra o Coronavírus

Os cuidados para prevenção do coronavírus devem incluir também o uso de máscaras, álcool 70%, distanciamento social. Deve-se evitar ao máximo o compartilhamento de objetos, além de sair apenas para o necessário.

Alimentação Saudável

Tenha uma alimentação saudável, rica em lactose, fibras, minerais e vitaminas (C, B, D). Caso seja possível, recomenda-se ainda que a gestante procure um nutricionista para que seja realizada uma avaliação do seu estado nutricional e, diante disso, receber orientações individualizadas sobre os alimentos a serem ingeridos nesse período e as quantidades ideais.

Beba água! 

A hidratação é sempre fundamental, pois regula o trânsito intestinal; auxilia na formação do líquido amniótico, ajudando assim no desenvolvimento do bebê; elimina toxinas; diminui a incidência de infecções urinárias, reduz inchaço e proporciona melhor funcionamento dos rins. Refrigerantes devem ser evitados e bebidas alcoólicas devem ser restringidas durante a gestação, pois há riscos para o desenvolvimento adequado do bebê.

Sintomas

Os sintomas são bem parecidos: tosse, febre, dor de garganta, dor muscular, falta de ar, dor de cabeça, perda do olfato, perda do paladar.

É importante salientar que, por ser uma doença recente e em evolução, atualizações podem ser feitas baseadas em novas pesquisas publicadas. Portanto, se você se encontra em algum momento do ciclo gestacional: mantenha-se informada através de fontes confiáveis.

Além das dicas relacionadas pela coordenadora da pós-graduação do UBM, Mirza Almeida, é importante que a gestante se mantenha calma e positiva para que possa desfrutar de uma experiência agradável durante os períodos de gestação, parto e pós-parto.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document